Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Compartilhe
    avatar
    Simplesmente Gian
    Veterano Nv.22
    Veterano Nv.22

    Karma Karma : 298
    Posts Posts : 936

    Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Simplesmente Gian em Qui 01 Set 2016, 18:55




    Dizem que "quem canta, seus males espanta".
    Glee foi a prova disso.


    Lá no já longínquo ano de 2009, surgiu uma série de comédia adolescente voltada para os "de baixo", os estudantes que queriam chamar a atenção, mas não eram notados pelos "de cima".
    Em algum momento você já deve ter passado por isso(quem nunca? Razz ) mas essa série se diferenciou porque "os de baixo" eram diferentes,  mas iguais em uma coisa: na paixão pela música.

    Glee conta a história de um grupo de jovens bem diferentes (Rachel, Finn, Mercedes, Kurt, Artie e Tina, inicialmente)  que querem descobrirem seus repectivos lugares no mundo, sobreviver aos dramas da adolescência, ao futuro, aos sonhos, à escola, Sue Sylvester mais especificamente, através de canções.


    Mas, como sempre, tem que ter alguém pra atrapalhar e, aqui,  o povo tem que sobreviver às investidas de Sue Sylvester e suas líderes de torcida e os meninos do Futebol Americo que querem o clube extinto, apesar de terem membros dos dois no Glee (Lideres: Britanny, Quinn e Santana) (Jogadores: Puk, Finn e Mike)



    E como tem alguém pra atrapalhar, tem alguém pra ajudar. Nesse caso, Will, o coordenador do clube e confidente dos membros, e Emma, a conselheira estudantil da escola que possui um sério problema com germes.


    A intenção da série foi mostrar uma "realidade escolar"  condizente com a vida, afinal, quem nunca de deparou com um sistema de hierarquia dentro das escolas da vida?

    São nas músicas, nas perfomances e nos mashups que Glee realmente mostra seu potencial.

    Cada episódio possui de 2 a 3 perfomances que condizem com o tema abordado naquela hora. E os temas são discutidos abertamente. Religião, homossexualidade, bullying, descriminação, sexo, gravidez na adolescência. Tudo é abordado pela série.
    Arrisco em dizer que, dentre as enxurradas de canções regravadas pelo elenco ao longo dos 121 episódios, que renderam ABSURDOS 15 álbuns de estúdio, 1 ao vivo, 6 compilações, 32 EPs e 190 indicações a prêmios, tendo ganhado 76 deles, a minha preferida é Don't Stop Believing, do piloto, porque ela preza pela simplicidade e consegue ser memorável, ao mesmo tempo, além de, dentro do enredo do piloto, mostrar que os protagonistas permanecem seguros frente ao desconhecido. SIMPLESMENTE DEMAIS.






    Além disso, existem as performances, porque seria chato somente a cantoria. Desde dancinhas básicas à caracterização completa dos cantores e do cenário, Glee se destacou pelas danças e, por causa disso, nos deparamos com situações bem interessantes e, principalmente engraçadas.
    Por exemplo, na primeira temporada, o time INTEIRO de futebol dançou SINGLE LADIES durante o jogo, com direito ao Kurt entrar no time e fazer o último ponto.





    Por fim, o destaque vai pra os mashups, misturas entre canções de temas parecidos onde existe a alternância entre as letras quando for coerente.
    Por exemplo, no episódio de Haloween da segunda temporada, a performance de Thriller é o exemplo de tudo isso anteriormente citado.
    1° = É uma música que combina com Haloween
    2° = Os cantores estão caracterizados como zumbis e dançando no campo de futebol da escola, meio que simulando o espaço onde o clipe original se passou
    3° = A música é acompanhada por outra música que acaba complementando, HEAD WILL ROLL

    OUTRA PERFORMANCE INCRÍVEL.





    Fora que alguns episódios são dedicados exclusivamente a certo artista, como Britney Spears, The Beatles, Madonna, Katy Perry e Lady Gaga, sendo que essas duas foram as responsáveis por um episódio da quinta temporada onde o clube se dividiu entre quem gostava da Gaga e quem gostava da Katy.






    Infelizmente, nem tudo na série foram flores e canções felizes. A partir da quarta temporada, a mudança repentina no elenco devido aos eventos do episódio final da terceira temporada, além da constante alternância entre Lima e Nova York (novatos e originais, respectivamente) acabou fazendo a audiência cair e o triângulo amoroso forçado não ajudou muito, apesar de ter ajudado a garantir a quinta temporada. Porém, a pior das tragédias ainda estava por vir.




    Em 13 de Julho de 2013, Cory Monteith, o Finn da série,  foi encontrado morto no hotel onde estava hospedado. A causa da morte foi overdose. A notícia pegou todos de surpresa, principalmente o elenco do show, mais especialmente Lea Michelle.
    Lea estava namorando Cory a partir da terceira temporada da série e eles já estavam com planos de se casarem antes do ocorrido.





    Mas a série seguiu e a Fox logo fez uma homenagem ao ator veterano, o que rendeu o episódio 3 da quinta temporada, " The Quarterback".
    O episódio girou em torno de uma pergunta: " Como você lida com o luto?" e se provou o episódio mais emocionante da série porque não havia sentimentos representados, porque dava pra ver o sofrimento nas performances de cada um, mas não se pode negar que as performances de Santana e Rachel foram as mais emocionantes.




    O show continuou, mas o fim já estava próximo, foi anunciada a finalização da série, os últimos 13 episódios para encerrar a série do jeito que ela começou, brilhando. E ela conseguiu.
    A sexta temporada teve a proposta de um "recomeço", um "retorno às origens", já que, durante as temporadas 4 e 5, havia a alternância entre os membros originais em Nova York ou Lima, seguindo suas vidas, e o novatos na escola.




    Devido aos eventos finais da quinta temporada, a sexta começa com Rachel voltando para casa e encontrando SUE SYLVESTER COMO DIRETORA e o clube Glee extinto, cabendo a ela e Kurt, junto com os originais, reconstruirem o clube e achar novos membros em uma escola que já não sabe mais o que é arte.

    Enredo à parte, a temporada final, ao longo dos 11 episódios se vê o desenvolvimento de um elenco forte, de novatos bem determinados e muita cantoria, sendo que, na minha opinião, essa terceira geração de gleeks são melhores a segunda geração (temporadas 4 e 5) e NÃO TEM UM TRIÂNGULO AMOROSO FORÇADO. Amém.




    Com direito a uma performance de Let It Go com Rachel:




    "Mas Gian, vc não tinha dito que essa temporada tinha 13 episódios?"

    Na verdade tem 13 episódios sim, mas os dois últimos não focam no novo elenco, mas foca no encerramento da história dos protagonistas da série.

    "2009" prima ao recriar o piloto para contar os motivos que levaram cada um ao clube Glee e o desenvolvimento da amizade entre eles, com direito a uma recriação de Don't Stop Believing (como eles conseguiram recriar o Finn, isso eu não sei, mas eles conseguiram)




    "Dreams Come True" O series finale. Avanço de 5 anos no tempo e nós vemos a evolução definitiva dos protagonistas. Rachel com seu Grammy. Mercedes abrindo o show da Beyoncé. Sue vice-presidente dos EUA. Kurt e Blaine juntos finamente como produtores da Broadway. E uma cena final que homenageou a série como um todo, deixando uma mensagem importante para todos nós losers:




    "Veja o mundo não como ele é, mas como ele deveria ser". Fim.


    Confesso que nunca passei da primeira temporada da série ( tô até assistindo) mas eu me lembro da primeira vez que eu assisti Dreams Come True. Era domingo de manhã. Cedinho. Tava de boas na rede. Ligo a TV. Vou passando pelo guia quando vejo algo que há muito tempo não ouvia falar: Glee. Eu assisti o episódio sem saber que era o fim, mas eu me sentia bem porque cantar era uma coisa que eu gosto muito.
    Pra mim, a cena de despedida da Sue pro Will com a performance de "The Winner Takes It All" foi a melhor.
     
    Enfim, foi uma grande série.
    Memorável, por se assim dizer.
    E, pra encerrar o artigo, aqui está a minha lista de músicas preferidas da série:
     

    Minhas músicas preferidas:

    Don't Stop Believing (temp. 1 e 5)
    Thriller + Heads Will Roll
    Love you like a love song
    Seasons of Love
    Empire State of Mind
    Thousand Years
    (I've had) The Time of My Life
    The Scientists
    Somebody to Love (Queen)
    Home
    Umbrella + Singing in the Rain
    Toxic


    (https://www.youtube.com/playlist?list=PLFrKJa0BOJqwjq0p6tqTRjc-TgTq9v1NL / link pra playlist, pq não tenho paciência pra colocar cada vídeo)



    "Erguam seus copos, mesmo com o eclipse total do coração, recomeçe, volte para casa, lembre-se de tudo que te fez feliz, dos amigos, das risadas e brigas usadas para medir o ano que está passando, e dê tudo de sí, porque OS SONHOS SE REALIZAM e SER PARTE DE ALGO ESPECIAL TE TORNA ESPECIAL"
     
    Gian Luca/Glee – 2016


    T.F.Challenge:




    Última edição por Giant Luck(a) em Sex 07 Out 2016, 23:17, editado 1 vez(es)
    avatar
    NateDamasca
    Membro Nv.31
    Membro Nv.31

    Karma Karma : 176
    Posts Posts : 332

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por NateDamasca em Qui 01 Set 2016, 20:48

    @Giant Luck(a) Sai do Glee e vai ver anime, que é melhor.


    Última edição por NateDamasca em Ter 06 Set 2016, 17:19, editado 1 vez(es)
    avatar
    Andy
    The Messiah
    The Messiah

    Karma Karma : 497
    Posts Posts : 2960

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Andy em Sex 02 Set 2016, 00:09

    Sdds ser Gleek

    No médio eu assistia muito com meu colega de escola, cheguei até ver o filme nos cinemas, além de ser um ótimo incentivo para me assumir como Bi e ver como eu era realmente, sempre vou amar essa série. <3
    avatar
    Brake
    Administrador
    Administrador

    Karma Karma : 1550
    Posts Posts : 3712

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Brake em Ter 06 Set 2016, 17:17

    Ótimo tópico, Gian!

    Confesso que nunca fui muito com a cara da série porque... não sei, acho que é too much 12 years old-like series para mim auehuahea Mas pode ser preconceito meu também -q

    Tenho uma amiga que é fã demais desta série, pelo jeito que ela falou acho que já devem ter cantado umas 1000 músicas porque quase toda música que um outro amigo meu mostra para ela a mesma logo solta "heey, ouvi isso em Glee".
    avatar
    Hoshi no Kirby
    Dream Lander
    Dream Lander

    Karma Karma : 406
    Posts Posts : 871

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Hoshi no Kirby em Ter 06 Set 2016, 17:21

    Excelente tópico, como sempre, Gian! Glee parece ser uma série bem interessante mesmo!

    Eu não sou muito de assistir séries, mas essa realmente parece ser muito boa!
    avatar
    Simplesmente Gian
    Veterano Nv.22
    Veterano Nv.22

    Karma Karma : 298
    Posts Posts : 936

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Simplesmente Gian em Ter 06 Set 2016, 17:33

    @Brake 15 álbuns de estúdio, 1 ao vivo, 6 compilações e 32 EPs. Se não tiverem chegado às 1000 músicas, eles chegaram perto. Depois me apresente sua amiga.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Glee: a música e a escola andando de mãos dadas

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 14 Dez 2017, 00:38