Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Então... Mario Kart 8 é meu primeiro Mario Kart desde o N64

    Compartilhe
    avatar
    SCEA_Hardcore_Parody
    Membro Nv.3
    Membro Nv.3

    Karma Karma : 201
    Posts Posts : 54

    Então... Mario Kart 8 é meu primeiro Mario Kart desde o N64

    Mensagem por SCEA_Hardcore_Parody em Dom 08 Jun 2014, 04:08

    ===Tópico protegido com Avast Thread Security Anti Negatividade===
    ===Leve o choro, rancor, dores, amarguras e ódio para outro lugar===
    = = = = Reclamações devem ser dirigidas ao SAC da empresa = = = =

    Eu pulei todos os consoles da Nintendo após o N64. Aliás, me afastei de consoles em geral.
    Cheguei a cogitar o Wii, mas nunca me entrosei muito bem com o sistema e os controles, e deixei de lado.
    Volta e meia, muito raramente, alugava, pagando uma graninha até que alta, algum console tipo um 360 ou PS3 para algo muito específico como umas corridas mais arcade a la Forza ou um GTzão, ou apenas para testar um game muito falado no momento, quanto não estava de bem com meu PC. Meu contato com o Wii foi muitíssimo mais breve, apenas o suficiente para ver Xenoblade, Metroid Other M e Last Story e jogar por pouco tempo. Apesar dos games legais, não gostei do aparelho, principalmente o controle.

    Comprei o 3DS no ano de lançamento, mas não me interessei em Mario Kart 7, não acho muito legal jogar este tipo de game em portátil apesar de só ouvir falar bem do mesmo. Mas é aquilo: gostos e preferências. Tenho muitos games no aparelho e sempre o levo para o trabalho.

    Quando anunciaram o Wii U, sem nenhuma esquisitice (salvo o controle grandinho que só aparenta ser desconfortável na primeira vista), me interessei. Não me interessei criando expectativas absurdas como é meio comum, até porque não tenho grande apego à consoles por preferir PC. Só me atenho à exclusivos e ainda assim apenas se os mesmos forem bem bacanas.

    Não olhei ele pensando em jogar o próximo Company of Heroes ou o próximo Fallout, até porque um deles não tem cabimento em console e o outro cai melhor no PC. Mas em geral é isso.

    Quando o anunciaram, eu me interessei na possibilidade de regressar aos consoles de mesa tendo como justificativa atrativos consistentes, cartas "marcadas" como as franquias principais da Nintendo The Legend of Zelda, Mario Kart e Smash, as vezes Super Mario (nunca fui chegado em Mario 3D mas o World é muito maneiro e tem multiplayer 10), franquias "secundárias" das quais sou bem chegado como Metroid, um RPG japonês legal tipo Xenoblade, um game de terror inesperado, algum titulo exclusivo encomendado tipo um RE ou 101, coisas assim que sempre aparecem. Nunca tem só o trio e sempre tem novidades e novos titulos de franquias tradicionais.

    Comprei e fiquei muito tempo só com ZombiU, que foi o jogo que me fez pegar o aparelho no mês do lançamento na Flórida. Curti muito e deixei o videogame meio de lado, passava mais tempo no PC. Comprei consciente, não por hype. Comprei sabendo que o único jogo que tinha chamado a atenção era ZombiU. Apenas questão de ter o dinheiro, estar no local e comprar porque era cômodo e economicamente sensato para o momento. Mas só comprei porque sabia que teriam aqueles games hora ou outra e estava querendo voltar para os consoles dela.

    As vezes comprava um game só para add na biblioteca, para ligar o console volta e meia e jogar, e alguns que nem mesmo eram exclusivos visando viagens, fim de semanas fora, etc, ocasiões onde levaria o aparelho comigo. E nessa história peguei vários games tipo MH, Lego City, Revelations, Sonic Racing,  Wind Waker (nunca tinha jogado também), W101, Pikmin, Splinter, Tekken, e muitos outros. Alguns nem joguei ainda.

    Quando mostraram o 3D World eu torci o nariz mas quando saiu peguei e curti demais o game, e até amigos e amigas minhas que nem curtem games também gostaram de jogar para 4 pessoas. O game é muito bonito também, imagem limpinha e super cheio de cores vivas e detalhes. Os games desenvolvidos em HD pela Nintendo estão impecáveis e as vezes melhores do que os vídeos pré lançamento.

    Mas foi quando saiu esse Mario Kart 8, e mais especificamente hoje quando tive tempo de debulhar o game, que comecei a sentir que estava recebendo o que esperava do aparelho.

    O jogo apesar de meio serrilhado (é difícil para quem joga há muito tempo em PCs bem equipados não enxergar essas coisas de consoles), fica bom de longe e nem dá para ver muito as serras já que as cores do ambiente ajudam a mascarar bastante à certa distância. O jogo é bem bonito, muito fluido, muito colorido, cheio de efeitinhos e detalhes. Jogo ele na mesma 42" em que jogo games de PC da cama. Dá até para upar nossos gameplays no Youtube. Mostrei o game a uns colegas no facebook usando o recurso.

    Quando botei o game para jogar para valer, pensei em jogar apenas umas 3 horas e parar. Acabei virando a noite e a madrugada de sexta para sábado no jogo, as vezes com vontade de esmurrar a parede penando para conseguir 3 estrelas na Star Cup. Já havia me esquecido dessas barras que a gente tem que superar no MK.

    E hoje o mesmo se repetiu. Fui só checar com era o online. Procurei algum canto que tivesse algum campeonatinho ou grupo para jogar. Entrei com o código e joguei. E acabei perdendo toda a minha tarde nisso jogando com o pessoal que nem conhecia. E dei graças pelo online ser igual no PC, sem taxas. Basta pagar pela internet. O jogo não deu lag nenhum, mesmo com o tempo chuvoso aqui, o que geralmente afeta a rede.

    O jogo ao mesmo tempo que é muito acessível, visto que eu não jogava um titulo da série há muitos anos e joguei relativamente bem, é muito competitivo. Foi meio que a mesma sensação que tive no 3D World, onde você pode jogar for fun, mas se quiser ir fundo e tentar 100%, vai penar.

    Muitos itens diferentes, com efeitos diferentes, pistas diferentes e algumas até antigas mas refeitas. Musica maneira, um monte de personagens para escolher, karts diferentes, pistas muito doidas...
    Sinceramente, comprei o jogo full price com medo de ficar com aquela impressão de que estava pagando $60 em um jogo com cara de "índie" mas com nome grande, já que eu poderia estar meio cego pelos óculos da nostalgia ao relembrar de MK e MK64 como grandes jogos. Mas arrisquei e não me arrependi. O jogo realmente tem cara, conteúdo e pedigree de jogo grande e é um daqueles jogos bons tanto para jogar hardcore virando a noite como para jogar descompromissadamente entre o intervalo no expediente, depois da refeição ou naquele momento de insônia.

    Acabou que este fim de semana inteiro vou passar jogando isso, e ainda vou ficar lá do trabalho de olho no que vai ser anunciado essa semana na E3 pelo cel., esperando a hora de ir para casa jogar mais um pouquinho. Meu PC está oficialmente de férias por enquanto.

    É bem impactante para quem ficou tanto tempo longe dos jogos da Nintendo (salvo em emuladores, o que não conta porque enche-se de filtros e sextuplica-se a resolução interna de renderização) desde o 64 dar de cara nesses games assim 3 gerações depois, bem diferentes mas ao mesmo tempo muito familiares e sem errar a mão.

    Eu estou de olho em vários games da Nintendo que já foram anunciados e estou só aguardando. Estou bem satisfeito. Me lembra a época do 64 e do Play 1, época em que tinha interesse nos consoles porque tinham muitos e muitos games únicos e diferentes um do outro. Comprei um por Zelda OoT/MM, Smash, Poke Stadium, Turok, Golden Eye, Perfect Dark, MK, e o outro por FF7 e  9, Resident 123, Dino Crisis, Driver, Gran Turismo...

    Tive interesse nas plataformas por estes games. Fiquei nas plataformas por vários outros. Essa é a sensação que o U também me passa.

    Para não fazer do tópico algo unilateral, gostaria de perguntar de qual plataforma vieram, se estão/estavam há muito tempo afastados de consoles da Nintendo ou de consoles em geral (excluindo os portáteis), quais são seus sentimentos sobre isso no momento e se este game ou algum outro game lançado teve efeito similar em vocês.

    Mas tudo isso sem ser babaca e sem console war ou negatividade. Tópico feliz e abençoado pelo poder da alegria, fazendo o favor.

      Data/hora atual: Dom 20 Ago 2017, 10:54