Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Micro Review] Twisted Metal 2

    Compartilhe
    avatar
    pablogramazio
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 17
    Posts Posts : 80

    [Micro Review] Twisted Metal 2

    Mensagem por pablogramazio em Seg 10 Jun 2013, 11:00

    Pequeno texto postado originalmente no Alvanista.
    Link: http://alvanista.com/games/playstation/twisted-metal-2/reviews/143953/a-fascinante-destruicao

    ...

    Muitos seres humanos - principalmente, e não vou discutir os motivos disto aqui, os do sexo masculino - possuem uma gigantesca fascinação por automóveis. A indústria dos games sempre se valeu disto, afinal, um mercado com tamanho potencial não poderia passar despercebido. Mas, e se a paixão por carros transposta para o mundo dos jogos virtuais não fosse mais o bastante, e ganhasse um adendo extra à sua fórmula, uma outra coisa que fascinasse as pessoas tanto ou até mais que ela própria? Sim, falo da tão polêmica violência. Não que Twisted Metal 2 tenha sido o primeiro a fazer essa ligação, afinal, além de pelo óbvio motivo de ser uma continuação, a violência em games de corrida sempre existiu - aliás, sempre existiu em qualquer gênero, em maior ou menor número, na forma de sangue jorrando ou se uma simples competição qualquer. A diferença aqui é a maneira com que ela é usada e mostrada, pois o que antes ficava escondido, agora vai ser escancarado e satirizado sem vergonha ou pudor, como foi feito também em Carmageddon, e ainda mais, pois aqui não é uma simples corrida, e sim uma arena onde máquinas de alto poder bélico se digladiarão com tiros, mísseis, bobas e etc. E essa arena pode ser qualquer lugar do mundo - retratado conforme a a criatividade da equipe do game, e não da chata realidade -, com moradores e monumentos históricos só esperando para serem feitos em pedaços, com direito a boas risadas por parte do jogador após o ato. Quer coisa melhor que isso?

      Data/hora atual: Qui 19 Out 2017, 14:33