Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Brick do 3DS é possível?

    Compartilhe
    avatar
    Tchuk-ex
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 415
    Posts Posts : 1417

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Tchuk-ex em Sex 20 Jul 2012, 10:51

    @Pegasus Arc escreveu:O aconselhavel é não usar flashcards e nenhum outro tipo de pirataria, todo muito reclama dizendo que os jogos são muito caros e não tem dinheiro para compra-los, mas vcs não pensam que as empresas gastam milhões para fazer um jogo, um processo que pode demorar anos, e vem algumas pessoas e usam pirataria, eu considero isso como uma falta de respeito.
    Confesso que eu usava pirataria no meu PS2 porque cresci achando que a pirataria é uma coisa normal, mas depois que conheci a N blast parei de usar pirataria e ainda não comprei um 3ds porque não tenho condições de comprar jogos originais, ou seja vou ter que deixar de ser vagabundo e arranjar um emprego.
    Eu também sou contra a pirataria, só me pus como indiferente, pois isso é uma escolha dele, eu não vou ficar tentando convencer as pessoas a usar o original, isso vai de cada um.

    E, estamos num fórum com uma quantidade considerável de menores de 15 anos, logo, não são todos que não tem dinheiro para comprar os jogos por serem "vagabundos", não generalize.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Convidado em Sex 20 Jul 2012, 10:54

    simples, não dá brick , desde que você tenha cuidado. Não ache q algo pirata irá ter o mesmo suporte do original, fora q tem muitos Flashcards q são paralelos, ou seja pirata do pirata. É a mesma coisa de dvd de má qualidade.
    Por enquanto não há nenhum q rode 3ds e irá demorar um pouco , ou talvez nem exista nunca algo como aconteceu com o Ds, pq o 3ds é um portátil basicamente on-line sempre. Então o melhor a se fazer é comprar jogos com bom online, e tem também o mercado de usados que é uma boa opção para se economizar.
    avatar
    Pegasus Arc
    Membro Nv.2
    Membro Nv.2

    Karma Karma : 7
    Posts Posts : 41

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Pegasus Arc em Sex 20 Jul 2012, 11:08

    Eu também sou contra a pirataria, só me pus como indiferente, pois isso é uma escolha dele, eu não vou ficar tentando convencer as pessoas a usar o original, isso vai de cada um.
    Considerando melhor, até que você tem razão, isoo é escolha de cada um, mas não custa nada tentar convence-las de fazer o certo.

    E, estamos num fórum com uma quantidade considerável de menores de 15 anos, logo, não são todos que não tem dinheiro para comprar os jogos por serem "vagabundos", não generalize.
    Me desculpem pelo o termo "vagabundo" mas eu não me referi a todos, somente a mim mesmo.
    avatar
    Hadan
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 861
    Posts Posts : 2757

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 12:17

    Bem, já que desenterram o tópico e a discussão está boa, já digo de antemão (sem as chatas aulas de direito): a empresa NÃO pode brickar seu console. Ela NÃO tem esse direito. O console não está em sistema de "comodato", ele não é emprestado a você pela empresa e você não obteve um bom desconto com a garantia de que utilizaria somente software legal/autorizado pela Nintendo (o que é indiferente).

    Um exemplo de punição legítima é a Nintendo banir o FC da pessoa no sistema "on line" acaso a pessoa tente usufruir do serviço com um software ilegal. Há, sim, cláusula contratual em respeitar os direitos de propriedade intelectual e industrial, o que tenta impedir engenharia reversa e, naturalmente, possui a finalidade de "piratear" o sistema. Outro é a quebra e impossibilidade de exercer a garantia acaso haja modificações no sistema (como é com qualquer companhia). É histórico da Nintendo ser enjoada com seus usuários e colaboradores desde a época do Nes. Quem, mais ou menos da minha idade, não se recorda daquela ação judicial da Nintendo contra a Codemasters, fabricante do "Game Genie" (espécie de "Game Shark" da época)? Da mesma forma, a obrigatoriedade dela própria receber das thirdies (até a era N64, não sei se continuou após isso) percentual das vendas de seus jogos pela utilização da tecnologia dos carts do N64.

    No entanto, o console que fora pago por você (e, mesmo aqueles que compraram de segunda mão, não pagaram barato e, ainda que o fizessem, seria indiferente), cuja engenharia reversa seja utilizada para fins acadêmicos, por exemplo, não há problema algum ser explorado. O que se busca em tais contratos é exatamente evitar a "clonagem" do sistema, seja hardware, seja software. O console é SEU, então, aproveitem ao máximo. "Ah, mas está nos termos de uso do serviço e contrato e blábláblá". Simples, meus amigos: cláusula abusiva não está acima da lei, mesmo que vocês aceitem esta mesma cláusula. Quantos de nós não "assumimos" cláusulas abusivas de contratos bancários ou junto a empresas de telefonia (dentre outros serviços) para podermos usufruir dos mesmos? Mas isso não quer dizer que não poderá ser discutido judicialmente.

    Quanto aos crimes em si, alguns disseram que quem utiliza software pirata responderia por "roubo de propriedade intelectual" e "pirataria". Eu não sei o que é um crime tipificado de "pirataria", mas há, sim, vários atos que comumente chamamos assim. Quem utiliza software ilegal, pura e simplesmente, não comete crime, como alguns disseram. Se você adquire um flashcard, por exemplo, NÃO comete crime, afinal, a despeito destes serem utilizados para "enganar" o sistema e emular uma rom, ele possui outras finalidades (como a utilização de homebrews, por exemplo, que não são ilegais e, não raras vezes, até ampliam a funcionalidade do sistema). "E quem adquire os carts falsificados?" Ah, sim! Agora entramos no segundo ponto mais importante.

    Pela Lei de Propriedade Intelectual de Programa de Computador (9.609/98, para quem tiver curiosidade), serão punidos "os que violarem direitos de autor de programa de computador" (o que é muito vago), contudo, os diversos "camelôs", vendedores do Mercado Livre/e-Bay/equivalentes que alienam (vendem) roms ou carts falsificados respondem criminalmente por isso porque, violando direito de propriedade intelectual, possuem a FINALIDADE DE LUCRO (dentre outros atos, como "possuir" "introduzir no País", "ocultar", "ter em depósito" etc), no entanto, mesmo estes crimes só se dão mediante "queixa" (não a "queixa" que as pessoas dizem que fazem junto à Polícia Civil, mas, sim, "queixa-crime", o que não vem ao caso, mas demonstra o quanto o Brasil não está à altura do que o mercado necessita nestas questões). Se você adquiriu seu cart falsificado, que crime você cometeu, segundo a lei acima indicada? Nenhum. "Simples assim?". É, simples assim. NO ENTANTO, nos termos do Código Penal, quem adquire bem tendo conhecimento (ou havendo possibilidade de supor) que o mesmo seja oriundo de crime (no caso, violação de propriedade intelectual de programa de computador), comete o crime de receptação.

    Há variáveis sobre o crime de receptação possuir uma pena maior que a da violação + o fato de, acaso o bem adquirido possua pequeno valor e o réu seja primário (no caso da "suposição") + o fato de que o crime de violação só se dá mediante "queixa-crime" + o fato de que o autor do crime de receptação poderá ser punido independentemente se o autor do crime de violação seja também + o fato de que a maioria dos presentes são crianças ou adolescentes (e não cometem crime, mas, sim, infração penal - mas nem por isso deixam de responder por isso) + diversas argumentações, doutrinas, jurisprudência e um monte de blábláblá jurídico que vocês, talvez, não se interessem, o que pode mudar toda a estrutura de uma decisão judicial.

    Resumindo:

    A Nintendo pode brickar meu console porque eu utilizei software ilegal ou não autorizado? Não.

    Se eu utilizar flashcards no console e ele brickar por conta da má qualidade do produto, eu perco a garantia? Sim. Nem sempre a utilização de software ou hardware não autorizados é pura "frescura". Sua utilização modifica a estrutura original do produto, o que impede que seja averiguado se o problema se deu pelo uso irregular ou falha do fabricante.

    Se eu possuo roms ou emuladores, cometo crime? Não, exceto se você o faz com a finalidade de obter lucro.

    Se eu adquiro flashcards, cometo crime? Não. Flashcards possuem inúmeras funções. Apenas andam utilizando os mesmos para algo ilegítimo.

    Se eu adquiro roms/carts falsificados, cometo crime? Sim (acaso seja maior) e infração penal, caso seja menor.

    "Ah, que bacana, então eu posso ficar despreocupado quanto a isso e vou baixar tudo o que eu puder". Seu pai não trabalha de graça. Sua mãe não trabalha de graça. Você, se não trabalha, também não o faria. Você vê seu pai chateado porque atrasam o salário dele ou vê sua mãe chateada porque não pagam o que devem à ela - ou mesmo a você. Quando você baixa um software da Internet sem pagar por ele, usufrui do mesmo sem "recompensar" as pessoas que o fizeram, as empresas que investiram no mesmo. É justo trabalhar que eles trabalhem "de graça" para você?

    "Ah, mas no Brasil a culpa é dos impostos e blábláblá". Crianças, a maioria de vocês já estão quase na casa dos 16, então, bora tirar essa bunda gorda da cadeira ou do sofá e comece a acompanhar o que acontece em seu País, comecem a analisar a política, acompanhar o perfil dos candidatos. No ano em que completarem 16, solicitem suas cédulas de eleitor. Passem a acompanhar os telejornais impressos, televisivos e "on line".

    Muitos de vocês não sabe escrever direito! São erros gramaticais, de concordância verbal. Não sabem utilizar uma bendita vírgula! Isso denota que sequer lêem o mínimo para possuir uma boa redação. Logo terão idade para adentrar à Universidade/Faculdade e aí? Como será o vestibular? Como será o curso? Que adultos ou profissionais se tornarão? O poder está nas mãos de vocês, crianças. Se alinhem. Tomem jeito. Assim como eu, muitos outros adultos e profissionais têm acompanhado o perfil de alguns aqui.

    Eu fico encantado de ver garotos com 12, 13, 14 anos com uma maturidade fora do comum, ao mesmo tempo que há outros da minha idade que ignoram completamente o mundo em que vive. Podem apostar que muitas oportunidades de negócio ou trabalho surgirão daqui. Vejam os garotos que trabalham no blog e na revista Nintendo Blast. Eles recebem nada por isso, todo o trabalho é voluntário e é lindo! Dão de mil a zero em muitas edições feitas por "profissionais". É esse tipo de gente que faz a diferença. Façam a diferença, também.
    avatar
    cpluiz
    Veterano Nv.13
    Veterano Nv.13

    Karma Karma : 71
    Posts Posts : 717

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por cpluiz em Sex 20 Jul 2012, 14:55

    Hadan, concordo plenamente com o que você falou, pena que a maioria das pessoas aqui do fórum tem preguiça de acompanhar uma postagem feita com um número de linhas de texto um pouco mais elevada....

    Para eles, é basicamente isso
    Spoiler:

    Você explicou bem (não foi da melhor maneira possível, do contrário o texto teria o triplo do tamanho), gostei das citações sobre código penal e alguns termos jurídicos.

    O que me deixa triste é que, a maioria das pessoas que argumentam que "usar flashcard bricka o console", entre outras coisas do gênero, não especulam isso por conhecimento próprio... apenas seguem as ideias especificadas por outras pessoas.

    A única coisa que eu acrescentaria ao seu texto seria uma explicação melhor sobre o que é "queixa-crime", pois tenho certeza que muitos não interpretarão corretamente esse ponto.
    avatar
    Gusfenix
    Membro Nv.28
    Membro Nv.28

    Karma Karma : 35
    Posts Posts : 302

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Gusfenix em Sex 20 Jul 2012, 15:16

    A solução mesmo (o que esse nosso país não faz) é reduzir o imposto, o jogo original pra 3D nos EUA é 40 dolares (aprox. 80 reais) e os caras colocam o preço praticamente 2X do que deveria ser. é por isso que se usa a pirataria , invez de de pagar inves 200 contos por Skyward Sword, vc paga 10. e no caso dos flash cards que custam por volta dos 70, vc baixa jogos á sua vontade
    avatar
    Estevans
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 88
    Posts Posts : 1882

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Estevans em Sex 20 Jul 2012, 15:20

    @Tchuk-ex escreveu:
    @Pegasus Arc escreveu:O aconselhavel é não usar flashcards e nenhum outro tipo de pirataria, todo muito reclama dizendo que os jogos são muito caros e não tem dinheiro para compra-los, mas vcs não pensam que as empresas gastam milhões para fazer um jogo, um processo que pode demorar anos, e vem algumas pessoas e usam pirataria, eu considero isso como uma falta de respeito.
    Confesso que eu usava pirataria no meu PS2 porque cresci achando que a pirataria é uma coisa normal, mas depois que conheci a N blast parei de usar pirataria e ainda não comprei um 3ds porque não tenho condições de comprar jogos originais, ou seja vou ter que deixar de ser vagabundo e arranjar um emprego.
    Eu também sou contra a pirataria, só me pus como indiferente, pois isso é uma escolha dele, eu não vou ficar tentando convencer as pessoas a usar o original, isso vai de cada um.

    E, estamos num fórum com uma quantidade considerável de menores de 15 anos, logo, não são todos que não tem dinheiro para comprar os jogos por serem "vagabundos", não generalize.
    eu concordo,eu só n tenho jogos originais e talz pq meus pais alem de n me deixarem trabalhar pra ter meu dinheiro,n me dão jogos originais,ou vcs acham q é bom ter um DS Lite com flashCard enquanto todo mundo ta com seu 3DS jogando Mario Kart 7 online?
    avatar
    Hadan
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 861
    Posts Posts : 2757

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 15:29

    @cpluiz escreveu:Hadan, concordo plenamente com o que você falou, pena que a maioria das pessoas aqui do fórum tem preguiça de acompanhar uma postagem feita com um número de linhas de texto um pouco mais elevada....

    Para eles, é basicamente isso
    Spoiler:

    Você explicou bem (não foi da melhor maneira possível, do contrário o texto teria o triplo do tamanho), gostei das citações sobre código penal e alguns termos jurídicos.

    O que me deixa triste é que, a maioria das pessoas que argumentam que "usar flashcard bricka o console", entre outras coisas do gênero, não especulam isso por conhecimento próprio... apenas seguem as ideias especificadas por outras pessoas.

    A única coisa que eu acrescentaria ao seu texto seria uma explicação melhor sobre o que é "queixa-crime", pois tenho certeza que muitos não interpretarão corretamente esse ponto.

    Agradeço muito, cpluiz e fico feliz que tenha gostado. De fato, o post deveria ter sido ainda mais condensado, mas não daria para extrair a ideia central dele sem isso. Muita coisa "deixei de lado" para que o foco fosse mantido (e tentasse não ficar chato para quem gosta ou não compreende as terminologias jurídicas, o que não deve ser criticado, já que compete a quem tem acesso a tal conhecimento torná-lo também acessível às pessoas "de fora". No mais, fico bastante agradecido - e lisonjeado - pelo que escreveu.

    Quanto à sua dúvida, tentarei ser o mais genérico e claro possível, já que teremos de adentrar a questões gerais de Direito Processual e também de Direito Penal até atingirmos o que seria "queixa-crime".

    Primeira questão: "Petição Inicial":

    a) ações cíveis têm seu início com a distribuição da "petição inicial", a qual conterá os fatos; o direito que se pretende obter ou proteger com o mesmo; a fundamentação legal e jurídica do por que sua proteção ou obtenção é aplicável a esse caso específico que a ação indica ;

    b) ações penais geralmente têm seu início com o inquérito policial (nos casos de ações penais públicas ou públicas condicionadas). No caso das ações penais privadas, se dará início à mesma mediante a "queixa-crime".

    Segunda questão: as ações penais se dividem em:

    a) ação penal pública incondicionada;

    b) ação penal pública condicionada, que pode ser subdividida em:
    b.a) condicionada à representação;
    b.b) mediante requisição do Ministro da Justiça;

    c) ação penal privada subsidiária da pública;

    d) ação penal privada.

    Para este momento, interessa-nos somente a ação penal privada. Ações penais privadas geralmente estão ligadas a crimes ou infrações de caráter bastante subjetivo, como crimes contra a honra, por exemplo e, no caso da lei especial que trata sobre a propriedade intelectual de programa de computador, o comércio/utilização ilegal ou falsificado do mesmo (ocorrendo da mesma forma com a lei de propriedade industrial, 9.279/96). Para saber quando determinado crime será processado somente mediante "queixa/queixa-crime", basta observar os dispositivos penais da respectiva conduta em análise, já que a lei o dirá de forma clara.

    Desta feita, para que seja processada uma ação penal privada, tal qual ocorre com a ação civil, deverá o ofendido/vítima, mediante Advogado com poderes especiais (no caso, promover a aludida ação e demais providências, tais como a busca e apreensão de produtos falsificados, nos termos das leis que acima indiquei), apresentar uma petição inicial informando quem é o autor do delito e a descrição dos fatos, além das medidas que se pretende para coibir o ato criminoso ou delituoso.

    Não sei se me fiz mais claro, mas estou à disposição caso tenha mais dúvidas. Abraços!


    Última edição por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 16:44, editado 1 vez(es)
    avatar
    Jamian
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 619
    Posts Posts : 2596

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Jamian em Sex 20 Jul 2012, 15:32

    Bom, mas como é que vocês poderiam provar que a Nintendo teve a intenção de brickar o 3DS de vocês? Ela poderia inutilizar o 3DS que utilizasse flashcard e ninguém poderia fazer nada, já que o brick teria sido devido à utilização de um produto não oficial!

    Nesse caso, teríamos de acreditar na palavra da Nintendo (mesmo que ela estivesse mentindo), pois quem iria provar que os 3DS foram brickados devido a uma atualização de software? Mesmo que isso se desse em massa (o que não ocorreria, pq eles não são bestas), como provar para exigir algum retorno da Nintendo?
    avatar
    Hadan
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 861
    Posts Posts : 2757

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 15:37

    @Jamian escreveu:Bom, mas como é que vocês poderiam provar que a Nintendo teve a intenção de brickar o 3DS de vocês? Ela poderia inutilizar o 3DS que utilizasse flashcard e ninguém poderia fazer nada, já que o brick teria sido devido à utilização de um produto não oficial!

    Nesse caso, teríamos de acreditar na palavra da Nintendo (mesmo que ela estivesse mentindo), pois quem iria provar que os 3DS foram brickados devido a uma atualização de software? Mesmo que isso se desse em massa (o que não ocorreria, pq eles não são bestas), como provar para exigir algum retorno da Nintendo?

    A Nintendo divulgou isso amplamente, então ela praticamente confessou sua intenção. Da mesma forma, quando há atualizações, é possível analisar a linguagem de programação (com perícia, claro) e passa-se a questionar algumas de suas funções. A questão ficaria somente para discutir se o brick se deu pela atualização ou se foi por mal funcionamento do aparato utilizado.


    Última edição por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 16:45, editado 1 vez(es)
    avatar
    lukazz
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 586
    Posts Posts : 2426

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por lukazz em Sex 20 Jul 2012, 15:37

    @Estevans
    meus pais também não me deixam trabalhar, querem que eu estude pra caramba, pra depois conseguir um bom emprego... problema que eu detesto estudar kkkk, só tenho 3 jogos de 3ds, e só tenho porque compro com dinheiro que ganho de aniversario e natal... é complicado hehe.
    avatar
    Jamian
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 619
    Posts Posts : 2596

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Jamian em Sex 20 Jul 2012, 15:45

    @Hadan escreveu:
    @Jamian escreveu:Bom, mas como é que vocês poderiam provar que a Nintendo teve a intenção de brickar o 3DS de vocês? Ela poderia inutilizar o 3DS que utilizasse flashcard e ninguém poderia fazer nada, já que o brick teria sido devido à utilização de um produto não oficial!

    Nesse caso, teríamos de acreditar na palavra da Nintendo (mesmo que ela estivesse mentindo), pois quem iria provar que os 3DS foram brickados devido a uma atualização de software? Mesmo que isso se desse em massa (o que não ocorreria, pq eles não são bestas), como provar para exigir algum retorno da Nintendo?

    A Nintendo divulgou isso amplamente, então ela praticamente confessou isso. Da mesma forma, quando há atualizações, é possível analisar a linguagem de programação (com perícia, claro) e passa-se a questionar algumas de suas funções. A questão ficaria somente para discutir se o brick se deu pela atualização ou se foi por mal funcionamento do aparato utilizado.

    Mas para analisar as atualizações a perícia teria que ter acesso ao código do software de sistema do 3DS. Além do mais, questiono-me se alguém com um 3DS fora do prazo de garantia correria atrás disso. Eu é que não utilizo flashcards, nem a pau!
    avatar
    Hadan
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 861
    Posts Posts : 2757

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Hadan em Sex 20 Jul 2012, 15:50

    @Jamian escreveu:
    @Hadan escreveu:
    @Jamian escreveu:Bom, mas como é que vocês poderiam provar que a Nintendo teve a intenção de brickar o 3DS de vocês? Ela poderia inutilizar o 3DS que utilizasse flashcard e ninguém poderia fazer nada, já que o brick teria sido devido à utilização de um produto não oficial!

    Nesse caso, teríamos de acreditar na palavra da Nintendo (mesmo que ela estivesse mentindo), pois quem iria provar que os 3DS foram brickados devido a uma atualização de software? Mesmo que isso se desse em massa (o que não ocorreria, pq eles não são bestas), como provar para exigir algum retorno da Nintendo?

    A Nintendo divulgou isso amplamente, então ela praticamente confessou isso. Da mesma forma, quando há atualizações, é possível analisar a linguagem de programação (com perícia, claro) e passa-se a questionar algumas de suas funções. A questão ficaria somente para discutir se o brick se deu pela atualização ou se foi por mal funcionamento do aparato utilizado.

    Mas para analisar as atualizações a perícia teria que ter acesso ao código do software de sistema do 3DS. Além do mais, questiono-me se alguém com um 3DS fora do prazo de garantia correria atrás disso. Eu é que não utilizo flashcards, nem a pau!

    Mas judicialmente não haveria qualquer óbice desse mesmo acesso - isso quando a própria Nintendo não ficaria obrigada a fornecer o código. Mas somente agora você falou sobre a questão da garantia. A garantia serve para cobrir defeitos no produto em um prazo minimamente razoável em que se espera que o mesmo funcione a contento. No caso "extra-garantia", independentemente, se a empresa forneceu algum software que dolosamente danificou seu aparelho, ela poderá ser responsabilizada.
    avatar
    Tio Gustavo
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 433
    Posts Posts : 4133

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Tio Gustavo em Sex 20 Jul 2012, 15:58

    Hadan copiou o livro do Capez hasuhauhauhsuahs
    avatar
    HickTroll
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 542
    Posts Posts : 2052

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por HickTroll em Sex 20 Jul 2012, 16:05

    Belo texto(s) Hadan.

    Então flash card não é ilegal ó_Ó.

    Vamos dizer que se o flashcard fosse ilegal, a nintendo poderia brickar o 3ds sem querer, alegando que isso só aconteceu por causa do uso de um produto ilegal?

    Ou mesmo ilegal ainda vale isso que você disse??

    Sério, fiquei muito empolgado lendo seu texto, acho que vou trabalhar com algo assim(lOl).

    Conteúdo patrocinado

    Re: Brick do 3DS é possível?

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 18 Ago 2017, 15:31