Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Compartilhe
    avatar
    Fmrbass
    Veterano Nv.4
    Veterano Nv.4

    Karma Karma : 316
    Posts Posts : 480

    Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Fmrbass em Sex 26 Ago 2016, 21:17


    (originalmente publicado no Blog Somos Nintendo)


    Fala Galera!


    No último domingo rolou no Parque Beto Carrero uma grande caçada Pokémon! Espalhados pelo Parque estavam vários ginásios e mais de 40 Pokéstops, todos com Lure o dia inteiro. Imaginem a festa da galera!




    Logicamente que um dia desses precisava ser marcante, por isso acionamos nosso parceiro Xande Camisetas Personalizadas e mandamos fazer nosso traje de gala, que ficou pronto em tempo recorde:




    A camiseta por si só já é espetacular, aí você bota dois caras lindos assim dentro dela e não precisa nem usar incenso pra atrair os Pokémon.


    Meowth, é isso aí!


    E a camiseta chamou atenção, principalmente das crianças que passavam por nós olhando e escutávamos comentando com seus pais “olha, um bulbassauro na camiseta deles”. Uma bela jovem de Curitiba (que o cabeção aqui esqueceu de perguntar o nome e pedir o telefone) até pediu pra tirar uma foto das nossas camisetas, só pra vocês terem uma ideia da coisa.




    Além da farda, era necessário também preparar os equipamentos: Celular pra tirar fotos, câmera fotográfica, celular pra jogar Pokémon Go, cartões de memória, pendrives, notebooks, power banks, carregadores e extensões eram necessários. Saímos de Joinville como se estivéssemos preparados para uma catástrofe, mas levamos o que achamos que seria necessário (SPOILER: foi pouco).


    Chegamos por volta das 10:30, embaixo de uma chuva torrencial. Só no trajeto entre as catracas e a praça de alimentação já tínhamos tomado o tanto de chuva que esperamos para o dia inteiro. Começou a bater o arrependimento de não termos comprado capas de chuva, mas isso não nos impediria de seguir a missão: subir de level, capturar o maior número de Pokémon possível, interagir com outros treinadores e quem sabe até ganhar um beijo doce da rainha do rodeio aproveitar os brinquedos do parque.




    Demos uma circulada pra fazer o reconhecimento do local. Conversamos com funcionários dos restaurantes que prontamente nos deram dicas dos melhores locais pra capturar os monstrinhos, além de oferecer também tomadas e mesas para que pudéssemos nos instalar confortavelmente. Tudo com uma educação e receptividade ímpares. E o mais incrível é que além de wi-fi, tomadas e mesas disponíveis, os restaurantes também serviam alimentos! Impressionante.


    Seguindo a dica, fomos até um ponto que ficava entre três Pokéstops, e por lá ficamos por um bom tempo. Caçamos, pegamos pokébolas e conversamos com o pessoal que se espremia embaixo da cobertura pra fugir da chuva. E a coisa começou a complicar, pois com muita gente concentrada em um mesmo ponto, a conexão começou a cair. Era um desespero só. Pensem no pânico de estar no meio da captura de um Pikachu e ficar sem internet (eu passei por isso e não desejo isso pra ninguém, mas sobrevivi).




    Foi quase uma hora sem conseguir nem conectar no jogo. Como a chuva havia dado uma diminuída, fomos então circular pelo parque e aproveitar um pouco os brinquedos. Dois casais, um de Piçarras e um de Florianópolis nos acompanharam nesse passeio, já um tanto frustrados com os problemas pokémônicos que estavam ocorrendo.


    Primeira etapa, montanha russa. O maior medo aqui era de ver mochila, óculos e celular voando. Vamos deixar os detalhes para o vídeo ao final dessa postagem, mas resumidamente posso dizer que foi apavorante e engraçado ao mesmo tempo.




    Próxima etapa: Fire Whip, que pra quem não sabe é aquela montanha-russa invertida. Nessa hora o maior medo era de voar um tênis, então de cadarços bem amarrados nos instalamos, mas infelizmente não nos deixaram filmar o passeio. Uma pena.




    A Fire Whip parece que vai arremessar seu cérebro pra longe, mas por mais incrível que pareça passa uma sensação maior de segurança do que a montanha russa tradicional. Pena que quando você se acostuma e começa a aproveitar o passeio acaba. Enfim, 15 minutos depois, quando as pernas pararam de tremer, resolvemos seguir em frente e conhecer outros brinquedos. Mas não tinha condições, a cada 5 metros andando aparecia vários Pokémon pra capturar, com isso era quase impossível fazer algo que não fosse caçar os bichinhos.




    Voltamos para os três Pokéstops pra reabastecer as pokébolas e tentar pegar uns monstrinhos diferentes e mais fortes.




    Pega o tamanho desse tablet!


    Até a família do Zé Gotinha veio participar da caçada!


    Cabe salientar aqui a interação entre os treinadores: todos se divertindo, trocando ideias, dando dicas e inclusive avisando onde achavam algum pokemon diferente. Fora que a estrutura do parque é perfeita para uma caçada assim, pois a segurança de procurar Pokémon sem se preocupar em encontrar um Bulbassauto, um JigglyFurto ou até mesmo ir parar em uma área comandada por Rattatraficantes. É praticamente como estar em uma Safari Zone na vida real, com a diferença que você corre o risco de trombar com outro treinador que esteja concentrado do mesmo modo.


    Visio tentando capturar um gárgula


    Outro ponto que merece destaque é como Pokémon atinge tantas faixas etárias distintas. Era criança, adulto, mãe, pai, pais com filhos, filhos sem os pais, todo mundo ali focado em capturar seu Pokémon e quando conseguiam pegar algum raro comemoravam, davam gritos e com isso chamavam a atenção de todo mundo. Mas o principal era ver que todos ali estavam se divertindo feito crianças (principalmente os que realmente eram crianças, duh!) e aproveitando o dia, mesmo que São Pedro não tenha colaborado.



    E assim seguimos até as baterias (tanto as nossas quanto as dos celulares) começarem a dar sinal de que estavam acabando. No fim do dia, saldo absolutamente positivo: capturamos vários Pokémon diferentes, conhecemos pessoas sensacionais de diversos locais, e passamos um dia onde pudemos voltar a ser criança.






    Podemos dizer sem dúvidas que o evento foi um sucesso, tanto pela quantidade de pessoas jogando Pokémon GOquanto pelas filas que se formaram em vários brinquedos.


    Esperamos que essa iniciativa se repita outras vezes e claro que estaremos à disposição novamente para repetir essa parceria e novamente trazer material de qualidade aqui para o Somos Nintendo.


    E claro, não podemos deixar de agradecer ao Fabiano, da Assessoria de Imprensa do Beto Carrero World que gentilmente nos cedeu as credenciais. Muito obrigado por nos proporcionar esses momentos inesquecíveis.


    É isso galera, ficamos por aqui mas com aquele gostinho de quero mais. Curtam agora um pequeno vídeo que fizemos no parque durante a nossa jornada!










    E vocês, o que acharam da iniciativa? Gostariam que ocorresse com mais frequência e em outros lugares do País?


    Curtam, compartilhem e comentem no nosso Blog  e também no Facebook. Vamos mostrar que os fãs de Pokémon (e gamers em geral) querem  mais eventos desse porte.


    Última edição por Fmrbass em Qui 08 Set 2016, 23:47, editado 1 vez(es)
    avatar
    vits
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2542
    Posts Posts : 4922

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por vits em Sab 27 Ago 2016, 09:27

    Muito bacana a iniciativa, ouvi de uma galera se organizando para algo parecido em São Paulo, mas não faço ideia se acabou rolando. Mas de fato, usar espaços como parques de diversão para caçar Pokemons, parece ser um excelente negócio, tanto para o local que recebe movimento, quanto para os jogadores que podem ficar mais sossegados com seus celulares.
    avatar
    Felipe_Vieir4
    Special Blast
    Special Blast

    Karma Karma : 1799
    Posts Posts : 4209

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Felipe_Vieir4 em Sab 27 Ago 2016, 09:50

    Que legal isso, eu já tinha visto essa iniciativa de um zoológico na Austrália, que publicou até um mapa com as atrações e as PokéStops e ginásios.
    Aqui no Rio não tem parques assim, mas eu vi que no último Sábado um shopping em Botafogo colocou Lure na PokéStops "deles" durante 3 horas, e tinha wifi liberado. Fizeram até evento no Facebook pra divulgar
    avatar
    Robert Prado
    Underwear Hero
    Underwear Hero

    Karma Karma : 5131
    Posts Posts : 6134

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Robert Prado em Sab 27 Ago 2016, 10:14

    Muito bom haha

    Vou tentar fazer um desse, indo no Hopi-Hari também lol

    E rí demais do: "Meu cú ficou na 3ª curva!"
    kkkkk
    avatar
    Fmrbass
    Veterano Nv.4
    Veterano Nv.4

    Karma Karma : 316
    Posts Posts : 480

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Fmrbass em Sab 27 Ago 2016, 13:10

    vits escreveu:
    Muito bacana a iniciativa, ouvi de uma galera se organizando para algo parecido em São Paulo, mas não faço ideia se acabou rolando. Mas de fato, usar espaços como parques de diversão para caçar Pokemons, parece ser um excelente negócio, tanto para o local que recebe movimento, quanto para os jogadores que podem ficar mais sossegados com seus celulares.

    Realmente cara, Pokémon GO tem um potencial absurdo de juntar gente convivendo harmoniosamente num mesmo espaço. E um local fechado assim deixa todo mundo muito mais tranquilo, além de que, como você disse, é um baita negócio para o parque!

    Felipe_Vieir4 escreveu:Que legal isso, eu já tinha visto essa iniciativa de um zoológico na Austrália, que publicou até um mapa com as atrações e as PokéStops e ginásios.
    Aqui no Rio não tem parques assim, mas eu vi que no último Sábado um shopping em Botafogo colocou Lure na PokéStops "deles" durante 3 horas, e tinha wifi liberado. Fizeram até evento no Facebook pra divulgar

    Não sabia que já tinha rolado em outros lugares, achei que era a primeira vez que tava acontecendo, principalmente aqui no Brasil.
    Mas de qualquer forma, as iniciativas desse tipo devem ser divulgadas e incentivadas, quem ganha com isso somos nós! Quando souber de outros eventos assim dá um toque pra gente divulgar.

    Robert Prado escreveu:Muito bom haha

    Vou tentar fazer um desse, indo no Hopi-Hari também lol

    E rí demais do: "Meu cú ficou na 3ª curva!"
    kkkkk
    Cara, foi tenso o bagulho ali, essa foi a segunda vez que andei de montanha russa. Acho que os orifícios não tavam preparados pra isso naquele momento.

    Se rolar esse no Hopi Hari dá um toque também, de repente podemos até criar um tópico oficial para eventos de pokemon go aqui no fórum. Eu vi que tem um sobre Pokémon GO, mas não exclusivo para eventos relacionados ao jogo.

    Obrigado a todos pelos comentários! Se puderem dar uma passada na nossa página do facebook e ajudar a divulgar a postagem nós ficaremos muito agradecidos!
    avatar
    Fmrbass
    Veterano Nv.4
    Veterano Nv.4

    Karma Karma : 316
    Posts Posts : 480

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Fmrbass em Qui 08 Set 2016, 23:54


    É pessoal, nesse final de semana vai rolar novamente a caçada Pokémon no Beto Carrero! Dos 40 (QUARENTA!!!) pokéstops existentes no parque os principais terão Lure Modules ativos o dia inteiro, ou seja, é sua grande chance de evoluir e dar aquele tapa na pokedex!

    Como vocês já viram anteriormente aqui nesse tópico, a primeira edição foi um sucesso apesar da chuva, então se São Pedro ajudar dessa vez vai bombar mais ainda.

    E o esquema agora é um pouco diferente do anterior: você compra antecipado e paga R$ 99,00, mas ganha DOIS DIAS por esse preço. Isso mesmo, menos de cem reais por DOIS DIAS no parque. O primeiro deve ser usado nos dias 10 ou 11 de Setembro e o segundo pode ser usado até dia 02 de outubro.


    Se você não foi no primeiro, não perca essa oportunidade.

    Confiram o comunicado oficial do Parque e não percam tempo, pois os ingressos são limitados.
    Beto Carrero World escreveu:
    Atenção treinadores Pokémon! Nesse fim de semana teremos mais uma caçada no Beto Carrero World! Acesse www.betocarrero.com.br e compre seu passaporte antecipado até esta sexta-feira 09/09 com preço promocional de R$99. No dia do passeio, você deve apresentar seu celular com o game instalado nas catracas. Vamos ter pontos de WiFi GRATUITO espalhados por todo o Parque! O primeiro dia deve ser utilizado no sábado 10/09 ou domingo 11/09 e o segundo dia pode ser utilizado até 02/10. Vai perder essa oportunidade?#TemosQuePegar #PokemonGo

    Então pessoal, #partiu #PokemonGO no #BetoCarrero?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Caçando Pokémon no Parque Beto Carrero World - Parte 2

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom 22 Out 2017, 15:28