Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Compartilhe
    avatar
    Felipe Fabricio
    Great Revival
    Great Revival

    Karma Karma : 2182
    Posts Posts : 7565

    Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Felipe Fabricio em Sex 30 Nov 2012, 20:01

    [img]http://oiboi.files.wordpress.com/2012/11/hk97.png[/img]

    As pessoas comumente dizem que o pior jogo do SNES foi [i]Captain Novolin.[/i]Longe de ser um jogo bom,claro,mas não é o pior.O pior é o fatídico e [i]nada[/i] incrível,Hong Kong 97.

    [center][img]http://www23.atwiki.jp/ksgmatome?cmd=upload&act=open&pageid=187&file=hk971.jpg[/img][/center]

    Que jogo é esse?Desenvolvido pela Happy Soft Software - Uma empresa que,provavelmente,só fez esse jogo.Ou ela só existiu pra ele mesmo,ou a empresa declarou falência por desgosto ou os funcionários se mataram depois dessa.

    O game,por mais incrível que pareça,tem uma história - A China está atacando Hong Kong para anexá-lo de volta ao país,e seu objetivo é...Matar todo mundo?Isso,vamos matar 1 bilhão de comunistas!É obviamente uma tarefa mais fácil do que derrotar o Bowser ou o Ganondorf,não é?

    O protagonista do jogo é Chin...Que é ninguém menos que Jackie Chan.Éé...Jackie Chan está no jogo.Não creio que ele saiba disso.E se souber,provavelmente acabamos de descobrir que fim tiveram os funcionários da Happy Soft.

    Como se joga isso?Basicamente a mesma lógica de [i]Space Invaders[/i].Vá pra lá e pra cá e atire em tudo que estiver na sua frente.Só que dessa vez não tem barreiras te protegendo.E tudo,tudo que lhe acertarem fará você morrer na hora."Toquei em um comunista!"Você não está brincando de pega-pega,morreu.

    [center][img]http://1.bp.blogspot.com/-F5op3OCYPLU/TzWMqp0vkhI/AAAAAAAAN-I/6ACW8k_YUe0/s400/Hong%2BKong%2B97%2BGAME%2BOVER.png[/img]
    [size=9]E você ainda é obrigado a ver essa cena nauseante cada vez que morre.[/size][/center]

    O jogo também não tem fim,ao que parece.Você mata o "chefão" (Uma cabeça gigante,a que aparece na capa) e...O jogo volta do início!Pode isso,Arnaldo?

    A música do jogo seria um ponto forte,porquê até que é bonitinha.Mas toca repetidamente sem parar,é a única música do jogo,toca da tela de início até a parte onde Chin morre.Então ela chega a ser irritante á ponto de você querer jogar o Cartucho pela janela do último andar do Burj Khalifa.

    Bem,mas quem sou eu pra avaliar este jogo?Confira o que os sites pela internet disseram sobre [i]Hong Kong 97.[/i]

    [img]http://oiboi.files.wordpress.com/2012/11/anc3a1lises-gerais.png[/img]

    [spoiler=Eduardo Jardim - Nintendo Blast]Quando você acha que já experimentou de tudo um pouco no universo dos games, eis que surge [i][b]Hong Kong 97[/b][/i], uma pérola para o clássico Super Famicom, a versão oriental do Super Nintendo que conhecemos. Apenas o pronunciar do título do jogo já é o bastante para suscitar uma crise de ansiedade — e, possivelmente, pânico e estresse pós-traumático — em todos aqueles que tiveram o infortúnio de conhecer esse game. Aqui, praticamente não há exageros: o que no começo aparenta ser um estranho jogo de ação do Bruce Lee com imagens aprimoradamente digitalizadas acaba se tornando uma compilação de publicidade, palavras de baixo calão, o quase respirável odor de cadáveres pútridos e grotescos protestos anti-comunistas.

    [b][i]Hong Kong 97[/i][/b] foi desenvolvido pela Happy Software, Ltd. — uma companhia [i]homebrew[/i] que, até onde sabemos, é conhecida apenas pela produção deste título. O texto da introdução está disponível em três linguagens: japonês, chinês tradicional e inglês. Quem entende, diz que o chinês do jogo é traduzido tão porcamente quanto o modo como o software fora produzido no geral. Porém, isso não implica que a história tenha de ser bem traduzida. Talvez se fosse interpretada por um macaco circense, faria muito mais sentido do que em seu contexto original.

    Antes de conhecer o fascinante enredo de [b][i]Hong Kong 97[/i][/b], acredite, o jogador é convidado a vender suas propriedades intelectuais de Super Nintendo à Happy Soft, que ainda oferece a barganha de 1/3 dos lucros! E ainda apela aos varejistas que comercializem seus produtos — que se resumem aos cartuchos de [b][i]Hong Kong 97[/i][/b] — em suas redes de comércio. "Estamos à procura de revendedores em todo o mundo. Vamos dar fortes descontos a encomendas de mais de 50 peças". Obviamente, a proposta parece não ter dado muito certo. Afinal de contas, quem em sã consciência colocaria o kuso-ge na vitrine de sua loja ao invés de arremessá-lo violentamente contra a parede? Tamanho é o apelo comercial do game que leva três telas até chegar na próxima etapa do pesadelo — a tela de título e o curiosíssimo roteiro do jogo, que envolve comunistas, a transferência de poder de Hong Kong e, é claro, o Jackie Chan. Esqueça o novo [i]Karate Kid[/i]: a pior associação da imagem de Jackie Chan foi [b][i]Hong Kong 97[/i][/b], mesmo.

    [center][b]Hong Kong está arruinada![/b][/center]

    Como citado, a história gira em torno da transferência de soberania de Hong Kong do Reino Unido para a República Popular da China (RPC), que aconteceu no dia 1º de julho de 1997. Em outras palavras, trata-se de um evento de marcou o fim do governo britânico sobre a colônia de Hong Kong e a transferência de governo para a China. O game, estranhamente lançado dois anos antes destes acontecimentos, conta que, naquele período, os "comunistas feios" da China continental passaram a imigrar para Hong Kong, aumentando exponencialmente a taxa criminal da região. "Hong Kong está arruinada!" Como uma medida preventiva, o governo (representado pelo político britânico Chris Patten) contratou o protagonista Chin (ninguém mais, ninguém menos que Jackie Chan), um parente de Bruce Lee, para matar 1.2 bilhão de chineses relacionados ao evento.

    Enquanto isso, em algum lugar da China... o cadáver de "Tong Shau Ping" estava participando de experiências secretas que o transformariam numa poderosa arma de destruição em massa. O tal Ping, na verdade, é Deng Xiaoping, o falecido secretário-geral do Partido Comunista Chinês, líder político da República Popular da China e criador do regime socialista de mercado, vigente na China moderna. Quem diria que um dia ele se tornaria uma cabeça gigante flutuante, hein? Vale notar que, em 1995, quando o game foi lançado, Xiaoping ainda estava vivo. O líder político só viria a morrer em fevereiro de 1997, poucos meses antes da transferência de soberania de Hong Kong — o assunto principal do jogo. Prefiro pensar que tudo não passou de uma grande coincidência para me prevenir de um possível estado de esquizofrenia paranóide...

    [center][b]A Jogabilidade[/b][/center]

    Vamos ao que interessa: a jogabilidade. [b][i]Hong Kong 97[/i][/b] é um [i]shoot'em-up[/i] vertical; algo como um jogo clássico de tiros com pessoas no lugar das aeronaves, uma premissa que, citando um exemplo, funcionou muito bem no sensacional [b][i]Gun.Smoke[/i][/b] (NES). A grande diferença é que o game de faroeste para Nintendinho não era uma pilha de sprites mal e mal renderizados, com armas, inimigos e Power-Ups completamente improváveis e uma dificuldade lendária que coloca à prova a sanidade de qualquer jogador. A animação do jogo é tão podre quanto as imagens cadavéricas que aparecem toda vez que você destrói um inimigo com seus projéteis. Ao serem atingidos, os comunistas "explodem" numa foto retangular estática de uma nuvem de cogumelo, dando lugar brevemente à foto pixelada de um homem assassinado. Sua missão é sobreviver à imparável chuva de oponentes por mais de 30 segundos; se você conseguir essa façanha, já será o suficiente para confrontar o chefão!



    Para identificar a aproximação do boss, basta contar as limousines: depois que o terceiro carro aparecer, você já pode preparar as... coisas que você atira nos inimigos, seja lá o que forem, para confrontar o chefão. A cabeça decapitada de Tong Shau Ping possui um padrão ofensivo de "flutuar e esmagar"; é fácil memorizar o método para destruí-lo. O chefão é mais fácil de se derrotar, por exemplo, do que o inimigo regular de blusa vermelha e quepe preto, que flutua em alta velocidade na sua direção ao mesmo tempo em que atira freneticamente. Uma vez que o cabeção sorridente for derrotado, o jogo recomeçará.

    Mas falar é fácil.

    A game screen entra sem qualquer aviso prévio, assim como os ataques de seus oponentes — e, totalmente confundida com as telas de introdução, leva os jogadores a uma imediata e vomitiva tela de Game Over. Retratada pela foto pixelada de um homem morto, banhado em sangue e ferimentos, sob a descrição "CHIN IS DEAD" ("Chin está morto"), eis a que pode ser considerada a pior tela de Game Over de toda a história dos games — e provavelmente a que você mais verá em toda a sua vida. A imagem tem até data e hora da morte! O mais frustrante é saber que, toda a vez em que você perde, o game exibe todos os créditos de produção e retorna instantaneamente à primeira tela que você viu quando cometeu o erro de ligar o aparelho; como se o cartucho fosse resetado toda a vez que Chin morre. E Chin morre muitas, muitas vezes.



    Durante a jogatina, tudo pode te matar: encostar numa limousine, em qualquer um dos comunistas ou nas coisas que eles liberam quando morrem. Deus, até mesmo encostar numa ficha de pôquer fará a tela de [i]gameplay[/i] entrar em rápido [i]fade out[/i] e dar lugar à nauseante imagem do presunto. O único Power-Up do game é uma seringa que deixa Chin invencível por um período de 10 segundos. Uma alusão à analgesia de uma droga opióide? Isso com certeza explicaria a existência de [b][i]Hong Kong 97[/i][/b]. Talvez nada mais se ouviu falar sobre a Happy Soft Ltd. porque todos morreram de overdose — ou se mataram depois de concluir a obra, alucinados pela música-tema do jogo...


    Os gráficos usados para o background das telas de ação só dão mais caldo à malcheirosa sopa de bizarrice. O rosto do comunista revolucionário Mao Zedong, o antigo logo do canal aberto de Hong Kong Asia Television Limited e nada menos que o emblema da Coca-Cola estão entre as imagens aleatórias que aparecem no plano de fundo do jogo, ajudando-o a garantir um espaço todo especial no rol dos games mais bizarros de todos os tempos.

    [center][b]Pesadelo Musical[/b][/center]

    O tema de [b][i]Hong Kong 97[/i][/b] é um hino infantil que ficou muito famoso durante a revolução cultural da China, o [i]I Love Beijing Tiananmen[/i]. A canção original, especialmente quando interpretada por um coral de crianças, é bem fluente e prazerosa de se ouvir. O problema mesmo é que os desenvolvedores usaram apenas duas frases de toda a música e as colocaram para repetir em [i]loop[/i] infinito; logo, você escuta o verso abaixo, romanizado em pinyin, sendo repetido a cada 6 segundos:

    [center]Wǒ ài Běijīng Tiān'ānmén | Tiān'ānmén shang tàiyáng shēng
    (Eu amo o Tiananmen de Pequim | O sol nasce sobre Tiananmen)[/center]

    Essa trilha toca incessavelmente desde o ligar do cartucho. Não há outra coisa além disso a ser escutada ao longo do jogo; nem efeitos sonoros, nem tema dramático de Game Over (você vê o cadáver de Chin enquanto escuta à balada infantil do comunismo). É um pesadelo audível, quase incontrolável, que pode perturbar suas futuras noites de sono por muito tempo. Talvez escutar o ranger dos primeiros dentes de uma criança ou aquela riscada acidental de quando se corta um filé num prato de vidro represente mais deleite aos tímpanos do que essa terrível abominação disfarçada de video game.




    [center][b]Recepção na Mídia[/b][/center]

    Se esta análise ainda não foi o bastante para que você se convença do nível baixíssimo de [b][i]Hong Kong 97[/i][/b], veja o que a mídia tem a dizer sobre o título:

    "Hong Kong 97 é o pior game que eu já joguei em toda a minha vida e ele me faz querer me matar." - FL1PPY

    "É lixo. O jogo estava marcado como domínio público quando o achei na net; eu não sei se isso é verdade, mas eu posso ver por que a empresa abandoria completamente seus direitos autorais." - Dove_cut, GameFAQs

    "É dificil dizer se é um trabalho brilhante ou apenas uma besteira sensacionalista. É obviamente feito para satirizar a entrega de Hong Kong dos britânicos para os chineses em 1997, mas o faz de uma forma extraordinariamente sem graça." - ZZZ, Hardcore Gaming 101

    "Mas que c****** de história é essa?" - P.A., Museum dos Games


    Com tantos defeitos, é difícil definir o que é pior em [b][i]Hong Kong 97[/i][/b]. Seria a entorpecente trilha sonora, que transformou os jogadores mais profissionais em residentes do Juqueri? O fato de que imagens digitalizadas de Jackie Chan, Bruce Lee, líderes comunistas e políticos britânicos aparecem com mais frequência no jogo do que traseiros no programa Pânico na TV? Ou somente o fato de que o sprite de Chin possui uma camisa de manga comprida que se transforma em blusa regata toda a vez que arremessa um projétil com o botão [img]http://1.bp.blogspot.com/-NLDUtHdQAKM/TzVl_nS3OYI/AAAAAAAAN8g/88xIC5PYALU/s400/16px-SNES_Y_svg.png[/img]? Até hoje, não se sabe o que é mais rápido: a troca de camisa de Chin ou o tempo levado pelos jogadores até descobrirem que colocaram para funcionar um dos piores games do entretenimento interativo. Se bem que, para isso, [b][i]Hong Kong 97[/i][/b] teria que entreter.

    O maior desafio do jogo, na verdade, não é matar 1.2 bilhão de comunistas. É conseguir jogá-lo por mais de 5 minutos.[/spoiler]

    [spoiler=Super Wallace - SNES Classics]Uma coisa que eu costumo sempre dizer é que a melhor coisa do Super Nintendo é a grande variedade de jogos que o console tem. Excelentes, ótimos, bons, regulares, ruins, horríveis e... Hong Kong 97. Sim, esse jogo conseguiu superar todos os outros no sentido trash da palavra. Uma coisa assustadora.

    No inicio, o jogador ja suspeita que o jogo não é lá essas coisas. Depois vem a história, que conta com uma péssima (chega até a ser engraçada) ilustração, uma trilha sonora que não muda. Tá, até aí não vímos nada de diferente de outros jogos ruins, não é mesmo? Então... quando eu ví o título do jogo "Hong Kong 97", eu pensei que seria ao menos algo parecido com The Bruce Lee History, algo com ação e pancadaria para todos os lados. E não, não chega nem perto disso.





    Sério, eu não conseguiria descrever a jogabilidade desse clássico com palavras, por isso fiz um pequeno vídeo:

    [youtube]http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ytITFotBIeY[/youtube]

    O jogo é uma mistura de Scrolling Shooter, com ação, carros voadores, cenários sem definição de tempo e espaço e uma cabeça voadora como chefão. Sério, acho que preciso tirar umas férias do blog depois desse jogo...

    [b][color=indigo]Curiosidades:[/color] [/b]Uma coisa bem curiosa é que cada vez que você começa a jogar ( não tem como vencer, só perder) o cenário muda. Até de repente, aparecer um cenário da Coca-Cola! Sem explicação.

    No inicio do jogo, aparece um comunicado dos programadores dizendo que "se alguma loja quiser vender o jogo, é só entrar em contato". Quem venderia uma coisa dessas?[/spoiler]

    [spoiler=Dwing - Programadores de Jogos]A tempos atrás, na comunidade de Super Nintendo no Orkut, surgiu um tópico um tanto promissor. Assunto: Qual o pior jogo do Snes? Títulos e mais títulos foram massacrados; jogos de nave, aventura, estratégia não foram perdoados, até jogos de outras plataformas foram escolhidos, porém ninguém entrava num consenso. Eis que surge um cidadão (Eu) que não tinha o que fazer, e exibe para todos Hong Kong ’97. E assim todos entram num acordo! Esse é o pior jogo já feito na história dos games.

    [b]Mas por que Hong Kong ’97 é um teste de superação? O que faz dele o pior jogo já feito?
    [/b]
    Primeiramente, se você conseguir jogar 2 minutos sem entrar em coma… concerteza você é filho de Chuck Norris. Mas vamos por parte.

    Começando pela primeira tela, vemos o nome da empresa fabricante (Happy Soft) e um menu de escolha entre três linguagens, inglês, japonês e chinês. Você pensaria, poxa, três linguagens? Vai sacana. O jogo não deve ser tão ruim assim. Não se precipite, Jhaum! Mas, o que seria a Happy Soft? Ela é uma fabricante de cervejas, ou seja, não é lá uma Nintendo né!

    Apertando qualquer botão você avança para a próxima tela.

    Mais antes de falar da próxima tela, uma música em looping infinito, provavelmente feita no alge da segunda guerra, é colocada como fundo musical no jogo. Simples são quatro frases. Aconselho a baixarem o volume, ou pelo menos, colocar na sua vitrola a Banda Calipso, eu sei, é doloroso. Depois de vários processos feitos por fãs, descobrimos a letra da música.

    [center]Wo ài Beijing Tian’anmén,
    Tian’anmén shàng tàiyáng sheng;
    Weidà lingxiù Máo zhuxí,
    Zhiyin womén xiàng qián jìn.
    (loop infinito )[/center]

    Concerteza, essa foi feita para torturas de prisioneiros.

    Passando mais algumas telas, o que vemos? Jackie Chan? Mais o que o famoso Chan estaria fazendo ali? Alguém me explica? Conseguiram algumas imagens de revistas e colocaram ali. Inexplicavelmente (ou nem tanto), o pequeno Jacky foi para no jogo, concerteza ele não recebeu os royaltes.

    [img][center]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097-5.png[/center][/img]

    Pepe, já tirei a vela… próxima tela. Mais por que diabos o Jackie ta fazendo cara de Ó RLY? Quem é aquele tiozinho careca no palanque e o que a imagem do Bruce Lee tá fazendo lá tráz? Seria isso uma mensagem subliminar?

    [center][img]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097-7.png[/img][/center]

    Nessa hora você não entende mais nada, começa a ficar desesperado… seus dois minutos antes de entrar em coma já estão terminando, você começa a apartar o botão A como um louco, até que o jogo começa… epa, o jogo começou?

    [center][img]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097-32.png[/img][/center]

    Epa começou o jogo, se concentre-se Jhaum… a primeira coisa que vem a sua mente… que cenário é esse? Segundo, aquilo ali encima é um Score, espero que seja né? Terceiro, por que eu to jogando isso, será que estou de castigo?

    O objetivo desse jogo? Bem, é matar o maior número de soldados/meliantes/jornalistas/… ou que você pensa o que seria aquilo… são aqueles carinhas usando lupas (tem uns também de roupa vermelha… seriam crianças inocentes?).

    Ah! Belos sprites hein! Concerteza, o melhor gráfico que já vi.

    Ah, não? Você levou um tiro… sim aquelas bolinhas de golf são tiros.

    [center][img]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097%2520GAME%2520OVER.png[/img][/center]
    a
    a
    a
    a
    a
    a
    aJAN
    08
    2010
    3
    HONG KONG ’97. UM TESTE DE SUPERAÇÃO
    POSTADO POR DWING EM DIVERSOS



    A tempos atrás, na comunidade de Super Nintendo no Orkut, surgiu um tópico um tanto promissor. Assunto: Qual o pior jogo do Snes? Títulos e mais títulos foram massacrados; jogos de nave, aventura, estratégia não foram perdoados, até jogos de outras plataformas foram escolhidos, porém ninguém entrava num consenso. Eis que surge um cidadão (Eu) que não tinha o que fazer, e exibe para todos Hong Kong ’97. E assim todos entram num acordo! Esse é o pior jogo já feito na história dos games.

    Mas por que Hong Kong ’97 é um teste de superação? O que faz dele o pior jogo já feito?

    Primeiramente, se você conseguir jogar 2 minutos sem entrar em coma… concerteza você é filho de Chuck Norris. Mas vamos por parte.

    Começando pela primeira tela, vemos o nome da empresa fabricante (Happy Soft) e um menu de escolha entre três linguagens, inglês, japonês e chinês. Você pensaria, poxa, três linguagens? Vai sacana. O jogo não deve ser tão ruim assim. Não se precipite, Jhaum! Mas, o que seria a Happy Soft? Ela é uma fabricante de cervejas, ou seja, não é lá uma Nintendo né!



    Apertando qualquer botão você avança para a próxima tela.

    Mais antes de falar da próxima tela, uma música em looping infinito, provavelmente feita no alge da segunda guerra, é colocada como fundo musical no jogo. Simples são quatro frases. Aconselho a baixarem o volume, ou pelo menos, colocar na sua vitrola a Banda Calipso, eu sei, é doloroso. Depois de vários processos feitos por fãs, descobrimos a letra da música.

    Wo ài Beijing Tian’anmén,
    Tian’anmén shàng tàiyáng sheng;
    Weidà lingxiù Máo zhuxí,
    Zhiyin womén xiàng qián jìn.
    (loop infinito )

    Concerteza, essa foi feita para torturas de prisioneiros.

    Passando mais algumas telas, o que vemos? Jackie Chan? Mais o que o famoso Chan estaria fazendo ali? Alguém me explica? Conseguiram algumas imagens de revistas e colocaram ali. Inexplicavelmente (ou nem tanto), o pequeno Jacky foi para no jogo, concerteza ele não recebeu os royaltes.



    Pepe, já tirei a vela… próxima tela. Mais por que diabos o Jackie ta fazendo cara de Ó RLY? Quem é aquele tiozinho careca no palanque e o que a imagem do Bruce Lee tá fazendo lá tráz? Seria isso uma mensagem subliminar?



    Nessa hora você não entende mais nada, começa a ficar desesperado… seus dois minutos antes de entrar em coma já estão terminando, você começa a apartar o botão A como um louco, até que o jogo começa… epa, o jogo começou?



    Epa começou o jogo, se concentre-se Jhaum… a primeira coisa que vem a sua mente… que cenário é esse? Segundo, aquilo ali encima é um Score, espero que seja né? Terceiro, por que eu to jogando isso, será que estou de castigo?

    O objetivo desse jogo? Bem, é matar o maior número de soldados/meliantes/jornalistas/… ou que você pensa o que seria aquilo… são aqueles carinhas usando lupas (tem uns também de roupa vermelha… seriam crianças inocentes?).

    Ah! Belos sprites hein! Concerteza, o melhor gráfico que já vi.

    Ah, não? Você levou um tiro… sim aquelas bolinhas de golf são tiros.

    [img]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097%2520GAME%2520OVER.png[/img]

    OH MY…

    Colocaram uma imagem de cadáver na tela final… um homem morto; mamãe me tire daqui, o que eles pensam que estão fazendo? Traumatizando crianças inocentes? Poxa, pelo menos poderiam tirar a data da camêra fotográfica né? O cara morreu no dia 8/6/1992? É informação demais para mim. Porém quando o pessoal da comunidade já estava traumatizado, e sem esperança… eis que um ser iluminado surge e diz que enfretou o chefão! Yes, o jogo tem chefão.

    [img]http://hongkong97.comli.com/Hong%2520Kong%252097-30.png[/img]

    Que massa mano, o chefão é a cabeça do ditador militar chinês Xiao Ping com Sangue jorrando no pescoço… perae, isso é bizarro. O céus, o que é isso? Quando eu penso que já vi coisas suficientes aparece isso e o pior Deng Xiao Ping morreu em 19 de fevereiro de 1997, em decorrência de complicações causadas pelo mal de Parkinson. Seria esse jogo uma mensagem para a morte de Ping?

    Nessas horas eu prefiro assisti o filme do Pelé!

    E tenho dito![/spoiler]

    [img]http://oiboi.files.wordpress.com/2012/11/vc3addeos.png[/img]

    É sempre bom ver um pouco da "Jogabilidade" do game,não?

    [spoiler=Vídeos][youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HA5vn_ho8f0[/youtube]

    [flash(425,350)]http://www.youtube.com/v/oka1XfJuSc8[/flash]

    E a música do jogo por 15 minutos.

    [flash(425,350)]http://www.youtube.com/v/qvkxbYWQuJU[/flash][/spoiler]

    [img]http://oiboi.files.wordpress.com/2012/11/sua-crc3adtica.png[/img]

    Agora você pode descer a lenha no jogo!Xingue-o a vontade,e colocaremos seu comentário,caso queira,aqui -Q

    Você também pode fazer uma crítica construtiva,e eu a colocarei também.Ou simplesmente comentar,e aí eu não colocarei -Q

    Obrigado por ler!

    [size=7]Tomara que o HTML não dê bug[/size]
    avatar
    Felipe Fabricio
    Great Revival
    Great Revival

    Karma Karma : 2182
    Posts Posts : 7565

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Felipe Fabricio em Sex 30 Nov 2012, 20:02

    Ah m***,o HTML deu bug. '-'

    Tem como arrumar?
    avatar
    Kanda Luna
    Veterano Nv.32
    Veterano Nv.32

    Karma Karma : 123
    Posts Posts : 1180

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Kanda Luna em Sex 30 Nov 2012, 21:44

    É só você editar o post.

    Desculpa, por causa disso, não entendi muita coisa aí... Tá tudo enrolado.
    avatar
    Balanakuya
    Veterano Nv.24
    Veterano Nv.24

    Karma Karma : 179
    Posts Posts : 999

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Balanakuya em Sex 30 Nov 2012, 22:15

    Não é pior que E.T de Atari, tenha certeza '-'
    avatar
    Archie
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 572
    Posts Posts : 1256

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Archie em Sex 30 Nov 2012, 22:18

    Pior que Superman 64? Dificil hein...
    avatar
    GazGabriel
    Iniciante Nv.4
    Iniciante Nv.4

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 7

    (-_- ')

    Mensagem por GazGabriel em Dom 02 Dez 2012, 19:31

    Já não tem um post do blog dessa pérola cult?
    Blast from the Trash: Hong Kong 97 (SNES)

    Sei que o jogo é "inspirador", mas não a ponto de fazerem um tópico grande de tão pouca coisa. Parabéns... ou não.
    avatar
    Bferrari350
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 856
    Posts Posts : 5283

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Bferrari350 em Dom 02 Dez 2012, 20:36

    Já tinha um tópico sobre Hong Kong 97 (fui eu q fiz)...

    http://forum.nintendoblast.com.br/t11139-blast-from-the-trash-hong-kong-97-snes

    Mas é decisão da moderação bloquear ou não esse, já que o outro é de sei lá quantos meses atrás.
    avatar
    feichaw
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1077
    Posts Posts : 2304

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por feichaw em Sex 07 Dez 2012, 14:49

    Esse jogo é uma lenda. Vale a pena passar bem longe.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Hong Kong 97 - O pior jogo de toda a história [+Critique o jogo!]

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 22 Out 2017, 10:16