Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Consoles que nunca viram a luz do dia

    Compartilhe
    avatar
    Marcio1000
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1523
    Posts Posts : 8022

    Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Marcio1000 em Sex 09 Out 2015, 23:48


    Ao olhar para toda a historia dos videogames vemos muitos consoles que obtiveram um estrondoso sucesso deixando sua marca na industria, pesquisando um pouco mais a fundo vemos consoles cujo o sucesso não o atingiu e dessa forma acabava sendo esquecido por muitos. Mas você sabia que muitos consoles jamais foram postos na prateleira de uma loja?

    Neste topico você irá conhecer vários consoles que foram anunciados mas jamais foram lançados.

    Taito Wow Wow


    A Taito é uma subsidiaria da Square-Enix, ela obteve grande sucesso no passado com seus Arcades (Ou Fliperama), Porém já fazia tempo que os consoles dominavam a industria dos games, com isso ela viu uma chance no mercado de consoles que estava em grande crescimento. Foi ai que a Taito em 1992 anunciou seu próprio console, o Taito Wow Wow, um console 16 bits que entraria no mercado para competir com dois monstros, o Super Nintendo e o Sega Mega Drive (Sega Genesis na America e Europa).

    O Console tinha como objetivo aumentar os lucros da Taito portando vários jogos de seus arcades para este console, de forma semelhante ao Neo Geo, suas capacidades gráficas seriam semelhantes ao Genesis e a mídia dele seria o CD além dele ainda contar com um sistema online que permitia o download de games.

    M2


    Conhecido também como 3DO M2, era o novo console da Panasonic apresentado em 1998, ele seria o sucessor do 3DO, ele seria lançado para bater de frente com o Playstation. Ele seria um console diferente, além do M2 ser um console próprio, ainda era um upgrade para o 3DO. Desta forma quem possuía o 3DO não precisava comprar um M2, apenas um kit que transformava o 3DO num M2.

    Porém a The 3DO Company (Proprietária do console) vendeu o M2 para Matsushita por 100 milhões de dólares. Um tempo se passou e no fim a Matsushita optou em não entrar com ele no mercado, no fim a Matsushita usou algumas tecnologias do M2 para fabricar uma maquina que vende café (Não, não estou brincando. Foram 100 milhões de dólares para uma maquina de café).

    Alguns jogos foram planejados para o console, sabe-se de quatro deles: Battle Tyrst, Hell Night, Total Vice, e Polystars. Também havia sido mostrada uma demo do game de survival horror D2 (Posteriormente lançado no Dreamcast)



    Versão demonstrativa de D2 no M2



    Essa é maquina de café que o M2 se transformou

    Nanogear



    Nanogear era para ser um console portátil de alta tecnologia com gráficos 32 bits que permitia o jogador levar alguns games de PC para jogar em qualquer lugar. Não se possui muitas informações a respeito do console, apenas o seu nome e a imagem acima. Apesar disso o site de sua desenvolvedora continua no ar, porém sem informações sobre o Nanogear.

    Konix Multisystem


    Konix era uma empresa que desenvolvia controles e outros acessórios para videogames, um dia ela decidiu entrar nesse vasto mercado. Foi ai que surgiu o Konix Multisystem, uma mistura metade console metade fliperama que reproduzia gráficos 16 bits. Várias desenvolvedoras estavam interessadas para produzir nele, entre elas estava a Electronic Arts, no fim apenas 4 games foram terminados, 3 de corrida e um chamado de Shadow of the Beast.


    Como um jogador iria jogar no Konix Multisystem


    No fim o console não foi pra frente, o motivo? Dificuldade gigantesca para programar nele, a mídia dele era disquetes (Fácil de piratear) e uma grande crise interna na Konix, faltava dinheiro e a Konix não conseguia pagar seus funcionários e enfim, o projeto não foi pra frente. Mas em compensação a Atari comprou a tecnologia da Konix e a usou no Atari Jaguar.


    Bandai Het



    Planejado pela Bandai e apresentado em 1993 ele seria uma especie de "SNES Portátil", sim um portátil. Essa coisa enorme era um portátil (E ainda tem gente que reclama do tamanho do New 3DS XL). Como é possível ver na imagem ele estava rodando um game de Dragon Ball Z com um cartucho de tamanho normal do SNES. A ideia foi cancelada pois a Nintendo acreditava que isso atrapalharia o Game Boy.


    Ultravision


    Imaginem o seguinte... Imaginem uma empresa que decide lançar um console 4 em 1, que rode jogos de Wii U, PS4 e Xbox One além de também ter seus próprios jogos. Pois é, nunca veríamos a Nintendo, Sony e Microsoft tão unidas quanto para processar essa empresa. Laughing

    Essa era a proposta do Ultravision (Ou Ultravision Video Arcade System, também pode ser chamado de VAS), ser um console 4 em 1. Rodando seus próprios jogos além de rodar também Atari 2600, Intellivision e Colecovision. Acho que nem é preciso saber o motivo do qual esse console nunca viu a luz do dia, correto?

    Eve


    MoMA Eve ou simplesmente Eve seria um outro console portátil que rodaria games de PC (Igual o Nanogear), ele foi anunciado em 2004. Ele possuiria um espaço em disco de 20GB para o armazenamento de games e videos e tinha entrada para cartão de memoria, porém o que mais espantou as pessoas foi seu preço de 500 dólares além também de seu design estranho.

    Gamepark XGP


    Esse console teve uma historia bem complicada (Não só o console, a empresa inteira).

    Tudo começou na empresa Game Park (Game e Park separados) que queria desenvolver um sucessor para seu portátil que tinha tido vendagens dentro do esperado, este console era o Game Park 32, já estava na hora de criar um sucessor e eles colocaram a mão na massa e planejaram o XGP (Extreme Game Player). Porém vários funcionários sairão da empresa e formaram uma concorrente chamada Gamepark Holding (Game e Park tudo junto) que desenvolveria o GP2X.

    No fim após a saída dos funcionários em 2005, a Game Park abriu falência dois anos depois, levando assim o XGP junto com ela pro tumulo. Hoje, sabe se lá porque, o site oficial dela vende sapatos.

    Porém é importante lembrar nesse tópico que esse console não teria apenas um modelo, assim como o GBA foi planejado outros dois modelos para ele, você confere abaixo:


    XGP mini


    XGP Kids, a versão do console focado no publico infantil

    Red Jade


    Esse seria um console portátil feito pela Ericsson, ela havia gastado 10 milhões de dólares para produzir esse console, mas por conta de uma crise financeira na empresa ela teve que cortar gastos. Com isso ela demitiu funcionários e abandonou o Red Jade. Não se tem muitas informações a respeito desse console, tudo o que se sabe é que ele era 32 bits, tinha Bluetooth, funcionava como PDA e rodava videos em DivX. Ele é muito semelhante com o Nokia N-Gage porém com mais funções.

    Indrema L600


    O Indrema foi planejado pela Indrema Entertainment Systems como uma alternativa open source, o seu sistema operacional era o Linux e aparentemente ele fazia o mesmo que um PC fazia. Ele era capaz de reproduzir CD e DVD, além de ter seu próprio navegador (Possivelmente o Mozilla Firefox), além de ter 10GB de memoria para o armazenamento de games, videos e musicas.

    O Motivo do console não ter sido lançado se deu pela falta de capital, o console precisava de 10 milhões de dólares para assim poder ser lançado, o dinheiro não só não foi obtido como a Indrema Entertainment Systems teve que abrir falencia em 2001. Matando assim o Indrema L600

    Phantom

    O Phantom foi anunciado oficialmente na E3 de 2004 como um console revolucionário muito a frente de seu tempo, a começar pelo fato dele ter abandonado as mídias físicas, desta forma todos os games seriam comprados de forma digital numa loja online que eles chamavam de Video Player Game Network, porém o console tinha que ficar um bom tempo em rede para atualizações (Coisa normal nos consoles de hoje em dia, mas imagine naquela época com aquela internet). Em compensação a Phantom Entertainment afirmava que os games seriam bem mais baratos, pois cortava os gastos de embalar e distribuir.


    Aparentemente o console também funcionava como PC, ele tinha um teclado e mouse próprio e ainda tenha um navegador e funcionava como central multimídia (Semelhante o Indrema).

    O Phantom precisava de 30 Milhões de dólares para lançar e a Phantom Entertainment não conseguiu atingir essa meta, além disso ainda tinha o fato que muitas pessoas olhavam torto pro console pelo fato dele ter abandonado as mídias físicas, afinal se algo acontece com o console como recuperar os games já comprados? e se faltar espaço em disco? Apago um jogo? Mas vou poder baixar ele novamente depois? O Acesso à Video Player Game Network era gratuito ou pago?

    No fim o Phantom não saiu do papel, a Phantom Entertainment chegou a lançar o teclado e mouse do console para PC alguns anos depois e após isso ninguém mas teve noticias da empresa, o site da empresa não recebe atualizações desde 2010

    Atari Panther


    Se prepare pois você verá muitas vezes a Atari nesse tópico.
    A Atari queria muito estar a frente do tempo e por isso ela não preparou apenas um mas dois consoles next-gen, o Atari Panther de 32 bits e o Atari Jaguar de 64 bits. Obviamente ela não deu conta do recado e acabou cancelando um deles pra focar no outro, ela optou por cancelar o Panther e lançar o Jaguar.

    O Panther já tinha 4 games planejados, Panther-pong, Cybermorph, Raiden, e Crescent Galaxy, desses quatro os três últimos foram lançados no Jaguar, apesar disso o Panther-pong teve seu source code acompanhado nos três únicos protótipos do Panther.

    Atari Cosmos


    Este seria um console portátil da Atari que nunca foi lançado por conta do grande crash de 84. Ele seria um portátil que usaria mídias físicas, mas essa mídias não teriam jogos mas sim um chip que "desbloquearia" um game do console enquanto estivesse conectado, por conta disso o console foi planejado com 9 jogos e sem a possibilidade de desenvolver mais.

    Apesar de nunca ter sido lançado, tem alguns protótipos dele espalhados pelo mundo.

    Atari Game Brain


    Esse console, assim como o Atari Cosmos, tinha entrada para cartuchos porém esse não traziam games mas sim um chip que desbloqueava o game, ele também teve apenas nove games e sem a possibilidade de desenvolver mais. Ele também não possuía controles independentes, ou seja o próprio console já possuía um controle, se quiser jogar do sofá você terá que aproximar ele da TV e achar um jeito de ficar o tempo todo com o console no colo.  

    Ele foi cancelado, foi até bom pois assim a Atari pode pensar no maravilhoso Atari 2600.

    Atari Mirai


    Este console foi planejado pela Atari em conjunto com a SNK, aparentemente ele seria uma versão mais barata e acessível do Neo Geo, não se tem muitas informações sobre este console apenas que ele é um console 32 bits e que a entrada de cartucho dele é do mesmo tamanho da entrada do Neo Geo.

    Atari Jaguar Duo


    Não falei que você veria muitas vezes a Atari nesse topico? Bem, essa é a ultima vez e você ficará surpreso ao saber que um console que não vendeu quase nada tinha um sucessor planejado. Esse é o Atari Jaguar Duo que iria competir com Playstation, Nintendo 64 e Sega Saturn. Ele teria 64 bits e ainda teria retrocompatibilidade com os games do Atari Jaguar/ Atari Jaguar CD.

    Não se tem informações sobre se havia algum game em desenvolvimento para ele

    Abaixo mais imagens do console:





    Sega Neptune


    Acredito que muita gente saiba a respeito desse console por causa de Hyperdimension Neptunia. Pois bem, ele foi planejado pela Sega como um console 32 bits que na verdade seria o Mega Drive + 32X, mas pelo fato do 32X não ter decolado em vendas e ainda o Sega Saturn estava perto do lançamento, a Sega optou por cancelar a produção tanto do console quando do próprio 32X.

    Em 2011 uma revista de games anunciou que era possível adquirir um protótipo do Sega Neptune por apenas 50 dólares, mas na verdade isso era apenas uma piada de primeiro de abril.

    Apesar disso o console ainda recebeu uma homenagem da Idea Factory, que deu o nome do console para uma de suas franquias mais conhecidas, Hyperdimension Neptunia (Que por sinal é distribuído pela própria Sega), um game que faz paródia da guerra dos consoles. A Franquia possui quatro games na serie principal, cinco games Spin-off, três remakes, um Card Game Mobile para Android e iOS chamado Neptune Collection, uma adaptação para mangá na revista Dengeki Maoh e um anime feito em 2013 pela David Production.

    A Franquia é conhecida por parodiar a guerra de consoles e acontecimentos da industria, como por exemplo o caso dos ataques a Playstation Network em 2011.


    Super Nintendo CD / Nintendo Playstation


    Admita, quando você entrou nesse topico a primeira coisa que pensou foi nesse console né? Esse console/acessório permitiria as desenvolvedoras produzirem games em CD para o SNES, ele foi pensado pela Nintendo em parceria com a Sony e se chamava Super Nintendo CD, mas também pode ser chamado de Nintendo Playstation. Mas o que quebrou essa parceria? O Motivo foi por que a Sony estava interessada em desenvolver seus próprios games para o console e teria pedido a Nintendo que ela lhe emprestasse algumas de suas franquias, mas a Nintendo acabou negando e assim a parceria das duas acabou. A Nintendo fez uma parceria com a Philips para continuar o projeto do Super Nintendo CD (O Resultado foi o Philips CD-I) e a Sony pegou o que ela tinha feito e fez sua própria plataforma de jogos, nascendo assim o Playstation.

    Segundo Shuhei Yoshida (Presidente da SCE Worldwide Studios) ele chegou até mesmo a jogar alguns games no Nintendo Playstation.

    Aproximadamente 200 protótipos desse console foram produzidos, mas como nunca foram a venda eles foram destruídos, porém um homem já encontrou um deles.

    E ai tem algum console que você gostaria que fosse lançado? Comente.
    avatar
    Chazzy
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1787
    Posts Posts : 7415

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Chazzy em Sab 10 Out 2015, 00:16

    Tópico excelente e bem útil, a maioria aí eu nunca tinha ouvido falar!

    O mais estranho foi o motivo de cancelamento do "Bandai Het", nunca que esse trambolho aí atrapalharia o lendário Game Boy.

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Skywalker em Sab 10 Out 2015, 01:11

    Parabéns pelo tópico @Marcio1000!

    Pra falar a verdade todos na lista são novidade pra mim, então foi muita informação nova ^^

    A Atari merece um prêmio não? A empresa que mais engaveta consoles kkkk. Já esse Nintendo Playstation mudou para sempre o mundo dos Vídeo Games hein?
    avatar
    Crash10
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 443
    Posts Posts : 1657

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Crash10 em Sab 10 Out 2015, 02:40

    Ótimo tópico.
    Fico pensando como seria o mundo se todos esses consoles fossem lançados, principalmente o Nintendo PlayStation. Imagine este mundo...
    avatar
    Marcio1000
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1523
    Posts Posts : 8022

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Marcio1000 em Sab 10 Out 2015, 15:09

    @Crash10 escreveu:
    Fico pensando como seria o mundo se todos esses consoles fossem lançados, principalmente o Nintendo PlayStation. Imagine este mundo...

    Eu também fico imaginando, eu acho que se a parceria tivesse durado... A Sega continuaria a fazer consoles e ainda venceria a geração 32/64 Bits pelo fato do Saturn usar CD, sem o Playstation no mercado as empresas não pensariam diferente, o Wii não buscaria o publico casual, eles continuariam focando em gráficos e buscando exclusivos "Hardcore" e quem iria sempre "falir" seria a Sega, eterna vice em vendas. A Microsoft continuaria normal no mercado

    Porém acho que isso não seria legal, pois após a criação desse console provavelmente a Sony não mexeria mais com isso (No máximo mais um console desses para o N64).
    avatar
    Marcio1000
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1523
    Posts Posts : 8022

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Marcio1000 em Seg 12 Out 2015, 05:51

    Hj tava vendo um video no YT e descobri um novo console cancelado.


    Uma idéia boa feita de forma errada

    Conteúdo patrocinado

    Re: Consoles que nunca viram a luz do dia

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 17 Ago 2017, 06:58