Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Lista reúne curiosidades do Game Boy, popular videogame dos anos 90

    Compartilhe
    avatar
    Chazzy
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1787
    Posts Posts : 7415

    Lista reúne curiosidades do Game Boy, popular videogame dos anos 90

    Mensagem por Chazzy em Seg 11 Jan 2016, 10:30

    Então, trazendo hoje mais um tópico da série "lista de curiosidades que encontrei na TechTudo", hoje postaram curiosidades sobre o Game Boy, como de costume vou colocar o link da fonte no final do tópico pra quem quiser conferir a postagem original!

    ---------------------------------------------------------------------------------------------------------

    O Game Boy foi um dos primeiros consoles portáteis fabricados e, devido à longa vida útil, excelente construção e boa dose de bizarrices, ele coleciona, além de jogos, algumas dos fatos mais inusitados do mundo dos games. O TechTudo preparou a lista com as 10 maiores curiosidades do videogame da Nintendo. Confira:

    1 – Não foi o primeiro console portátil com cartuchos

    Por ser bastante antigo, muita gente pensa que o Game Boy foi o primeiro console portátil a ter cartuchos com jogos. Entretanto, o troféu de pioneiro fica com o Microvision, da Milton Bradley Company, lançado em 1979.

    Mas o Microvision não era exatamente um console portátil. Na realidade, ele atuava apenas como uma “carcaça” com tela de cristal líquido e deixava todo o processamento para os cartuchos.


    Por possuir vários problemas, dentre eles, um que deixava a tela toda preta em pouco tempo, a produção do console portátil demonstrava a dificuldade para construir algo barato e portátil naquela época. O Microvision foi rapidamente abandonado em 1981.

    2 – Duração de pilhas inacreditável

    Quando decidiu entrar no mundo dos videogames, a Nintendo já era uma empresa bastante antiga. A ideia de explorar novos horizontes, transformando dramaticamente um mercado, faz parte da DNA da companhia japonesa.


    A fabricante do então Nintendo 8 bits, decidiu apostar em um console portátil com cartuchos. O mundo já esperava algo no estilo do Microvision, ou seja, com vários problemas, dentre eles, o mais comum da época: o consumo excessivo de energia. Mas o Game Boy surpreendeu por possuir duração das pilhas maior do que os concorrentes. Mesmo consoles portáteis lançados posteriormente não conseguiam competir com a eficiência do Game Boy.

    3 – Mario não foi o primeiro hit do Game Boy

    Licenciar Tetris, um jogo de enorme sucesso, mas bastante desconhecido devido à “cortina de ferro” da então URSS, foi tarefa complicada. Especula-se que a negociação foi acirrada, pois o jogo vazou antes do tempo em versões clandestinas para MS-DOS, Apple II, Macintosh e outros. Para piorar a situação, o desenvolvedor Robert Stein negociou o direito do game com diversas empresas, inclusive com a rival Sega.


    Foi a mente empreendedora de alguém fora da cúpula da Nintendo que fez o presidente da companhia reconhecer o potencial do jogo. Ele afirmava que Mario Land, atrairia apenas garotos, mas Tetris era um jogo que qualquer pessoa queria jogar.

    Apenas depois de assegurar os direitos até mesmo sobre clones do jogo, foi que a Nintendo decidiu lançar o jogo junto com o Game Boy, ao invés de Mario Land, que já está inclusive pronto. O risco valeu à pena e Tetris, junto com o Game Boy, virou sinônimo de diversão

    4 – Sucesso estrondoso antes dos smartphones

    Jogabilidade casual, larga audiência e até pessoas idosas jogando videogame é algo natural atualmente. Mas foi apenas com o Game Boy que pessoas de diferentes idades e estilos de vida começaram a jogar videogame.


    O sucesso do console entre o público feminino foi algo sem precedentes para o mercado. Até então, videogame era “brinquedo” de menino, mas como 46% dos donos de Game Boy eram mulheres, a Nintendo precisou reorganizar as estratégias de Marketing.

    5 – Game Boy no espaço

    Em 1993, o sucesso do Game Boy estava consolidado em praticamente qualquer continente e, inclusive, o portátil da Nintendo chegou até mesmo ao espaço. Durante uma das missões do programa espacial russo, o astronauta Aleksandr Serebrov, levou o videogame junto para se distrair entre uma atividade e outra.


    Parece algo trivial, mas a mudança de gravidade poderia comprometer o funcionamento do dispositivo, mas o aparelho aguentou muito bem a viagem.

    6 – Sobrevivente de guerra

    Durante a Guerra do Golfo (1990-1991), um soldado americano teve o seu acampamento bombardeado e entre os pertences estava o Game Boy. De forma surpreendente, o videogame não apenas “sobreviveu” ao ataque como ainda funciona até hoje. Atualmente o dispositivo está em exposição no Nintendo World Store em Nova York.


    7 – Uso de acelerômetro muito antes de iPhone e Android

    Antes mesmo de existir qualquer espécie de smartphone popular, o Game Boy já reinava como um dos primeiros dispositivos a utilizar acelerômetro para controlar o personagem de um jogo. Em Kirby Tilt ‘n’ Tumble, a missão do jogador era conduzir a bola rosa por caminhos estreitos apenas inclinando o portátil.


    De fato, o Game Boy não era equipado com acelerômetro, pois o recurso pertencia ao Kirby Tilt ‘n’ Tumble. A habilidade de acrescentar novas funcionalidades por meio de cartuchos não ficou restrita aos jogos. Com o passar o tempo, e a criatividade dos desenvolvedores, o Game Boy tornou-se um dispositivo com funções muito além de apenas rodar games.

    8 – Dj Boy

    Os consoles da Nintendo sempre foram famosos pelos chips de áudio. Com o NES, se popularizou o termo “Chiptune”, usado para designar o som característico usado pelo console. Utilizando cartuchos especiais para o Game Boy, entusiastas conseguiam criar músicas apenas por comandos alfanuméricos.


    9 – Pocket Sonar permitia localizar peixes de verdade

    Além de videogame e sintetizador de música, o Game Boy foi um dos aparelhos com utilidades bastante diversificadas. Praticamente um presságio do que se tornariam os smartphones da atualidade.


    Há uma verdadeira infinidade de gadgets e acessórios estranhos que podiam se acopladas no Game Boy, de impressoras portáteis a câmeras monocromáticas. Mas nada é tão estranho quanto usar o videogame para localizar peixes na água até 20 m de profundidade. É possível visualizar, a localização dos animais na tela do Game Boy.

    10 – Sucessor bizarro

    Com o sucesso estrondoso de mais de 100 milhões de unidades vendidas, parecia que nada poderia dar errado em relação à Nintendo e ao mercado de portáteis. Depois do sucesso do Game Boy original, vieram as versões Pocket, Light e Color.


    Mas antes do lançamento do Game Boy Pocket, a Nintendo lançou outro portátil que não fez sucesso algum. Anunciado como grande novidade, o Virtual Boy chegou ao mercado em 1995 e saiu de linha no mesmo ano. A quantidade de falhas era diversa e além de possuir problemas de design, o console ainda causava dores de cabeça em quem jogava por muito tempo.

    Fonte: TechTudo
    avatar
    vits
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2542
    Posts Posts : 4922

    Re: Lista reúne curiosidades do Game Boy, popular videogame dos anos 90

    Mensagem por vits em Qui 14 Jan 2016, 17:56

    Conhecia todas as curiosidades, mas não deixa de ser um artigo interessante, de um dos (se não o melhor) portátil já feito. Smile
    avatar
    Dv_At
    Membro Nv.5
    Membro Nv.5

    Karma Karma : 21
    Posts Posts : 78

    Re: Lista reúne curiosidades do Game Boy, popular videogame dos anos 90

    Mensagem por Dv_At em Ter 23 Fev 2016, 15:26

    Aí vai mais uma: o hardware de som do GB (2 ondas pulsantes, amostras PCM de 4-bit, 1 gerador de ruído, entrada de áudio pelo cartucho) continua dentro do GBA, apesar deste possuir som digital (de qualidade ruim, mas funcionava e era stereo).

    Conteúdo patrocinado

    Re: Lista reúne curiosidades do Game Boy, popular videogame dos anos 90

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter 22 Ago 2017, 11:48