Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Com dólar alto, ausência da Nintendo e escassez, Mario Maker sai até R$ 350

    Compartilhe
    avatar
    Mastxadows
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1471
    Posts Posts : 3903

    Re: Com dólar alto, ausência da Nintendo e escassez, Mario Maker sai até R$ 350

    Mensagem por Mastxadows em Seg 21 Set 2015, 19:53

    @Robert Prado escreveu:
    @Omnimon escreveu:Alguns de vocês estão mau informados, jogos de videogame são taxados como jogos de azar, leva 100% de taxa em cima, então se pega 4x60 = 240 + custo da importadora, que óbvio n vai trabalhar de graça, mais as devidas taxas ao ladrão do nosso governo, e óbvio mais o ganho do lojista, pq se vender um jogo sem ganhar nada, vai trabalhar de graça.

    E isso não é só com jogos da Nintendo não, jogos de PS4/ONE, estão indo pelo mesmo caminho, n e difícil de ver pré vendas dos mesmos a quase 300 reais. Isso não é o caso de estar ou não no Brasil, sim que estar ou n no Brasil, as empresas seguem cotando a dólar os produtos, como PS4 feito aqui a pequenos 2500.

    Falando no fantasma NX que ninguém sabe nem o que é, quem pretende comprar 1 já comece a juntar seus 3mil, por que mesmo que ele custe 300 dólares, 300x4= 12000 + 100% de imposto = 2400 + lucro da loja 2600 + frete uns 2650/2700, isso se n cobrarem mais por ele ser novidade, no mercado Brasileiro novidade tem um preço e bem salgado ao consumidor, também levando em consideração que estou otimista com a decadência que o Brasil se encontra, acreditando que até final de 2016 inicio de 2017 (quando possivelmente o NX será lançado), o dólar n passara de 1 para 4 reais.

    O sr. está mal-informado. Essa de jogo ser taxado como azar, é mito. Isso não existe e não tem fonte que comprove, afinal, jogos de azar são proibidos em território nacional. Antigamente, quando video-game era novidade, até podia haver essa confusão na hora de taxar.

    Sobre os preços dos jogos, também te digo que está enganado. Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, que lá fora custa os mesmos 60 dólares que Super Mario Maker, chegou aqui por 199,99 para PS4/X1, e 160,00 para PS3/360. Os jogos que eu ví por 250/300, vinham com coisas extras, tipo Season Pass.

    A presença oficial da empresa no mercado nacional, interfere sim. Ela tem o controle de quantas unidades vai enviar para o país e consegue oferecer custo melhor, afinal, retira seu lucro da origem para fazer o calculo de preço nacional, coisa que obviamente o mercado cinza não consegue fazer.

    Pois é,eu comprei o meu Metal gear Solid V The Phantom Pain pro X360 por 145 reais,foi semana passada que comprei,se fosse mesmo o dólar eu deveria ter pago 300 pila.
    avatar
    AlienZ
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2707
    Posts Posts : 1756

    Re: Com dólar alto, ausência da Nintendo e escassez, Mario Maker sai até R$ 350

    Mensagem por AlienZ em Seg 21 Set 2015, 20:58

    @Robert Prado escreveu:
    @Omnimon escreveu:Alguns de vocês estão mau informados, jogos de videogame são taxados como jogos de azar, leva 100% de taxa em cima, então se pega 4x60 = 240 + custo da importadora, que óbvio n vai trabalhar de graça, mais as devidas taxas ao ladrão do nosso governo, e óbvio mais o ganho do lojista, pq se vender um jogo sem ganhar nada, vai trabalhar de graça.

    E isso não é só com jogos da Nintendo não, jogos de PS4/ONE, estão indo pelo mesmo caminho, n e difícil de ver pré vendas dos mesmos a quase 300 reais. Isso não é o caso de estar ou não no Brasil, sim que estar ou n no Brasil, as empresas seguem cotando a dólar os produtos, como PS4 feito aqui a pequenos 2500.

    Falando no fantasma NX que ninguém sabe nem o que é, quem pretende comprar 1 já comece a juntar seus 3mil, por que mesmo que ele custe 300 dólares, 300x4= 12000 + 100% de imposto = 2400 + lucro da loja 2600 + frete uns 2650/2700, isso se n cobrarem mais por ele ser novidade, no mercado Brasileiro novidade tem um preço e bem salgado ao consumidor, também levando em consideração que estou otimista com a decadência que o Brasil se encontra, acreditando que até final de 2016 inicio de 2017 (quando possivelmente o NX será lançado), o dólar n passara de 1 para 4 reais.

    O sr. está mal-informado. Essa de jogo ser taxado como azar, é mito. Isso não existe e não tem fonte que comprove, afinal, jogos de azar são proibidos em território nacional. Antigamente, quando video-game era novidade, até podia haver essa confusão na hora de taxar.

    Sobre os preços dos jogos, também te digo que está enganado. Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, que lá fora custa os mesmos 60 dólares que Super Mario Maker, chegou aqui por 199,99 para PS4/X1, e 160,00 para PS3/360. Os jogos que eu ví por 250/300, vinham com coisas extras, tipo Season Pass.

    A presença oficial da empresa no mercado nacional, interfere sim. Ela tem o controle de quantas unidades vai enviar para o país e consegue oferecer custo melhor, afinal, retira seu lucro da origem para fazer o calculo de preço nacional, coisa que obviamente o mercado cinza não consegue fazer.

    Distribuidora ajuda,desconsiderando casos risíveis como o de Mortal Kombat X,mas não quer dizer que sem ela seja impossível de se cobrar um preço justo,a pouco tempo mesmo eu comprei alguns jogos de vita e saiu mais em conta aqui do que importando,e olha que aqueles jogos nem sequer eram distribuídos no brasil. São situações diferentes,phatom pain,é um bom exemplo pra preço justo aqui no mercado nacional,difícil de acreditar apos o caso do ground zeroes.

    Ao contrario do que ficam dizendo neste tópico,depende de muito mais coisa do que só de gaming do brasil ou dilma. Por exemplo,nada impede que os lojistas peguem os jogos produzidos no território nacional e vendam aqui por um preço muito maior,na qual acontece com muita frequência e infelizmente é eficaz.

    Eu gostaria de não ser preciso dizer aqui que há inúmeros culpados,bem mais do que podemos imaginar,e quem perderíamos o dia todo citando-os.

      Data/hora atual: Ter 22 Ago 2017, 04:29