Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    ARTIGO - Somos todos culpados...

    Compartilhe
    avatar
    Crash10
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 443
    Posts Posts : 1657

    Re: ARTIGO - Somos todos culpados...

    Mensagem por Crash10 em Qua 07 Dez 2016, 14:29

    Para mim, notas, em seu conceito, não são uma coisa ruim, apenas a forma como as pessoas a usam como uma forma vazia de argumentar sobre a qualidade de um jogo que é um problema. A forma como uma nota é dada é bem subjetiva, e, muitas vezes, arbitrária. Ela pode ser usada como uma forma fácil de entender a opinião do crítico, mas não devem ser o foco e a única coisa a ser levada em consideração.

    Esse vídeo (em Inglês) mostra minha opinião sobre o assunto melhor.
    avatar
    Nan Gamer
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1496
    Posts Posts : 1835

    Re: ARTIGO - Somos todos culpados...

    Mensagem por Nan Gamer em Qua 07 Dez 2016, 16:27

    Eu também gostava disso, uma das minhas atividades favoritas era gastar um bom tempo analisando as caixas dos cartuchos para saber aonde eu iria me afundar na jogatina do final de semana. Aliás, hoje eu fico um tempão passando o catálogo do Netflix sem assistir nada, acho que não mudei tanto assim, rs. Tanto que, na época, eu nunca me interessava pelos RPG's (talvez pela pouca idade), sempre preferindo os jogos de luta, esportes, beat 'em up e plataforma que tinham um apelo lúdico e visual superiores para mim (sem contar os jogos de Atari, o único jogo que na época eu comprei/ganhei fora dos bundles dos consoles era Double Dragon III de NES, o resto tudo jogo alugado). Por isso sempre "esnobei" os Zeldas de 8 e 16 bits, o primeiro que joguei foi Ocarina of Time já na adolescência e foi meio que "ai meu deus, caraio meu, que jogo foda".
    Pow cara, nem me fala. Foram inumeras as vezes em que deparei com verdadeiras pérolas, e outras em que me decepcionei como nunca. Quando criança eu amava os filmes do Van Damme e uma vez alugeui o UNIVERSAL SOLDIER.. ( uma das maiores decepções da minha vida ). Por outro lado eu me divertia qdo pegava um Robocop vc Terminator e por ae vai. E sobre o Netflix.. kkkkk.. prazer eu..kkk


    Voltando ao tópico, era bom mesmo jogar na era "pré-internet", mas às vezes sentia falta de consumir conteúdo relacionado aos jogos. ter vivido a mudança é bom para permitir comparar situações antes e depois. Um dica que dou aos que tem menos de 25 anos é que temos que sempre ter em mente que a internet é uma ferramenta do usuário e não o contrário. Ninguém é obrigado a usar uma informação apenas porque está disponível, escolha o que te interessa e ignore o resto, seja soberano em suas escolhas.

    Podem fechar o tpc. Clap
    avatar
    Pedrock
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 350
    Posts Posts : 1401

    Re: ARTIGO - Somos todos culpados...

    Mensagem por Pedrock em Qua 07 Dez 2016, 16:32

    Não vejo problemas em notas, desde que não sejam utilizadas como o fator nº 1 pra que o jogador qualifique o jogo, pra que ele decida comprá-lo ou não... principalmente porque jogos são experiências muito pessoais, quantas vezes eu já vi em reviews que Super Mario Galaxy tem como ponto negativo um hub extremamente grande, cansativo pra se chegar de um ponto a outro. Isso nunca me deixou decepcionado, nunca achei cansativo. Se não me engano esse foi um dos motivos no qual Mario Galaxy 2 recebeu uma nota maior em alguns sites, e eu acho o primeiro extremamente superior ao segundo.

    Wind Waker, mesma coisa, o problema do mar gigantesco, da navegação lenta, e das triforce shards. Nada disso conseguiu me incomodar, em nenhum ponto cheguei a pensar "caramba, que saco fazer isso", e já vi muitos reclamarem disso em reviews.

    E a tendência do problema, eu pelo menos vejo que é continuar. Os comentários do tecmundo games são de doer. O pessoal de lá adora pegar notas do metacritic pra criticar um jogo, principalmente se for de uma plataforma rival. Mas jogar que é bom, nada.

    Off-topic:
    Nos games isso provavelmente é um problema mais novo, mas tem algo até meio off-topic que eu lembrei por agora, que quando o disco Master of Puppets foi lançado, em 1986, a Spin fez uma avaliação extremamente porca e nojenta, criticando as faixas mais emblemáticas com nenhum tipo de embasamento. Absolutamente nenhum. E hoje o disco é considerado um dos ápices do Metal. Essa mesma revista colocou Kurt Cobain como o 4º melhor guitarrista da história. Jornalistas que não sabem o que estão fazendo, que não sabem porque estão ali, sendo puramente robôs, nem são exclusivos apenas do jornalismo gamer não, hehe.

    Conteúdo patrocinado

    Re: ARTIGO - Somos todos culpados...

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017, 20:54