Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Compartilhe
    avatar
    Robert Prado
    Underwear Hero
    Underwear Hero

    Karma Karma : 5131
    Posts Posts : 6134

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Robert Prado em Seg 30 Jan 2017, 13:06

    @nightwalker
    Entendo seu ponto de vista
    Mas você não acha que é mais interessante descobrir o enredo jogando, pois aí você tem espaço para explorar e ter surpresas, ao invés de pegar tudo mastigado na Net? Por exemplo, eu prefiro jogar e tentar extrair o máximo do que eu entendi. Com Bloodborne, eu tentei juntar os pontos no jogo e tinha um conceito sobre o enredo (só tive que ler algumas opiniões e conceitos na internet para me aprofundar depois por que é um jogo do Miyazaki, mas a sensação de saber a história por conta própria, continuou).

    Eu entendo que o gameplay de alguns citados envelheceu mal. Mas mesmo assim, acho fundamental jogar para entender a história de forma mais fiel a visão que o criador do jogo esperava.

    Sobre o Chrono, eu acho que é bem construído. É o tipo Herói badass que tem um papel importante na história. Eu sei que como tantos, ele é um personagem mudo, para passar a ideia de que o jogador que "é" o personagem na verdade, mas mesmo assim o fizeram de forma que sem ele a história não se constrói de forma tão aconchegante, que os outros personagens não criariam um vínculo de amizade se não fosse pelas ações do Chrono. Particularmente acho que o traço do Toriyama e o estilo do Chrono, ajudam a eu sentir mais carisma pelo personagem também.

    Ahh, numa primeira leitura eu tinha entendido esse middle como uma classe menos experiente ao gênero. Agora tá explicado lol
    Não tinha visto post anterior, agora entendo melhor sua postura de enredo x gameplay.

    É difícil falar algo se saber os resultados individuais da Monolith mesmo. Eu tomo como base a grandeza dos jogos dela x as vendas, mas mesmo assim não temos algo factível.

    Sim, Splatoon, Zelda ALBW e Project X Zone me surpreenderam o envolvimento dela.

    @Cyber Archer,
    Poxa, mas direto a gente vê notícia que a Nintendo tem grana pra ficar tomando prejuízo até 2050 (muitos dos Nintendistas mais fanáticos adoram usar esse argumento numa discussão lol).

    Acho que seria algo muito positivo pra Nintendo. Manter todos os jogos mais "light" dela, mas ao mesmo tempo oferecer o outro lado da moeda. Os consoles da Nintendo possuem qualidade (em durabilidade) maior que os concorrentes e muita gente reclama disso no PS/X1, então seria mais um fator positivo pra Nintendo abraçar esse público.

    Mas também, tudo teoria nossa. As vezes ela fez algum estudo sobre isso e pode não ter compensando, vai saber.
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Seg 30 Jan 2017, 14:23

    @Robert Prado escreveu:@nightwalker
    Entendo seu ponto de vista
    Mas você não acha que é mais interessante descobrir o enredo jogando, pois aí você tem espaço para explorar e ter surpresas, ao invés de pegar tudo mastigado na Net? Por exemplo, eu prefiro jogar e tentar extrair o máximo do que eu entendi. Com Bloodborne, eu tentei juntar os pontos no jogo e tinha um conceito sobre o enredo (só tive que ler algumas opiniões e conceitos na internet para me aprofundar depois por que é um jogo do Miyazaki, mas a sensação de saber a história por conta própria, continuou).

    Eu entendo que o gameplay de alguns citados envelheceu mal. Mas mesmo assim, acho fundamental jogar para entender a história de forma mais fiel a visão que o criador do jogo esperava.

    Sobre o Chrono, eu acho que é bem construído. É o tipo Herói badass que tem um papel importante na história. Eu sei que como tantos, ele é um personagem mudo, para passar a ideia de que o jogador que "é" o personagem na verdade, mas mesmo assim o fizeram de forma que sem ele a história não se constrói de forma tão aconchegante, que os outros personagens não criariam um vínculo de amizade se não fosse pelas ações do Chrono. Particularmente acho que o traço do Toriyama e o estilo do Chrono, ajudam a eu sentir mais carisma pelo personagem também.

    Ahh, numa primeira leitura eu tinha entendido esse middle como uma classe menos experiente ao gênero. Agora tá explicado lol
    Não tinha visto post anterior, agora entendo melhor sua postura de enredo x gameplay.

    É difícil falar algo se saber os resultados individuais da Monolith mesmo. Eu tomo como base a grandeza dos jogos dela x as vendas, mas mesmo assim não temos algo factível.

    Sim, Splatoon, Zelda ALBW e Project X Zone me surpreenderam o envolvimento dela.

    @Cyber Archer,
    Poxa, mas direto a gente vê notícia que a Nintendo tem grana pra ficar tomando prejuízo até 2050 (muitos dos Nintendistas mais fanáticos adoram usar esse argumento numa discussão lol).

    Acho que seria algo muito positivo pra Nintendo. Manter todos os jogos mais "light" dela, mas ao mesmo tempo oferecer o outro lado da moeda. Os consoles da Nintendo possuem qualidade (em durabilidade) maior que os concorrentes e muita gente reclama disso no PS/X1, então seria mais um fator positivo pra Nintendo abraçar esse público.

    Mas também, tudo teoria nossa. As vezes ela fez algum estudo sobre isso e pode não ter compensando, vai saber.

    Em geral é sim, precisa jogar pra tirar o máximo da história. Eu coloco na balança no caso de um jogo que eu saiba que acharei o gameplay fraco. Se a história/ premissa da história e ambientação for interessante o suficiente pra me convencer a passar por cima de um gameplay monótono, blz eu jogo. Caso contrário, se for muito monótono ai eu prefiro ir pra net, mesmo sabendo que não poderei extrair o máximo da história, pelo menos o tempo tomado não será tão grande e poderei partir para outro logo. Mais ou menos nessas linhas sabe. O teu exemplo nessa parte foi "infeliz" porque hehe o bloodborn tem gameplay sólido, nele eu não ficaria em dilema,  só o gameplay dele já justifica a jogatina (não dizendo que o resto é negligenciavél só dizendo que este elemento essencial já esta assegurado nele).

    entendi, saquei a tua explicação do Chrono.


    Eu sou mais positivo que o cyber na parte das vendas, acho sim que a sub-série BLADE pode vender bastante, Fire emblem conseguiu oras XD.


    Pra continuar meu post mas sem ficar muito distante do assunto do tópico, acho que vou falar porque eu gostei do primeiro Xenoblade.

    2 elementos da jogabilidade dele

    1) incentivo a exploração: Temos um mundo, belo, amplo, em proporções naturais para com os teus chars, com vários sistemas de recompensa a exploração. Descobriu uma área nova? pega XP, skill points and what not, ah pega esse achievemement também. Tem collectables que eu sei que posso vender, ou usar pra quests no futuro, ou completar o collectopedia e ganhar gens e tudo mais. Posso achar minerais para extrair minérios para formar gens, posso achar NPC's que dão quests e posso achar o local de respawn de um monstro raro. No final, tem tanta coisa pra motivar a exploração, que acho ele mais competente nisso do que muitos jogos de aventura puro!!

    2) A batalha: Batalha num RPG japonês é grande parte da experiência do jogo. Temos batalhas de turno e também full action. São as mais comuns. Infelizmente ambas tem prós e contras, sendo que estes contras tendem a me incomodar dependendo do jogo. O forte das batalhas de turno é a estratégia, quem deixar no time, usar que armas, que skills, que magias, dopar quais status, balancear a party, pensar em qual a melhor hora pra usar tal skill, e por ai vai. O problema é o grind, um ponto que você não precisa mais de estratégia e só que pegar level, mas as batalhas ficam super monótonas. Outra coisa ruim é quando o jogo é de batalha aleatória no mapa, te forçando a uma mudança de tela. Isso quebra muito o ritmo de exploração, se torna um empecilho muito rápido. Exemplo genérico, vc explorando uma caverna em pokémon, o dedo do repel chega a coçar. Só que ai se vc usa o repel (ou em outro game se vc usa alguma função para diminuir a frequência de batalhas), ai vc fica com aquele peso na consciência "caramba, era pra eu estar pegando XP, caramba era pra eu ter ganhado mais drops de monstro, caramba, podia ter vindo um monstro raro" e por ai vai. Ou seja, nunca fica 100% bom.
    No action é difícil ser monótono, vc esta lá, comandando tudo em tempo real, tendo seus reflexos testado, várias coisas na tela pra vc prestar atenção, etc etc. Ou seja, ficar entediado aqui é mais difícil. O contra é que, bem aquela profundidade de estratégias dos jogos de turno recebe um turn down aqui, tudo fica mais simplório, o desafio é mais "você tem pericia com controles? você tem reflexos para reagir ao que está acontecendo?" e menos desafios mentais, intelectuais. Virá um pluzzle mais para as mãos do que para a mente. E ai temos a batalha no xenoblade. Os monstros estão no campo do game, então sem necessidade de transição de tela, ponto. Se for criatura rara então da pra ver logo de cara, ponto. Se não quiser batalhar é só correr do bicho, ponto. Entrar e sair da batalha é rápido, sem muita firula pra comemorar o XP nem nada mais que atrapalhe o fluxo da exploração, ponto. Muitos dos comandos são em tempo real, posicionamento é em tempo real e importa, há coisas na tela pra prestar atenção imediata, ponto. Mas a estratégia toda continua lá porque todos os status clássicos estão em ativa, as gemas, as skills, montar o melhor set das art pallets, a sinergia do time, os super effectives, os limites/chain attacks, a administração da barra de moral, o uso das visions, os combos de art pra fazer break/topple/daze, os tanques, os sweepers, os caras da esquiva, a administração da tensão dos chars, os comandos de posicionamento da party,  etc etc.
    Eu sinto que a batalha da forma como feita no XC combina o que eu via de melhor nos dois estilos. Toda a estratégia das batalhas de turno, mas todas a dinâmica,velocidade e comandos em tempo real dos actions,  e sem te tirar por muito tempo da exploração do mundo.

    São estes, estes 2 elementos que colocaram xenoblade na posição de destaque pra min. Há outras coisas sem dúvidas, mas essas mecânicas de gameplay são o que fizeram ele especial para min.
    avatar
    Robert Prado
    Underwear Hero
    Underwear Hero

    Karma Karma : 5131
    Posts Posts : 6134

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Robert Prado em Seg 30 Jan 2017, 16:13

    @nightwalker
    Entendo haha
    No meu caso, eu prefiro esperar alguma ocasião em que eu esteja mais com "espírito" de paciência, para aguentar o gameplay monótomo. Muitas vezes eu acabo me acostumando ou a progressão de level faz com que fique mais empolgante

    O exemplo do Bloodborne foi "infeliz" mesmo kkk
    Por que de fato, quando se olha para o jogo, o que chama atenção é o gameplay, até mesmo pelo histórico do Souls. Mas eu citei, por que ele tem uma história bem profunda também


    Esses dois elementos de gameplay que você citou, nessas mesmas palavras, são o que me chamam atenção também, além do enredo/plot. Já comentei algumas vezes aqui no fórum, que Final Fantasy XII é disparado meu FF favorito.

    Ele trouxe um gameplay que pega o melhor dos dois mundos também, 4 anos antes do primeiro Xenoblade chegar. E concordo em tudo sobre que você disse sobre turno/action, por exemplo, agora to jogando DQ VIII que é turno puro (mas sem random encounter nessa versão do 3DS). Numa caverna lá com farm de Metal Slime (um monstro meio raro, que dá muito exp), decidi ficar uma horinha só upando e me arrependi amargamente, por que as batalhas ficaram fáceis, basicamente está apertar 1 botão pra mandar todo mundo atacar e acabar tudo.

    Em breve vou voltar pro Xeno (3DS), pois joguei o comecinho (até a parte que o Shulk vai pro vilarejo) e troquei para o DQ VIII devido a saudade que estava pra jogar este, do tempo do PS2. O Xeno 1 pra mim é o mais próximo que vou sentir de FF XII que curto tanto. Acho que em termos de extensão do mapa e exploração, ele é muito mais amplo ainda que FFXII.

    Apesar do gameplay no FFXII e XC serem realmente pontos altíssimos, o plot de ambos os jogos é muito bem construído (com tudo que já ouvi falar sobre o XC), com personagens muito bem feitos.

    Eu acredito que este XC2 vai seguir na mesma pegada.
    Um jogo que sugiro ficar de olho, por que saiu do turno e está indo pro action agora, é o Ni No Kuni 2. Vai lançar na Steam/PS4 este ano. O primeiro tinha uma história magnifica e o gameplay (turno) "roubava" coisas de Final Fantasy e Pokémon.
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Seg 30 Jan 2017, 23:16

    @Robert Prado escreveu:@nightwalker
    Entendo haha
    No meu caso, eu prefiro esperar alguma ocasião em que eu esteja mais com "espírito" de paciência, para aguentar o gameplay monótomo. Muitas vezes eu acabo me acostumando ou a progressão de level faz com que fique mais empolgante

    O exemplo do Bloodborne foi "infeliz" mesmo kkk
    Por que de fato, quando se olha para o jogo, o que chama atenção é o gameplay, até mesmo pelo histórico do Souls. Mas eu citei, por que ele tem uma história bem profunda também


    Esses dois elementos de gameplay que você citou, nessas mesmas palavras, são o que me chamam atenção também, além do enredo/plot. Já comentei algumas vezes aqui no fórum, que Final Fantasy XII é disparado meu FF favorito.

    Ele trouxe um gameplay que pega o melhor dos dois mundos também, 4 anos antes do primeiro Xenoblade chegar. E concordo em tudo sobre que você disse sobre turno/action, por exemplo, agora to jogando DQ VIII que é turno puro (mas sem random encounter nessa versão do 3DS). Numa caverna lá com farm de Metal Slime (um monstro meio raro, que dá muito exp), decidi ficar uma horinha só upando e me arrependi amargamente, por que as batalhas ficaram fáceis, basicamente está apertar 1 botão pra mandar todo mundo atacar e acabar tudo.

    Em breve vou voltar pro Xeno (3DS), pois joguei o comecinho (até a parte que o Shulk vai pro vilarejo) e troquei para o DQ VIII devido a saudade que estava pra jogar este, do tempo do PS2. O Xeno 1 pra mim é o mais próximo que vou sentir de FF XII que curto tanto. Acho que em termos de extensão do mapa e exploração, ele é muito mais amplo ainda que FFXII.

    Apesar do gameplay no FFXII e XC serem realmente pontos altíssimos, o plot de ambos os jogos é muito bem construído (com tudo que já ouvi falar sobre o XC), com personagens muito bem feitos.

    Eu acredito que este XC2 vai seguir na mesma pegada.
    Um jogo que sugiro ficar de olho, por que saiu do turno e está indo pro action agora, é o Ni No Kuni 2. Vai lançar na Steam/PS4 este ano. O primeiro tinha uma história magnifica e o gameplay (turno) "roubava" coisas de Final Fantasy e Pokémon.

    Eu passei por situação parecida no Dragon quest IX também tentando matar metal slimes. Dragon quest's do nintendo ds me permitem incrementar meu exemplo anterior de jogos de turno sobre o que fazer e o que não fazer na minha concepção.  Tive duas experiências com a franquia no DS, uma horrível e uma excelente. A horrível foi com o V, remake do de snes. Eu quase nunca dou drop em jogos, mas nossa, a primeira dungeon do V me fez dormir (não estou exagerando aqui, eu realmente acabei dormindo com o DS na mão). Foi tipo os zubats de pokemon em esteroides. Quando eu acordei, olhei pro game e pensei "vish, vai dar não". Já o IX é fantástico um dos meus RPG's favoritos no DS. Os motivos que eu gosto dele são quase os mesmos dos 2 que eu citei do xenoblade só que menos. O mundo do IX, apesar de não proporcional, passa muito mais o feeling de mundo pra explorar do que o feeling de world map pra selecionar o local pra entrar de outros JRPGs. Os monstros dele aparecem no campo e a batalha só ocorre quando vc toca neles, te permitindo ter um controle mais eficaz da frequência de batalhas. A disposição dos personagens e inimigos durante a batalha tinha uma presentation mais sensata (mas o jogo é de turno normal). Só isso já colocou ele ligas acima. O problema é que os monstros no campo não refletem 100% os que estarão na batalha, moral da história? o metal slime não era ilustrado no campo, só o modelo do slime normal era apresentado....
    Mas veja, esse jogo, DQ IX, não tinha char fixo (era avatar) e agora vem o mais estranho, não tinha party fixa, meio que eram avatares alugados. A história eu nem me lembro muito, não lembro do vilão, só me recordo de vc ser uma espécie de anjo decaído, e ter que recolher as frutas da yggdrasil. Mas o gameplay era refinado a ponto de ter feito o game memorável para min.

    O FFXII eu fui mais um espectador, meu primo que jogou bastante, lembro deles suando lá pra vencer o tiamat, acho que é esse o superboss de HP gigante do game (coisa de post game). Eu joguei o FFXII revenant wings inteiro, devo ter feito 100% ou próximo disso. Então como já sou familiar com os personagens (Kytes o mago que vale por uma tropa, rush de skills com sufixo aga no fim OP) e mundo até certo ponto, num cenário onde eu acabe tendo uma oportunidade adequada para jogar o game (seja o original ou o futuro HD remaster the zodiac age), acho fácil de me imaginar entrando no game.

    Ni no kuni II só tinha lido noticia, ai aproveitei que vc falou pra ver 2 trailers.
    avatar
    Nan Gamer
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1496
    Posts Posts : 1835

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nan Gamer em Ter 31 Jan 2017, 07:26

    A série Xenoblade nos consoles Nintendo, eu a vejo como uma válvula de escape para os jogos que já sabemos que irão sair 5 anos antes de lançar um console, rs. Xenoblade Chronicles foi uma grata e agradável surpresa pra mim quando o joguei pela primeira vez no Wii. Amei o sistema de combates, a história, os personagens e principalmente a trilha sonora. Quando Xeno X foi anunciado eu fiquei em estado d eloucura, pq pow.. É a sequência do Xeno 1 de Wii que eu tanto amo.

    Pra minha infelicidade o jogo já se iniciou com algo que eu literalmente detesto em rpgs que é a criação de personagens. Eu vejo RPG como um livro sabe? Personagens pré-estabelecidos nesse universo e bla bla bla.

    Não sou um hater da série Xeno, por mais que venha a parecer.. Pelo contrário, fiquei super feliz em ver Xeno Chronicles 2 sendo anunciado e tendo mudado pra um estilo de arte que particularmente me agrada mais.. Mas é inegável que diante RPGs fenomenais como Final Fantasy XV, Bloodborne, a franquia Souls, NinoKuni e principalmente o que pra mim já é um dos melhores RPGs e jogos que já tive o prazer de jogar em minha vida, THE WITCHER 3, Xenoblade Chronicles 2 precisa melhorar muito principalmente em sua história,l personagens e narrativas, pq o sistema de combate é ótimo.

    A Monolith é mto importante dentro da Nintendo, pois além de ajudar no desenvolvimento de vários jogos eles literalmente tiram leite de pedra e apresentam um conteúdo bacana. Mas confesso que minha frustração e revolta com Xeno X que eu esperei anciosamente desde que foi anunciado me deixa com um pé atrás, pois pra mim o jogo não possui alma, é repetitivo ao extremo e possui alguns dos personagens mais esqueciveis de toda a história dos RPGS. 

    Espero que Chronicles 2 apague essa mancha negra que foi pra mim.
    avatar
    Robert Prado
    Underwear Hero
    Underwear Hero

    Karma Karma : 5131
    Posts Posts : 6134

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Robert Prado em Qua 01 Fev 2017, 16:02

    @nightwalker

    É bom saber isso sobre os DQ's do DS haha
    Eu tenho os DQ's de DS (FlashCart) e eventualmente irei joga-los. O V pelo visto vai ser só quando tiver bem paciente e com vontade lol
    Esse IX é bem interessante, acho que ele é o diferentão de toda a franquia.

    O único DQ que joguei foi o VIII mesmo no PS2. Lembro de na época achar um jogo fantástico, hoje acho o gameplay mais massivo. No 3DS ele está desta forma que você explicou do IX, mas os Metal Slimes aparecem normal no mapa pelo menos. A história do jogo é muito boa, não sei se DQ IX é melhor/pior. No caso do VIII, o que me fez voltar pra ele foi realmente a história, gameplay é bem turno tradicional.

    Do FF12, acho que você tá confundindo com o Yiazmat. É o Elite Mark supremo do jogo, além de difícil, tem um HP ridiculamente alto. Tanto que no remaster do PS4, tem um troféu de Ouro dedicado para matar o monstrengo.
    Me envergonho por não ter jogado ainda o Revenant Wings, to com ele baixado até e está no backlog. Mas jogo antes dos DQs de DS. Legal que você citou o Kytes, ele era um NPC no XII "vanilla", amigo do Vaan/Penelo e ganhou uma participação importante no RW.

    Para "voltarmos" mais para o tópico, estava pensando, o Tetsuya Takahashi saiu da Square por que a mesma não queria seguir com Xenogears e no processo acabou levando vários funcionários da Squaresoft (funcionários de FF VI, VII, VIII, XII, Chrono Trigger e outros).

    Acho que devido a estas circunstâncias, se hoje houvesse uma parceria entre Square Enix e Nintendo, com um JRPG produzido pela Monolith e a Business Division 2 da Square (A BD 1 seria boa para criação de um enredo, personagens, mas essa tem foco em turno), seria algo de outro mundo. Obviamente seria algo exclusivo da Nintendo, mas iria ser um daqueles projetos de JRPG únicos que marcam a geração.
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Qua 01 Fev 2017, 17:37

    @Robert Prado escreveu:@nightwalker

    É bom saber isso sobre os DQ's do DS haha
    Eu tenho os DQ's de DS (FlashCart) e eventualmente irei joga-los. O V pelo visto vai ser só quando tiver bem paciente e com vontade lol
    Esse IX é bem interessante, acho que ele é o diferentão de toda a franquia.

    O único DQ que joguei foi o VIII mesmo no PS2. Lembro de na época achar um jogo fantástico, hoje acho o gameplay mais massivo. No 3DS ele está desta forma que você explicou do IX, mas os Metal Slimes aparecem normal no mapa pelo menos. A história do jogo é muito boa, não sei se DQ IX é melhor/pior. No caso do VIII, o que me fez voltar pra ele foi realmente a história, gameplay é bem turno tradicional.

    Do FF12, acho que você tá confundindo com o Yiazmat. É o Elite Mark supremo do jogo, além de difícil, tem um HP ridiculamente alto. Tanto que no remaster do PS4, tem um troféu de Ouro dedicado para matar o monstrengo.
    Me envergonho por não ter jogado ainda o Revenant Wings, to com ele baixado até e está no backlog. Mas jogo antes dos DQs de DS. Legal que você citou o Kytes, ele era um NPC no XII "vanilla", amigo do Vaan/Penelo e ganhou uma participação importante no RW.

    Para "voltarmos" mais para o tópico, estava pensando, o Tetsuya Takahashi saiu da Square por que a mesma não queria seguir com Xenogears e no processo acabou levando vários funcionários da Squaresoft (funcionários de FF VI, VII, VIII, XII, Chrono Trigger e outros).

    Acho que devido a estas circunstâncias, se hoje houvesse uma parceria entre Square Enix e Nintendo, com um JRPG produzido pela Monolith e a Business Division 2 da Square (A BD 1 seria boa para criação de um enredo, personagens, mas essa tem foco em turno), seria algo de outro mundo. Obviamente seria algo exclusivo da Nintendo, mas iria ser um daqueles projetos de JRPG únicos que marcam a geração.

    A batalha do V é no estilo old school do DQ, só aparece os inimigos. Eu não curto esse design. Isso, a do IX é no nipe da do VIII, a exceção é a que vc mencionou e a de que no IX, eles modificam um pouco a ideia de "amigos num lado, inimigos no outro", conforme a batalhas vai rolando os personagens vão se posicionando de forma diferente, fica mais sensato e bonito, e mesmo assim  ainda dão o easter egg do estilo clássico (só inimigo olhando pra tela) durante a seleção dos comandos. Mas a batalha é turno normal. Eu curti pakas o jogo, e acho ele um dos mais bonitos do DS.

    É ele mesmo, sabia que tinha mat em algum lugar no nome. Eu e meu primo paga sapo pro Kytes porque o combo thundaga,firaga,blizzaga tudo mais aga era muito bom, as vezes dava pra carregar com ele. Tome nota que o gameplay do RW é algo totalmente diferente de FF, na época eu curti porque já estava na vibe de jogar games como age of mythology de PC, cuja jogabilidade é similar digamos assim. O jogo fica legal quando suas tropas são maiores e você tem que administrar bastante coisas ao mesmo tempo.

    Eu não sei explicar bem a relação Ninti e Square, não é ruim mas não parece das melhores, parece rolar algum tipo de "magoa" da época do Yamauchi, algo do passado mais birrento da Nintendo. Pra algo como vc falou rolar ia depender das duas, a Monolith só iria obedecer o que a Nintendo decidir. Eu sei que nem o Takahashi nem o Sakaguchi ficaram de inimizada com a Enix, pelo contrário, ainda possuem bastante colegas lá. Então acho que o Takahashi não teria nada contra. E a Enix já falou bem mais de uma fez dos jogos BLADE, acho que da parte deles, também não deve ter nenhumas oposição específica. O problema nesses casos é colocar times que talvez trabalhem diferente juntos. Digo isso porque a Mono até poderia ter tido ainda mais papeis nos Zeldas SS e BOTW mas devido a diferenças de modo de trabalho foi mais reduzido (artigo recente:https://mynintendonews.com/2017/01/30/aonuma-monolith-softs-role-in-breath-of-the-wild-is-minor-but-still-fairly-important/). Mas nada que se eles (Ninti, Mono, Enix) quisessem não dariam um jeito.
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Dom 19 Fev 2017, 09:51

    Bem, depois de tanto tempo sem notícia, pelo menos tenho uma news pra compartilhar.

    http://operationrainfall.com/2017/02/18/8-4-not-working-localization-xenoblade/

    Parece que a 8-4 não será responsável pela localização do XC2. Vi que teve bastante gente que curtiu a notícia já que ao que parece a 8-2 tem uma tendência infeliz de censurar bastante coisa nas localizações.

    Para além disso, será que a dublagem será com sotaques britânicos? lembro que na época que eu joguei o XC eu tive que lhe dar com o dilema, jogo com o áudio Japonês simplesmente porque a conjuração dos golpes soa mais legal ou jogo com o inglês British pra me ajudar a me acostumar com este sotaque já que na época faltava pouco para o meu intercâmbio no UK :/
    avatar
    Wind Ice
    Boy with Earphones
    Boy with Earphones

    Karma Karma : 1471
    Posts Posts : 3643

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Wind Ice em Dom 19 Fev 2017, 15:52

    @Nightwalker escreveu:Bem, depois de tanto tempo sem notícia, pelo menos tenho uma news pra compartilhar.

    http://operationrainfall.com/2017/02/18/8-4-not-working-localization-xenoblade/

    Parece que a 8-4 não será responsável pela localização do XC2. Vi que teve bastante gente que curtiu a notícia já que ao que parece a 8-2 tem uma tendência infeliz de censurar bastante coisa nas localizações.

    Para além disso, será que a dublagem será com sotaques britânicos? lembro que na época que eu joguei o XC eu tive que lhe dar com o dilema, jogo com o áudio Japonês simplesmente porque a conjuração dos golpes soa mais legal ou jogo com o inglês British pra me ajudar a me acostumar com este sotaque já que na época faltava pouco para o meu intercâmbio no UK :/

    Eu simplesmente amo o sotaque britânico de XC, então GO FOR IT, MAN!
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Dom 19 Fev 2017, 16:13

    @Wind Ice escreveu:
    @Nightwalker escreveu:Bem, depois de tanto tempo sem notícia, pelo menos tenho uma news pra compartilhar.

    http://operationrainfall.com/2017/02/18/8-4-not-working-localization-xenoblade/

    Parece que a 8-4 não será responsável pela localização do XC2. Vi que teve bastante gente que curtiu a notícia já que ao que parece a 8-2 tem uma tendência infeliz de censurar bastante coisa nas localizações.

    Para além disso, será que a dublagem será com sotaques britânicos? lembro que na época que eu joguei o XC eu tive que lhe dar com o dilema, jogo com o áudio Japonês simplesmente porque a conjuração dos golpes soa mais legal ou jogo com o inglês British pra me ajudar a me acostumar com este sotaque já que na época faltava pouco para o meu intercâmbio no UK :/

    Eu simplesmente amo o sotaque britânico de XC, então GO FOR IT, MAN!

    Pois é, se a ambientação for fantasy como parece ser, ou seja, sem que os personagens sejam humanos do planeta Terra que conhecemos, vindos de algum país específico, da pra encaixar o cast inteiro com British accent. Pra min é assim, desde que a ambientação permita, eu prefiro o britânico também, só que dependendo da situação prefiro ainda mais o áudio original, e ai se o game for lançado com dual áudio, terei que fazer alguns testes com ambas as dublagens pra ver qual vou gostar mais.
    avatar
    Wesley
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 773
    Posts Posts : 1440

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Wesley em Seg 20 Fev 2017, 09:50

    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Seg 20 Fev 2017, 12:20

    @Wesley escreveu:
    É como eu tinha falado, ter o ACE nem foi o big deal mas sim saber que o Mitsuda está tão envolvido na OST. 

    Essa teoria da mitologia celtica eu gostei porque conseguiu explicar de forma mais sensata a presença tão proeminemte de chamas no trailer 

    Valeu por compartilhar Wesley!!
    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Dom 26 Fev 2017, 23:52

    Mais uma notícia. As sessões de composição da OST do XC2 estão a todo vapor. O compositor, Mitsuda convocou um grupo de coral Irlandês para a produção de algumas músicas!!!!

    https://www.instagram.com/p/BQrtB5oh_eX/

    fonte:

    http://www.gonintendo.com/stories/274342-xenoblade-chronicles-2-music-recording-sessions-taking-place-righ
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por ari789 em Seg 27 Fev 2017, 00:34

    avatar
    Nightwalker
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 416
    Posts Posts : 1149

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Nightwalker em Seg 27 Fev 2017, 00:42

    @ari789 escreveu:

    Já tinha visto esse hahaha, mano chorei na parte das concept arts e dos efeitos de fogo lol. Mas por incrível que pareça, fazer isso deve ter dado um trabalho danado, parece que rolou até hack pra colocar roupas que não existem no jogo lol.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [DISCUSSÃO] Xenoblade Chronicles 2

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 17 Ago 2017, 10:32