Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Último dos designers veteranos de DKC: Returns (Wii) deixa Retro e vai para Armature Studio

    Compartilhe
    avatar
    bruno.martins.18659
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 1445
    Posts Posts : 1433

    Último dos designers veteranos de DKC: Returns (Wii) deixa Retro e vai para Armature Studio

    Mensagem por bruno.martins.18659 em Sex 07 Jun 2013, 21:54

    Vasculhando a internet, a equipe do Kotaku percebeu pelo currículo online no LinkedIn de Tom Ivey que ele - desenhista sênior da Retro Studios - deixou a desenvolvedora onde trabalhava e se juntou a Armature Studio. Este foi o mesmo caminho realizado por seus colegas Mike Wikan e Kynan Pearson, outros dois desenhistas sêniors da Retro que trabalharam com Donkey Kong Country: Returns original para o Wii.

    O Armature Studios foi criado por, também, três ex-membros do Retro Studios em 2008, Todd Keller (diretor de arte), Jack Mattews (engenheiro de computação) e Mark Pacini (desginer). Este último, em Abril, concedeu uma entrevista ao portal GameInformer sobre Batman Arkham Origins: Backgate (3DS/PSVita), jogo o qual atualmente é diretor do desenvolvimento.



    Naquela oportunidade Mark deu algumas declarações polêmicas deliberadamente com objetivo de chamar a atenção, como dizer que todos os jogos Metroid Prime eram porcarias ("sucks", no original). Algo que nem o Sonysta mais fiel teria coragem de dizer. No entanto, algo pôde se salvar da entrevista. Na seguinte declaração ao ser questionado sobre sua saída da Retro Studios:

    "Eu fiquei lá por oito anos. Quando você trabalha para a Nintendo, a Nintendo é uma empresa maravilhosa. Eles são fantásticos para se trabalhar. É um trabalho difícil e desafiador, mas recompensador ao mesmo tempo. Mas fora isso, há um número limitado de coisas que você pode fazer na Nintendo. [...] Você, mais ou menos, trabalha em jogos que eles gostariam que você trabalhasse, então, depois de fazer três desses jogos em seqüência, nós realmente queríamos fazer coisas diferentes. [...] Nós nunca poderíamos trabalhar, obviamente, no Playstation Vita mas até mesmo no 3DS - o portátil da Nintendo não era plataforma para qual o Retro estava direcionado."

    De acordo com Mark Pacini, dentro do Retro Studios, subsidiária da Big N, ele não poderia sequer trabalhar em outras plataformas da própria Nintendo. E isso pode ser percebido além das turva palavras do desenvolvedor. Este foi o caso de Metroid Prime: Hunters (DS) que teve apenas supervisão de arte por parte do Retro - que trabalhou em toda a série Prime -, sendo o desenvolvimento redirecionado para outra equipe dentro das equipes da Nintendo (a Nintendo Software Technology).

    A Nintendo realizou uma reorganização interna no final do ano passado, unificando as divisões de portáteis e de consoles de mesa. No entanto, esse cerceamento das possibilidades de trabalho em uma área tão criativa quanto a criação de jogos pode ser fatal para manter a moral dos desenvolvedores em alta na equipe. Será que este ainda foi o motivo da saída de Tom Ivey, noticiada neste texto?

    Fonte:
    http://www.nintendoblast.com.br/2013/06/ultimo-dos-designers-veteranos-de-dkc.html
    avatar
    TheFate
    Veterano Nv.28
    Veterano Nv.28

    Karma Karma : 597
    Posts Posts : 1096

    Re: Último dos designers veteranos de DKC: Returns (Wii) deixa Retro e vai para Armature Studio

    Mensagem por TheFate em Sex 07 Jun 2013, 22:07

    Eu concordo com o quote do cara. Não, eu não estou dizendo "sim, a Nintendo faz isso", mas sim que é injusto um estúdio ficar preso à decisão dos engravatados, e não poder tomar suas próprias decisões. Não com 100% de liberdade, mas com alguma, como a que a RARE perdeu na Microsoft e, de certa forma, a Naughty Dog quando foi forçada a fazer um jogo sério e realista (embora pareça ter gostado depois :p)

      Data/hora atual: Ter 17 Out 2017, 04:06