Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Compartilhe
    avatar
    Brake
    Administrador
    Administrador

    Karma Karma : 1550
    Posts Posts : 3712

    Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Brake em Sab 13 Fev 2016, 17:21



    O Blastcritic é um tópico produzido para que você explane sobre os jogos que jogou e dê uma breve opinião a respeito deles. Diferentemente das análises feitas em tópicos separados no Fórum, por aqui você deve criticar um jogo de forma resumida e direta. Diga um breve comentário a respeito de suas opiniões quanto a algum jogo e, o mais importante, dê uma nota a ele. O intuito do tópico é juntar todas as notas dadas para os jogos analisados e determinar a média que os tais possuem no Fórum (de forma parecida com que ocorre em alguns sites de análises de jogos e filmes onde os usuários também colaboram nas críticas expondo suas opiniões), ou seja, formando uma Opinião Geral do Fórum a respeito de tais games.

    .
    COMO FUNCIONA?
    .


    O Blastcritic funciona de forma bem simples. Para analisar algum jogo, basta responder neste tópico informando detalhes como o título do jogo, plataforma na qual o jogou e, obviamente, a nota, fora a análise. As notas devem ser dadas numa escala de 0 a 10 e os critérios para chegar nas mesmas não serão pressupostos, você mesmo define os critérios pelos quais usará.

    Lembrando, mais uma vez, que este tópico serve apenas para análises breves. Não crie críticas muito extensas e nem se aprofunde muito em conceitos técnicos. Caso queira realizar uma análise mais detalhada, você ainda pode recorrer a criar um tópico específico para a análise do jogo desejado, onde você pode se aprofundar muito mais em alguns conceitos.

    .
    LISTA DE JOGOS ANALISADOS
    .


    Histórico de todos os jogos analisados até o momento informando as médias gerais de cada um conforme as notas dadas. A lista é dividida por console, por isso é importante que na sua análise você informe a plataforma para qual o jogo foi lançado (ou a que você jogou, no caso de games multiplataformas).

    PLAYSTATION 1:
    Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back - Média: 8,9 (1 análise)
    Crash Bandicoot 3: Warped - Média: 9,5 (1 análise)
    Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories - Média: 7,0 (1 análise)
    NINTENDO 64:
    Super Mario 64 - Média: 9,5 (1 análise)
    NINTENDO DS:
    WarioWare: Touched! - Média: 8,0 (1 análise)
    X-BOX 360:
    Ninja Gaiden 2 - Média: 8,5 (1 análise)
    Silent Hill Downpour - Média: 8,5 (1 análise)
    NINTENDO 3DS:
    Animal Crossing: Happy Home Designer - Média: 7,8 (1 análise)
    My Nintendo Picross: The Legend of Zelda: Twilight Princess - Média: 7,5 (1 análise)
    Pokémon Omega Ruby/Pokémon Alpha Sapphire - Média: 9,0 (1 análise)
    PLAYSTATION 4:
    Game of Thrones Season 1 - Média: 4,5 (1 análise)
    PC:
    Dark Souls - Média: 10,0 (1 análise)
    Divinity: Dragon Commander - Média 7,5 (1 análise)
    Risk of Pain - Média: 10,0 (2 análises)

    .
    F.A.Q
    .


    GOSTEI MUITO DESSE JOGUINHO. POSSO DAR NOTA 11?:
    Não, a escala de notas é de 0 a 10. É proibido utilizar-se números que não se enquadrem na escala, como 11 ou números negativos. A utilização de notas em números decimais é permitida, desde que esteja dentro da escala proposta.
    O JOGO QUE VOU ANALISAR SAIU PARA MUITOS CONSOLES, ATÉ PARA O ZEEBO, QUAL CONSOLE EU COLOCO?:
    Você deve informar a versão para o console em qual jogou. Por exemplo, se jogou a versão para Zeebo do tal game informado, você informará que o console é o dito Zeebo.
    NÃO GOSTEI DA OPINIÃO DO JOÃOZINHO, POSSO TRETAR?:
    Não. Este tópico tem como utilidade apenas de criar análises breves que servirão para você mostrar uma opinião rasa sobre algum jogo. Ou seja, discussões não podem ser realizadas aqui. Ao invés de discordar da opinião de alguém sobre certo jogo, mostre sua opinião a respeito do mesmo jogo e forme uma pequena análise.
    POSSO POSTAR MAIS DE UMA MINI-ANÁLISE POR POST?:
    Sim, não há problemas quanto a isso.
    QUER DIZER QUE EU NÃO POSSO MAIS FAZER ANÁLISES EM TÓPICOS SEPARADOS?:
    Claro que não, o Blastcritic não veio com a premissa de substituir as tradicionais análises do Fórum feitas pelos usuários. O intuito dele é de reunir apenas opiniões mais básicas a respeito dos jogos e, com as notas dadas, gerar opiniões gerais dos usuários do Fórum quanto aos games.
    POSSO ANALISAR UM JOGO QUE NÃO É DA NINTENDO?:
    Pode sim, não há restrição quanto a isso.
    .


    .
    Produção do Tópico: @Brake
    Produção do Banner: @Math_Geek
    Inspirado em Metacritic
    .


    Última edição por Brake em Sab 30 Abr 2016, 16:24, editado 13 vez(es)
    avatar
    Brake
    Administrador
    Administrador

    Karma Karma : 1550
    Posts Posts : 3712

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Brake em Sab 13 Fev 2016, 17:26

    Iniciando as primeiras análises do tópico Razz

    Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back | Playstation 1 | Nota: 8.9

    Comentário: Um ótimo jogo. Melhorou tudo do seu predecessor e ainda trouxe muitas novidades. Deixou de ter aquele problema que frustrava a todos com os Checkpoints e as Caixas. Os Gráficos são ótimos e a Trilha Sonora não é digna de aplausos, mas é bem legal. Pecou pela falta de outros personagens jogáveis.

    Crash Bandicoot 3: Warped | Playstation 1 | Nota: 9.5

    Comentário: Evoluiu tudo que seu predecessor trazia de melhor e ainda trouxe mais de um personagem jogável. O melhor jogo da franquia, sem dúvidas, por reunir tudo que a série tinha de melhor na época. Minha única ressalva é que poderia ter algum modo multiplayer, mas mesmo assim o jogo não deixa de ter excelência por isso. Razz
    avatar
    EHHH
    Doutor
    Doutor

    Karma Karma : 1092
    Posts Posts : 6836

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por EHHH em Sab 13 Fev 2016, 18:24

    Bom tópico! Tomara que os usuários colaborem. Aliás, lembra um pouco o antigo 3DS Channel.
    avatar
    Chazzy
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1787
    Posts Posts : 7415

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Chazzy em Sab 13 Fev 2016, 19:53

    Eu gostei da ideia do tópico, boa iniciativa Brake! Mas acho que faria mais sentido o texto ser chamado de resenha ou algo parecido, pois análise dá ideia de uma coisa mais geral, mas enfim, estreando aqui:


    Yu-Gi-Oh! Forbidden Memories | PlayStation 1 | Nota: 7.0

    Esse jogo é um card game inspirado no Yu-Gi-Oh! TCG, ele usa cartas que existem no TCG real, porém apresenta uma mecânica bastante diferente, que é bem divertida, porém muita simplificada se compararmos com as regras oficias do card game original! O jogo tem apenas um modo campanha, que não é muito longo e um modo versus onde o jogador pode duelar com outro jogador real, eu nunca usei esse modo, mas acredito que precise de dois Memory Cards, cada jogador usando o seu save no mesmo console... também temos o modo Free Duel, onde podemos jogar novamente contra os oponentes que já derrotamos na campanha pra ir melhorando o deck, quem pretende terminar esse jogo sem fazer uso de cheats, com certeza vai mofar no Free Duel até ter um baralho decente pra terminar o jogo.


    O jogo é divertido, mas acaba sendo repetitivo, pois é cansativo ficar no Free Duel melhorando seu baralho, e sem fazer isso é impossível avançar no jogo! E a gente ganha apenas uma carta quando vencemos o duelo, e a carta é randômica... então haja paciência! Outro problema do jogo, é que ele é programado de uma forma "preguiçosa", a inteligência artificial é baixíssima e em alguns casos dá pra perceber que a máquina é programada de forma injusta, pois sempre tem as cartas que precisa na mão, isso deveria ser randômico, pois isso faz parte de um jogo de cartas, você tem que se virar com o que tem na mão...


    O jogo me marcou muito, tenho ótimas lembranças desse jogo, já me divertiu muito, mas hoje em dia, percebo claramente os defeitos dele e tá longe de ser o melhor jogo de Yu-Gi-Oh! já feito. Poderia falar muito mais do jogo, mas aí deixa de ser uma resenha e vira uma análise, quem sabe eu poste um tópico de análise depois, mas já to planejando algumas análises que não postei ainda, então agora não rola, mas quem sabe eu poste mais pra frente...
    avatar
    @bolacha1337
    Veterano Nv.23
    Veterano Nv.23

    Karma Karma : 211
    Posts Posts : 965

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por @bolacha1337 em Sab 13 Fev 2016, 20:48

    Se ficou muito longo só avisar que eu dou uma encurtada  Razz



    Game of Thrones Season 1 - PS4 - Nota 4,5

    Game of Thrones primeira temporada é o primeiro da Telltale a contar com 6 episódios ao invés de 5, e essa é a única mudança que eles fizeram no jogo todo, não há mais inovação alguma, sério cara? Esse já é o quinto jogo da Telltale famosinha, ou seja pós Walking Dead, e eles não mudaram coisa alguma, aliás eles pioraram dos jogos anteriores, e muito, então eu fui fazer alguma pesquisa, afinal é pra isso que estou aqui, e descobri que temos apenas 1 roteirista que trabalho no Wolf (meu jogo favorito da empresa), de resto é um time diferente, e bem incompetente, mas vamos então falar da história, que é o que importa aqui.

    No enredo você joga como vários personagens da casa Forrester, o que é um problema, mas eu falo disso mais pra frente, e a chamada pro jogo é que está em suas mãos se essa casa vai ou não continuar existindo, só que assim, talvez você tenha essa resposta na segunda temporada, porque o jogo simplesmente acaba no meio do plot, não há uma conclusão pra qualquer dos personagens, e por você jogar com vários, sente aquele gosto de tanto faz, não há uma conexão tão forte como os outros jogos, ou um senso de consequência, além de os personagens que você controla saberem de informações que não deveriam estar ao alcance deles normalmente, afinal eles não viram o que você viu, então vai ter que rolar uma suspensão de descrença absurda, onde a internet já existe e eles tem um grupo de whatsapp.

    Fora isso, os furos de roteiro estão aqui como nunca antes, coincidências milagrosas, personagens que não são coesos e, principalmente, que entram ou desaparecem do plot simplesmente pra fazer aquele fanservice, “ah você gosta da série? Olha então esse personagem aqui, ta vendo, você ta jogando GoT, daora né?” e esse fanservice as vezes não inserem nada pra trama, além de deixá-la perdida. Se você não assiste o seriado ficará com uns buracos ainda maiores, algo que não aconteceu pra quem não lia Fábulas ou Walking Dead.

    Mas fora o enredo sensacional que em nada conclui, temos a chamada dos jogos da Telltale, “o jogo se molda as escolhas que você faz”, e finalmente eu entendi o que eles querem dizer, o jogo te enrola paras suas escolhas não importarem, e são muitos os casos em que isso acontece, como a cena logo no primeiro episódio em que a Mira e a amiga dela estão sentadas conversando, então a amiga oferece para você o vinho, ai você tem a opção de escolher um não obrigado, ai a conversa segue mais um pouco e a sua amiga pergunta se tem certeza e a Mira pega sem que você tenha qualquer poder de escolha, simplesmente pq o plot precisava que a garrafa estivesse na sua mão pra próxima cena. “Ah Bolacha, mas foi só uma vez! Para de ser chato!” Negativo meu caro, temos uma outra vez em que o Jon Snow pede pra você não matar um cara com quem rolou umas desavenças do passado, e ai você vai lá e promete que não matará o cara, mas você não tem escolha, o quick time event vai se mover pra você acabar matando o cara, não importa o quanto você se esforce, não tem uma opção de imobilização, apenas matar ou o game over.

    Mas ainda temos seus pontos positivos, por exemplo o Asher e Talia tem um desenvolvimento sensacional nos 5 primeiros episódios, pq o sexto simplesmente descarta os desenvolvimentos de todos até ali e o seu final será definido pelas suas escolhas apenas no sexto episódio e finalzinho do quinto e nada mais. Mas mesmo desconsiderando o sexto, não temos mais nenhum personagem com desenvolvimento, foi tanto personagem socado nos milhões de núcleos do jogo que todos se tornaram descartáveis e esquecíveis, por exemplo pra escrever a análise, eu tenho que ir e abrir a Wikia pra lembrar dos nomes de todo mundo tamanho o meu desinteresse.

    Fora isso, o gameplay e motor gráfico continuam os mesmos de sempre, no caso dos gráficos, eles pegaram um estilo de pintura, que ficou bacana até, mas acabou ficando lotado de bug gráfico, o que é bizarro dado o fato de você não ter livre controle de câmera.


    Mas o que mais incomoda no aspecto de gameplay é o loading, tem uma quantidade absurda de loadings por episódio e cada um deles é bem longo, chega a ser irritante de verdade ter que ficar olhando pra tela preta com a arvorezinha e o loading carregando o resto do jogo.



    Enfim, Game of Thrones é um jogo parecidíssimo com os seus antecessores, mas que joga na sua cara que a história não depende de você, tem a maior parte dos personagens descartáveis e abismos de roteiro, além disso seu enredo não possui uma conclusão, parece que é apenas um final de episódio, mas na verdade é o final. Um jogo que não merece ser jogado, aliás, já ta na hora da Telltale parar e repensar, pq a criatividade e o carinho que ela tinha com os jogos não existe mais, é apenas sobre encher o cofre de dinheiro, realmente uma pena.
    avatar
    Brake
    Administrador
    Administrador

    Karma Karma : 1550
    Posts Posts : 3712

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Brake em Dom 14 Fev 2016, 10:34

    @@bolacha1337
    Ficou um pouco longo sim, mas nem precisa encurtar porque imagino o trabalho que tenha feito com isso! ^^'

    Mas nas próximas você faz mais curto, pode ser? Wink
    avatar
    Cyber Archer
    Veterano Nv.20
    Veterano Nv.20

    Karma Karma : 632
    Posts Posts : 877

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Cyber Archer em Dom 14 Fev 2016, 11:58

    Dark Souls | PC | Nota: 10

    É um dos melhores jogos que já joguei, possui uma dificuldade boa, história excelente, diversas possibilidades de builds.

    Os gráficos são Ok, não estão entre os melhores, mas são bonitos suficiente; o jogo não foi bem otimizado mas alguns mods podem ajudar.

    As músicas são incríveis se encaixando perfeitamente no jogo e mantendo um clima épico.

    Os equipamentos são muito bem feitos e possuem diversas características (como peso), então isso é algo a ser levado em conta tanto na build utilizada, quanto na hora de fortalecer o seu personagem.

    O jogo possui apenas 2 Cutscenes, mas ainda assim tem uma das melhores histórias de jogos, todo o ambiente, inimigos, posição de itens e etc. fazem parte do contexto histórico do jogo, então nada esta em determinado lugar por acaso, e é lendo os equipamentos, prestando atenção a cada esquina e conversando com NPCs que a história do jogo vai se construindo.

    Para finalizar é um jogo que coloca a prova o conceito de certo e errado, e ao fim do jogo você se pergunta se realmente tomou as melhores decisões (ou se o que você fez realmente era certo).=D
    avatar
    Felipe_Vieir4
    Special Blast
    Special Blast

    Karma Karma : 1799
    Posts Posts : 4209

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Felipe_Vieir4 em Dom 14 Fev 2016, 17:40

    Primeiro eu queria lembrar o pessoal que posta aqui que se for fazer um texto muito grande, analise a ideia de postar em um tópico separado. Pra fazer uma análise você não precisa fazer algo separado em categorias, etc., só um bom texto e imagens pode render uma ótima análise Smile
    (Tipo a análise do @@bolacha1337, se colocar umas imagens do jogo ali no meio dá pra colocar em um tópico separado)

    Enfim, eu já quis fazer uma análise de Animal Crossing Happy Home Designer, mas fazer uma completona dá trabalho pacas, então vou falar só um pouco aqui mesmo

    O jogo é bem legal, e acho que posso dizer que é obrigatório para um fã da franquia, mas não é tão longo quanto o New Leaf. Eu tenho mais de 200 horas no new leaf, e só 26 no happy home designer, mas foram 26 horas bem divertidas. As piadas, poder interagir com seus personagens favoritos de um jeito BEM diferente do acostumado, colocar sua criatividade em prática com sets inteiros (e poder usar aquele móvel que você sempre quis, mas o Tom Nook nunca colocou a venda), tudo isso faz ser um ótimo jogo, mas que acaba caindo na "mesmice". Eu ainda jogo um pouco, mas não com grande frequencia, nem por longos períodos.
    Enfim, eu dou nota 7,8 pra esse jogo.
    avatar
    Archie
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 572
    Posts Posts : 1256

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Archie em Dom 14 Fev 2016, 17:57

    Super Mario 64 - 9.5

    Revolucionario e extremamente agradavel, Mario 64 é uma joia do mundo dos games. Sem duvidas foi um grande ponto de partida para explorar o universo 3D nos jogos e fez isso de forma perfeita. A jogabilidade tão livre e densa, os controles precisos e principalmente o grande universo fazem deste jogo um clássico eterno. Bela trilha sonora, gráficos incríveis para a época e nem preciso dizer o quanto o game é divertido. De negativo, só digo que o jogo é repetitivo em alguns momentos, o que é normal visto que foi o primeiro titulo da série em 3D. Mas nada que tire a beleza do jogo.
    avatar
    Cyber Archer
    Veterano Nv.20
    Veterano Nv.20

    Karma Karma : 632
    Posts Posts : 877

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Cyber Archer em Qui 25 Fev 2016, 10:40

    Divinity: Dragon Commander | PC | Nota 7,5

    Uma mistura de RPG - RTS - TBS - e um pouco de Ação, o jogo é realmente bem feito e muito bom.

    Você é o comandante de uma nave de batalha (Raven) e seu objetivo é recuperar o trono de seu pai que foi morto pelos seus irmãos, sendo você um "filho bastardo" meio Dragão (um Dragão Knight) e única esperança do reino.

    No jogo você não deve só tomar decisões estratégicas antes da batalha (TBS), como deve batalhar quando necessário (RTS) e usar seus poderes de Dragão (Ação) enquanto toma decisões militares e políticas que afetarão como as pessoas do seu reino irão te ver (RPG).

    O jogo explora diversas decisões como legalização de casamento gay, impostos para as igrejas, seu próprio casamento e escolha de uma esposa e várias outras coisas; sendo que essas decisões também podem influenciar antes da batalha (TBS).

    O único lado negativo é que o jogo acaba sendo um RTS muito superficial, e por conta de alguns erros "amadores" ele acaba sendo fácil (mas ainda divertido pelas possibilidades).=D

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Skywalker em Qui 25 Fev 2016, 11:53

    Nossa, nem tinha visto esse tpc antes. Parabéns @Brake! Genial Very Happy

    Depois passo aqui para deixar algumas análises e críticas ^^
    avatar
    Brake
    Administrador
    Administrador

    Karma Karma : 1550
    Posts Posts : 3712

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Brake em Dom 10 Abr 2016, 17:27

    Trazendo uma breve análise para reviver o tópico também! ^^

    Pokémon Omega Ruby/Alpha Sapphire | Nintendo 3DS | Nota: 9,0

    Realizando uma breve análise do jogo Pokémon Alpha Sapphire (por ser quase idêntico ao Omega Ruby, considero-os como um único jogo): é um jogo muito bonito; trouxe várias adições que suas versões originais não tinham (Mega Evoluções, Soar e etc), além de incrementar o que já existia (Super Secret Bases, Contest Spectacular e etc).

    Não dou a nota máxima apenas porque, por mais que ele seja um jogo excelente, poderia ter investido ainda mais no post-game (mesmo que tenha o Delta Episode). Senti que poderiam ter desenvolvido mais nesse aspecto, mas enfim, é um belo jogo e foi meu primeiro de Pokémon do 3DS.
    avatar
    NPower
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1214
    Posts Posts : 2644

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por NPower em Dom 10 Abr 2016, 18:21

    Risk of Rain (PC)

    Um roguelike 2D pixelado num mar de indies baratos na Steam. O que o difere dos outros? Um gameplay viciante, um fator altíssimo de replay e uma soundtrack de dar eargasms em qualquer um.


    O jogo tem um sistema de itens, que são conseguidos em baús espalhados pelos 5 níveis do jogo, todos com mapas diversos, mas no mesmo estilo de ambiente. Os itens são inúmeros, randômicos e dão poderes variados aos mais de 10 personagens jogáveis, fazendo com que cada gameplay seja diferente. Além de escolher dificuldade, você ainda pode usar de artefatos encontrados dentro do jogo para alterar ainda mais a partida.

    + Gameplay viciante e variado
    + Boa soundtrack
    + Alto fator de replay

    - Falta de atualizações frequentes
    - Poucas opções de multiplayer

    Nota final: 10
    avatar
    Felipe Fabricio
    Great Revival
    Great Revival

    Karma Karma : 2182
    Posts Posts : 7565

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Felipe Fabricio em Dom 10 Abr 2016, 19:39

    Compartilho da opinião do NP

    e acrescento que a gente precisa voltar a jogar Risk
    avatar
    Mazza
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 889
    Posts Posts : 1992

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Mazza em Dom 10 Abr 2016, 20:24

    Opa, não tinha visto esse tópico antes. Vamos lá:

    Silent Hill Downpour l XBOX 360 l Nota - 8,5

    Em mais uma tentativa de revigorar a série de Survival Horror Silent Hill nos consoles mais modernos, a veterana Konami junta suas forças com a novata Vatra Games para a criação de um novo título da franquia.

    Em Downpour você encara o papel do presidiário Murphy Pendleton que, após sobreviver a um acidente de ônibus durante uma transferência de prisoneiros, foge para Silent Hill. Enquanto realiza sua escapatória, o criminoso poderá fazer decisões importantes para alterar o rumo da história e sidequests que revelam detalhes sobre os mistérios deste local macabro.

    Mesmo utilizando a famosa Unreal Engine 3, conhecida por ótimos efeitos gráficos, Silent Hill: Downpour possuí visuais bem medianos. Outro ponto negativo são os glitches que podem arruinar algumas de suas missões caso aconteçam, por exemplo, com as armas limitadas e não guardáveis. 

    Fãs de longa data da franquia também notarão que os monstros e ambientação não são tão assustadores quanto os SHs feitos pela Team Silent. Porém, caso o jogador julgue Downpour por sí, sem levar outros títulos em consideração, poderá se entreter muito com uma trama intrigante e sombria.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Blastcritic - Analise e critique sobre algum jogo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab 19 Ago 2017, 08:27