Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Compartilhe
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Ismatash em Qua 04 Dez 2013, 16:03

    Bom pessoal, este é um post do meu novo blog, estou disponibilizando aqui na tentativa de divulgar o site '-' Espero que gostem da matéria (Link do blog: Arte Gamer)
    ______________________________________________________________________

    Há algumas décadas atrás, os jogos de vídeo-game apresentavam enredos extremamente simples, contados muitas vezes apenas pelos pequenos manuais que vinham junto aos cartuchos. Era papel do jogador imaginar a história, estar sempre ciente do que estava acontecendo dentro do jogo, uma vez que não haviam as idolatradas cutscenes das atuais gerações para estar sempre gerando a emoção de se jogar e contando de forma mais simples os acontecimentos aos quais as ações do jogadores levaram.



    Os jogos de vídeo-games atuais, em sua maioria, fogem drasticamente do que antes era o padrão. E essas mudanças, diferente do que pensa a maioria, não se deu de forma alguma exclusivamente pela evolução tecnológica, mas sim devido a preocupação das indústrias em adquirir novos consumidores, atingir a massa, ao qual prefere sem dúvidas, um jogo cinematográfico repleto de imagens bonitas de se ver e de uma gama de cutscenes com lutas e explosões.

    Com isso não digo de forma alguma que tornar um jogo visualmente bonito seja algo errado, muito pelo contrário, o visual bem trabalhado de um jogo é sem dúvida um ponto forte, que aliás, equivalem a boa capacidade de um mestre ao descrever uma ventura em uma mesa de RPG. Não me refiro também que cutscenes durante as histórias sejam algo errado. A questão que trato aqui é em relação ao tratamento exagerado ao que não é jogável em um jogo, nos jogos, vivenciamos uma aventura, não assistimos ela, sofremos o que o personagem sobre, imergimos naquele mundo através da jogabilidade e não nas imagens. E além disso, existe também uma grande importância em criarmos nossas próprias emoções e euforias em relação a história, a qual aos poucos vem sendo substituída pelas sensações prontas trazidas pelas cutscenes, com a ação e tensão que deveria ser jogável e não assistida.



    Começo com um exemplo mais antigo, um jogo lançado originalmente para Game Boy e remasterizado no Game Boy Color, pertencente a uma das franquia mais famosas da Nintendo; The Legend of Zelda: Link's Awakening (imagem acima) consegue, com pouquíssimas cutscenes durante toda sua duração, introduzir de forma perfeita a sua história na mente dos jogadores. As informações dadas pelos personagens encontrados nos cenários somada as informações apresentadas como arquivos dentro do próprio enredo encontradas nas fases, e as poucas cutscenes, que quase sempre trazem, não parte da história, mas sim um enigma, são o suficiente para imergir de forma completa o jogador no mundo do jogo. Enquanto as emoções surgem a partir de uma mistura perfeita das músicas, da jogabilidade, da relação que o jogador cria após tantas horas enfrentando os desafios e obviamente, pelo visual, que mesmo sendo pobre tecnologicamente falando, descreve perfeitamente o cenário no qual o jogador vive a vida do personagem. E o mais interessante de tudo isso é que, por mais que se trate de um jogo antigo, não há quem possa dizer que a falta do exagero cinematográfico ocorre graças as limitações tecnológicas da época, um dos sucessores deste jogo, o aclamado The Legend of Zelda Ocarina of Time, lançado originalmente para Nintendo 64 e remasterizado para Nintendo 3DS, consegue refazer de forma espetacular toda a sensação de jogar seus antecessores, porém com a vantagem ter possuído maior tecnologia em sua produção. Assim como The Legend of Zelda: Link's Awakening, possui poucas cutscenes, e tem sua história introduzida quase que totalmente na jogabilidade, e as sensações emotivas sofridas pelo jogador ocorrem justamente quando ele tem o personagem sob seu controle.



    Há também, jogos em diversos outros gêneros que se consagraram sem a necessidade de tornarem-se filmes interativos, dentre eles cito um FPS lançado em 1993 para computadores, o famoso Doom (imagem ao lado), jogo o qual conseguia passar toda a sua emoção com apenas alguns textos e muita jogabilidade.


    Como fica fácil perceber, aos poucos os jogos tornam-se cada vez mais cinematográficos e menos vivenciáveis através da jogabilidade, e como dito anteriormente, isso tem um objetivo, atrair os que não estão interessados em se aprofundar na literatura interativa dos jogos mais clássicos. E por isso, deve-se levar em conta que os jogos cinematográficos não são um problema, e se um novo gênero, uma nova forma de "jogar", destinada aos que estão mais interessados em explosões, gráficos e violência, gênero o qual eu denomino: Jogos Casuais. Contudo, por mais que há quem goste deste tipo de jogo, devemos lembrar que vivemos numa sociedade capitalista, e as indústrias de vídeo-games em sua maioria, estão preocupadas unicamente em vender. Ou seja, jogos ao bom e velho estilo clássico vão desaparecer com o tempo. Aos poucos as antigas empresas responsáveis pelo que até então era considerado vídeo-game de verdade, serão substituídas por aquelas que focam em criar jogos massivos, repleto de filmes e qualidade gráficas. 

    Como um exemplo claro de um jogo que abandonou sua origem para atingir a massa, temos a famosa franquia Resident Evil, que graças as decisões tomas pela Capcom, deixou o público hardcore de lado, e passou da água para o vinho do vinho para água, na tentativa de atrair o público casual com sua jogabilidade massiva e repleta de efeitos gráficos, enchendo os olhos daqueles que entram numa loja de games em busca do jogo que possua a arte da caixa com a maior quantidade de armas, monstros, violência e caras musculoso ou mulheres quase nuas.


    O jogos cinematográficos não passam de uma opção mais rentável e fácil para as empresas que tem o único objetivo de obter lucro. E como todo entretenimento no qual o indivíduo não se torna nada além de um telespectador, vende absurdos em meio a massa.

    Os jogos ficam cada vez mais fáceis, cada vez mais curtos, as cutscenes tornam-se tão valorizados quanto a parte jogável, e as vezes, chegam a se tornar o foco. 
    Resta ao nós, os verdadeiros jogadores hardcore, optar sempre pelos jogos produzidos por empresas que pensem na qualidade do produto e que trabalham detalhe por detalhe com o objetivo de criar algo que venda por mérito devido a sua qualidade.


    Última edição por Ismatash em Qua 04 Dez 2013, 18:05, editado 1 vez(es)
    avatar
    pikachuboy'
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 649
    Posts Posts : 2349

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por pikachuboy' em Qua 04 Dez 2013, 16:19

    Para debater: Alguem já percebeu que nessa 7ª Geração os graficos foram melhores porém o tempo de jogo foi bem menor?

    Só comparar God Of War 3 com os GOW do PS2.
    avatar
    Omnimon
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1869
    Posts Posts : 3094

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Omnimon em Qua 04 Dez 2013, 16:19

    Para mim o maior declínio da industria.

    @PikachuBoy

    N só em tempo de jogatina, sejamos francos God of War 1 e 2 da de 10 a 0 no God of war 3 e este ultimo que saio. No 1 e 2 o jogo apresentava n apenas historia muito melhor, mas também genialidade para tentar quebrar as barreiras que o PS2 tinha o que torno os 2 primeiros jogos épicos e os dois de PS3 alguma coisa bem distante de épico talvez bonzinho para n ser mau com eles.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Convidado em Qua 04 Dez 2013, 16:23

    Pra mim perfeito são os jogos que conseguem conciliar o 'jogo simples' com o cinematográfico. Tomb Raider, BioShock e Zelda [a partir do SS] são alguns exemplos.
    avatar
    gamersvidrados
    Veterano Nv.7
    Veterano Nv.7

    Karma Karma : 170
    Posts Posts : 551

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por gamersvidrados em Qua 04 Dez 2013, 16:25

    Sinceramente, gostaria que as coisas voltassem a ser como eram na época do Super Nintendo (não em questão de gráficos, mas sim a qualidade e durabilidade dos jogos).
    avatar
    Mastxadows
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1471
    Posts Posts : 3903

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Mastxadows em Qua 04 Dez 2013, 16:29

    Sinceramente,irrita bastante um jogo com muitas cutscenes e pouco jogo,Asura's Wrath por exemplo.
    Mas tem os que todos amamos como Metal Gear 4.
    Eu gostaria que fosse como na época NES,SNES,onde você pegava o jogo colocava no console e jogava ao invés de um tutorial chato e irritate e cutscenes intermináveis.
    Eu acho sim que jogos cinematográficos sejam uma coisa ruim.
    avatar
    Mostarda com Limão
    Veterano Nv.6
    Veterano Nv.6

    Karma Karma : 138
    Posts Posts : 545

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Mostarda com Limão em Qua 04 Dez 2013, 16:37

    Como já dito, esses benefícios de usar de muitas cenas que aparecem nos jogos atuais são fruto de uma evolução tecnológica. São pioneiros de uma nova geração que utiliza animações em games, ainda mais agora com imagens HD. No passado não havia tanta exploração porque não tinha tais recursos na época. Ora, quem não pensou que uma das maravilhas em comprar um 3DS fosse assistir cenas de games em 3D? Quem não se encantou com as cenas do primeiro Mario Galaxy? E vários outros jogos seguiram com belíssimas animações como Injustice: Gods Among Us e os Final Fantasy atuais. A respeito da situação "Há mais cena do que jogo" é tudo questão de tempo até eles se aprimorarem, uma vez já dita que são pioneiros em usar tais recursos.

    Duco
    Veterano Nv.33
    Veterano Nv.33

    Karma Karma : 845
    Posts Posts : 1210

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Duco em Qua 04 Dez 2013, 16:38

    É só conciliar, como já falaram. The Last of Us nesse sentido é simplesmente perfeito, não só o jogo é muito bom como soube contar a história de forma excelente.

    Jogos da Blizzard, como Starcraft e Diablo, todos os cinematics ajudam DEMAIS a você entrar no mundo que eles criaram. É tudo uma questão de equilibrar o uso dos recursos.
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Ismatash em Qua 04 Dez 2013, 17:08

    A crítica não é às cutscenes em si, e sim ao fato de tirarem do jogador o papel de imaginar. Deixamos de vivenciar a história para sermos telespectadores dela.
    avatar
    Cortex
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 612
    Posts Posts : 2500

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Cortex em Qua 04 Dez 2013, 17:12

    Um Jogo:

    Metal Gear Solid...

    Vlw flw. -nn

    Se a desenvolvedora saber conciliar o jogo com temáticas cinematográficas com a jogabilidade in-game, além do jogo tem que ser 10. Meu caro... pra mim é candidato pra ser um Goty (pramim)

    Pra falar a verdade desde do NINJA GAIDEN tem essa temática cinematográfica inserida no jogo e o jogo é top (só é dificil pra caralh*), comentei ninja gaiden pq é o mais antigo que conheço que possui.

    Duco
    Veterano Nv.33
    Veterano Nv.33

    Karma Karma : 845
    Posts Posts : 1210

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Duco em Qua 04 Dez 2013, 17:17

    @Ismatash escreveu:A crítica não é às cutscenes em si, e sim ao fato de tirarem do jogador o papel de imaginar. Deixamos de vivenciar a história para sermos telespectadores dela.
    Mas ai é uma questão dos jogos deixarem o que imaginar, no próprio The Last of Us eu tenho muita vontade de que lancem logo outro jogo contando outras perspectivas relacionados ao mundo, você encontra muitos objetos, pessoas, frases em paredes que lhe fazem pensar o que aconteceu ali e tantos outros detalhes.

    Se o jogo tem a intenção de lhe contar uma história ele precisa ser objetivo e convincente ao fazer isso, e quando bem feito é algo excepcional, e só no fim dessa geração que começou a aparecer jogos que realmente souberam fazer isso com maestria, tanto no gameplay quando na dublagem e atuação.
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Ismatash em Qua 04 Dez 2013, 17:21

    Acredito que nesse caso varie de opinião para opinião. Quando se joga Metal Gear e Ninja Gaiden a sensação que se tem é de ser um telespectador, você vai desbloqueando história, a qual se organiza assim como um filme. Sim, pode ser divertido, mas, será se isso não passa de um filme que te obriga a desbloquear história ao invés de te colocar em busca dela? Será se as fases não são algo usado simplesmente para prolongar o jogo? Pense da seguinte forma, um spoiler sobre Metal Gear pode simplesmente arruinar boa parte da emoção do jogo, enquanto um spoiler de Zelda Links Awakening simplesmente de adianta um informação, mas, não corta a emoção, pois esta se encontra na jogabilidade.
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por ari789 em Qua 04 Dez 2013, 17:22

    Não vejo problema nos gráficos cinematograficos lol , é bom ver um jogo sem serrilhado e efeito quadradão kkkk

    o problema é eles não se focarem apenas em gráfico , gráficos são essenciais claro , mais também tem que se focar na jogabilidade , historia etc...

    Teva tanto jogo por ai que so tinha gráficos e nada mais...

    Um jogo com gráficos ótimos , longo , com ótima historia e jogabilidade séria perfeito.
    avatar
    El Buga
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3662
    Posts Posts : 3048

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por El Buga em Qua 04 Dez 2013, 17:29

    Me abstenho de opinar, porque essa tendência é uma das coisas que mais ODEIO nos jogos de hoje. Então a minha opinião mais elaborada seria um bocado mal-educada. Laughing

    Basicamente: eu quero jogar e não assistir.
    avatar
    Arthimura
    Veterano Nv.8
    Veterano Nv.8

    Karma Karma : 343
    Posts Posts : 577

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Arthimura em Qua 04 Dez 2013, 17:31

    Cada jogo tem uma proposta diferente. Alguns jogos oferecem uma experiência cinematográfica com foco na história e narrativa, e outros buscam criar uma experiência marcante através do gameplay.

    São apenas propostas diferentes, não se trata de certo e errado ou melhor e pior. A indústria de jogos seria muito chata se todos os jogos tentassem criar experiências cinematográficas o tempo todo, da mesma forma como seria muito chata se todos os jogos focassem apenas no gameplay. Diversidade de propostas só trás benefícios.Smile 

    Por exemplo, a série Souls e a série Metal Gear são bastante diferentes nesse ponto, e são duas das minhas séries favoritas. A série Souls é tão marcante porque apresenta um gameplay único e uma atmosfera fantástica, com uma história mais subliminar com poucos diálogos e cutscenes. Já a série Metal Gear Solid sempre teve um grande foco na história, nos diálogos, desenvolvimento dos personagens, cutscenes, etc. Uma proposta é melhor que a outra? Não, depende só do gosto do jogador e do que a pessoa deseja no momento.


    Última edição por Arthimura em Qua 04 Dez 2013, 17:32, editado 1 vez(es)

    Conteúdo patrocinado

    Re: Jogos Cinematográficos: Evolução tecnológica ou declínio de qualidade?

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 15 Dez 2017, 00:21