Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Infinite Space leva o DS aos limites

    Compartilhe
    avatar
    sheltontristania
    Iniciante Nv.1
    Iniciante Nv.1

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 1

    Infinite Space leva o DS aos limites

    Mensagem por sheltontristania em Seg 19 Set 2011, 15:57




    Infinite Space

    Plataforma: Nintendo DS

    Produção: SEGA

    Desenvolvimento: Platinum Games

    Gênero: RPG

    Lançamento: 11 De Julho 2009 No Japão


    Aventura espacial no DS

    Confesso que fiquei impressionado com a pretensão da Platinum Games, e por que não dizer de sua tamanha ousadia, quando em Junho de 2008 tive acesso as ilustrações iniciais deste que se tornaria o mais ambicioso projeto da produtora para o portátil da Nintendo. Ora, na época nada mais fora divulgado sobre o imersivo RPG Infinite Lines (nome inicial do projeto) se não, duas pinturas e algumas promessas um tanto quanto cabeludas, que incluía a interação com 200 personagens, um complexo modo de edição de naves e equipamentos (num total de 150!) e o multiplayer competitivo via Wi-Fi. Por tanto e com tantas promessas era difícil imaginar um game com tamanha capacidade, devido a pouca experiência das produtoras em explorar os limites do Nintendo Ds. Produzido pela Platinum Games em conjunto com a SEGA, os estúdios Gonzo (o peso pesado dos animes) e Production Ig (responsáveis pelas cenas em anime que ajudam a contar o desenrolar da trama) Infinite Space (agora com nome definitivo) pode ser considerado o mais completo RPG de exploração e edição espacial que o DS recebeu, mas o fato é que com o passar do tempo, a SEGA divulgava imagens conceituais e aos poucos passou a revelar parte do sistema de batalha, abrangência e física do game. Os fans ficavam ainda mais ansiosos por novidades, até que em outubro de 2008 na badalada Tókio Game Show a SEGA revelou as primeiras imagens de batalha do jogo, em cenas de animes divididas em três vídeos que posteriormente estariam disponíveis No Site da produtora. Depois de diversos adiamentos em 11 de Julho de 2009(mais de um ano da sua aparição inicial) Infinite Spaces foi finalmente lançado no Japão, mas fica então a pergunta: Será que todas as promessas feitas no inicio da produção do game foram cumpridas?

    Rompendo limites no portátil da Nintendo

    Basicamente o game está estruturado em dois conceitos que formam a base da aventura, um deles é o completo modo de edição de naves na qual o jogador terá a sua disposição 150 tipos diferentes de naves para editar, estarão disponíveis também plantas aerodinâmicas, armas, peças e toda a sorte de “bugingangas” que possam ajudar o Jogador a “envenenar” sua nave. O outro conceito da aventura é o de exploração total das duas galáxias detalhadas no game, já que o jogador terá um vasto universo para explorar e uma gama imensa de personagens para interagir, como Já Mencionado, um total de 200 indivíduos. A estrutura gráfica do jogo é satisfatória e a maior parte da aventura é em 2D totalmente planejada e executada na tela inferior, enquanto que as batalhas rodam na tela superior em um 3D convincente, porém as cenas de batalha poderiam ser mais emocionantes e isso vale para as animações dos personagens em 2D que poderiam ser mais detalhadas, trazendo assim, mais imersão para a História. Os efeitos sonoros são satisfatórios e seguem a linha de trilhas orquestradas que dão mesmo conta do recado conseguindo transmitir Para o jogador a sensação de espaço sideral.

    Jogabilidade de outro mundo

    Mesmo se tratando da versão japonesa os comandos são simples e intuitivo, você visualiza a nave clica no ícone do inimigo que quer atacar, escolhe o ataque e pronto. Se preferir pode simplesmente ignorar o inimigo e continuar explorando a imensidão do espaço. O esquema tático do game lembra bastante os jogos de batalha naval e para avançar na aventura você precisa saber um pouco de Inglês ou Japonês (dependendo do seu cartucho) pois é preciso traçar estratégias precisas e muito, mas muito bem elaboradas para conseguir vencer as batalhas que ao desenrolar do game vão ficando mais difíceis. É preciso administrar cada setor da nave, bem como seus subordinados. Do cozinheiro ao mecânico, todos devem estar com um ótimo nível de afinidade, pois estes detalhes são decisivos na hora de combater os inimigos espaciais. O jogador ficará bastante ocupado explorando, conquistando e adquirindo melhorias para sua nave, e até chegar ao fim da aventura o indivíduo terá gasto aproximadamente 100 brilhantes e impressionantes horas de game, sem contar os extras, e troca de itens pela Nintendo Wi-Fi conection.

    Histórias que foram pro espaço

    A história de Infinite Space foi inspirada na novela “O fim da Infância” (Childhood’s End) do consagrado autor britânico Arthur C. Clarke (o mesmo de 2001-Uma odisséia no espaço) mas não se sabe ao certo até onde o livro de Clarke influenciou o enredo do jogo. O protagonista do game Yuri, é um pobre adolescente de 16 anos que sonha em explorar a imensidão do espaço e ser reconhecido como um excelente capitão. O desejo de Yuri é parcialmente atendido por uma mulher misteriosa, na qual Yuri salvara depois que sua nave explodiu em um combate, como recompensa a moça presenteia o jovem com uma Nave, e então Yuri convoca sua tripulação para voar pelo espaço. Com o decorre da história, o imaturo Yuri torna-se um hábil estrategista mas é claro que isso dependerá das decisões tomadas pelo jogador, por isso a elaboração da melhor estratégia de batalha será decisiva para o andamento da aventura.

    Sucesso espacial, versão ocidental

    A versão japonesa de Infinite Space fora lançada em 11 de Julho de 2009, e só para ter uma ideia da receptividade do game, somente na primeira semana foram vendidas quase 40 mil cópias! um sucesso de Público e crítica, com seu enredo profundo e imersivo, aliado ao completo modo de jogo, Infinite Space mostra a competência da Platinum Games, e da SEGA neste projeto. Provavelmente o Único Empecilho Para que este game não decole(literalmente) no ocidente, é o deplorável trabalho de dublagem, já Que a maioria dos RPG`S japoneses convertidos para o ocidente sofre desta Maldição. Fora isso, é quase certo que o DS recebeu mais um exclusivo e excelente RPG para a sua infindável lista de títulos do gênero. Quem jogou qualquer uma das versões sabe do que eu estou falando.


    SHELTON TEIXEIRA





    Última edição por sheltontristania em Qua 12 Set 2012, 16:28, editado 2 vez(es) (Razão : Nome do título é Infinite Space)
    avatar
    gsoares
    Veterano Nv.3
    Veterano Nv.3

    Karma Karma : 4
    Posts Posts : 465

    Re: Infinite Space leva o DS aos limites

    Mensagem por gsoares em Seg 19 Set 2011, 15:59

    O_O Excelente análise e bem vindo ao fórum.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Infinite Space leva o DS aos limites

    Mensagem por Convidado em Seg 19 Set 2011, 16:09

    Amigo, começou no Fórum com Tópico de Ouro!

    Parabéns, bem vindo ao fórum e excelente análise!
    avatar
    Caio621
    Membro Nv.15
    Membro Nv.15

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 178

    Re: Infinite Space leva o DS aos limites

    Mensagem por Caio621 em Ter 20 Set 2011, 09:55

    Já começou ganhando com certeza , faça mais analises e bem vindo ao fórum !!!!!! cheers

    Conteúdo patrocinado

    Re: Infinite Space leva o DS aos limites

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab 21 Out 2017, 01:18