Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Compartilhe
    avatar
    swell
    Membro Nv.2
    Membro Nv.2

    Karma Karma : 5
    Posts Posts : 43

    Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por swell em Sab 10 Maio 2014, 00:28

    Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

       Pra quem gosta de Zelda e mal pode esperar pelo lançamento do novo jogo da franquia pro Wii U (que será revelado na E3 2014 em junho) tem como obrigação moral jogar o último game da série lançado para o 3DS. A Link Between worlds, além de ser uma continuação direta do clássico de Super-Nes, A link to the Past (aproveitando-se até do mesmo mapa deste), transborda novidades suficientes para impressionar até os fãs mais antigos da série, ao mesmo tempo em que mantém toda a nostalgia das velhas aventuras bidimensionais de Zelda. 
       Os gráficos rodam a lisos a 60 quadros por segundo mesmo com o efeito 3d ligado. Falando em 3d, os templos e torres foram totalmente construídos para melhor impressão do efeito e o resultado talvez seja um dos mais eficientes do portátil, dando um ar de novidade a clássica perspectiva isométrica. Durante a aventura Link deverá transitar entre dois universos viajando constantemente entre hyrule e Lorule, uma contraparte paralela e sombria da terra que conhecemos. Algumas semelhanças com Termina de Majora´s Mask não são mero acaso (procurem por referências) e a trilha sonora é uma das melhores e mais caprichadas de todo o enorme acervo de games do portátil (espere até ouvir os músicos no Milk-Bar).
       Para navegar pelos mundos Link ganha a habilidade de entrar em paredes virando um grafite, a mudança de perspectiva e os puzzles criados por este mecanismo são instigantes e variados trazendo certo frescor à franquia. Outra novidade bem vinda é a quebra da linearidade que vem permeando os últimos games da série. Agora você pode escolher a ordem em que quer entrar nos templos e um sistema de aluguel de itens foi criando para permitir que esta nova mecânica funcione. 
       Com dungeons divertidíssimas, um roteiro cheio de surpresas e momentos marcantes este game pode ser tido como um vislumbre do que esperar do futuro e dos novos rumos tomados pela franquia. The Legend of Zelda: A Link Between Worlds mantém a tradição da série intocável, levando-a a novos rumos inesperados e revigorantes, sendo com certeza um dos melhores jogos do enorme e qualificado acervo do Nintendo 3DS.






    Tomara que vocês gostem, ainda sou meio novo nessa arte de criticas, to postando algumas no grupo do face que eu criei chamado Nintendo Milk Bar, quem quiser participar comentar ou apenas dar uma conferida sera bem vindo. 


    Última edição por swell em Sab 10 Maio 2014, 19:24, editado 4 vez(es)
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por Convidado em Sab 10 Maio 2014, 16:37

    Acho que não sou o melhor para falar sobre isso mais tipo ta tudo muito junto ai fica dificil de ler se você colocasse uns pontos e pulasse unas linhas ficaria mais facil de ler mais dessa forma que tu escreveu é tenso!
    avatar
    swell
    Membro Nv.2
    Membro Nv.2

    Karma Karma : 5
    Posts Posts : 43

    Re: Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por swell em Sab 10 Maio 2014, 19:07

    Concordo com você Valcilio. É que escrevi para colocar no face e imaginei que se estivesse muito grande menos pessoas iriam ler.
    Irei me ater mais a esses detalhes da próxima vez, obrigado pela critica positiva.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por Convidado em Qua 14 Maio 2014, 16:23

    @swell escreveu:Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

       Pra quem gosta de Zelda e mal pode esperar pelo lançamento do novo jogo da franquia pro Wii U (que será revelado na E3 2014 em junho) tem como obrigação moral jogar o último game da série lançado para o 3DS. A Link Between worlds, além de ser uma continuação direta do clássico de Super-Nes, A link to the Past (aproveitando-se até do mesmo mapa deste), transborda novidades suficientes para impressionar até os fãs mais antigos da série, ao mesmo tempo em que mantém toda a nostalgia das velhas aventuras bidimensionais de Zelda. 
       Os gráficos rodam a lisos a 60 quadros por segundo mesmo com o efeito 3d ligado. Falando em 3d, os templos e torres foram totalmente construídos para melhor impressão do efeito e o resultado talvez seja um dos mais eficientes do portátil, dando um ar de novidade a clássica perspectiva isométrica. Durante a aventura Link deverá transitar entre dois universos viajando constantemente entre hyrule e Lorule, uma contraparte paralela e sombria da terra que conhecemos. Algumas semelhanças com Termina de Majora´s Mask não são mero acaso (procurem por referências) e a trilha sonora é uma das melhores e mais caprichadas de todo o enorme acervo de games do portátil (espere até ouvir os músicos no Milk-Bar).
       Para navegar pelos mundos Link ganha a habilidade de entrar em paredes virando um grafite, a mudança de perspectiva e os puzzles criados por este mecanismo são instigantes e variados trazendo certo frescor à franquia. Outra novidade bem vinda é a quebra da linearidade que vem permeando os últimos games da série. Agora você pode escolher a ordem em que quer entrar nos templos e um sistema de aluguel de itens foi criando para permitir que esta nova mecânica funcione. 
       Com dungeons divertidíssimas, um roteiro cheio de surpresas e momentos marcantes este game pode ser tido como um vislumbre do que esperar do futuro e dos novos rumos tomados pela franquia. The Legend of Zelda: A Link Between Worlds mantém a tradição da série intocável, levando-a a novos rumos inesperados e revigorantes, sendo com certeza um dos melhores jogos do enorme e qualificado acervo do Nintendo 3DS.






    Tomara que vocês gostem, ainda sou meio novo nessa arte de criticas, to postando algumas no grupo do face que eu criei chamado Nintendo Milk Bar, quem quiser participar comentar ou apenas dar uma conferida sera bem vindo. 

    Agora ta bem melhor de se ler e muito mais facil! antes eu tava me perdendo agora ficou facil de me localizar mesmo que me perca(fora que deixou a critica MUITO mais leve)

    @swell escreveu:Concordo com você Valcilio. É que escrevi para colocar no face e imaginei que se estivesse muito grande menos pessoas iriam ler.
    Irei me ater mais a esses detalhes da próxima vez, obrigado pela critica positiva.

    Tou aqui para isso caso precise de alguém para julgar algo conte comigo sou meio que especialista no assunto(T.T).
    avatar
    DehhH08
    Veterano Nv.3
    Veterano Nv.3

    Karma Karma : 75
    Posts Posts : 464

    Re: Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por DehhH08 em Ter 20 Maio 2014, 10:04

    Esse jogo é maravilhosamente lindo! *-*

    Conteúdo patrocinado

    Re: Crítica The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 16 Ago 2017, 14:42