Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Análise] Ghosts 'n Goblins

    Compartilhe
    avatar
    Convidado
    Convidado

    [Análise] Ghosts 'n Goblins

    Mensagem por Convidado em Sex 18 Abr 2014, 23:18

    Análise Publicada no Blog A Primeira Jogatina. Clique aqui para ver a análise
    _____________________________


    Ghosts 'n Goblins
    Desenvolvido por: Capcom
    Publicado por: Taito
    Data de Lançamento: 19/09/1985
    Estilo: Plataforma

    Arthur, um nobre cavaleiro da idade média, tem uma bela namorada. Eles são muito felizes e veem um futuro próspero, com vários Artuzinhos correndo pela casa. Numa noite bonita onde a lua está brilhando no céu, ele faz uma surpresa para sua amada - resolve levá-la para um local romântico. Existem vários locais propícios: um jardim, um cinema e uma praça escura que fica atrás de casa. Mas Arthur, experiente no assunto, escolhe o local mais romântico de todos: um cemitério cheio de tumbas.

    No cemitério Arthur e sua patroa estão trocando uma ideia legal até que de repente vem o Satanás Lucifer Capitoro e sequestra a sua amada. Então Arthur, que estava apenas de cuecas, pega a sua armadura que estava ali perto e parte em missão para salvar sua amada, porque afinal ela é quem ficou com as chaves do castelo.

    História interessante não? Pois bem, esse é o enredo de Ghosts 'n Goblins (Makaimura no Original Japonês) jogo de plataforma lançado pela Capcom em 1985. Para dizer a verdade, nunca consegui ver a cena inicial do jogo sem pensar em bobagens. Mas sinceramente, ninguém ligava para isso na época - queiramos apenas matar esse maldito demônio que chegou na pior hora, e quem sabe, ver a continuação da cena do início do jogo.







    Ghosts 'n Goblins é um belo exemplo de como "roubar" fichas do jogadores e mesmo assim fazê-los gostar do jogo por causa disso. O jogo é absurdamente difícil. Quando falo absurdamente difícil leia-se: uma seção de tortura em forma de jogo eletrônico. O jogo já começa complicado quando, ainda no primeiro estágio, você deve enfrentar um demônio vermelho - o Red Arremer - o pior inimigo do jogo. O infeliz consegue prever TODOS os seus movimentos e ainda por cima precisa de uma saraivada de golpes para morrer. Ele causou tantos aborrecimentos entre os jogadores que anos depois ele estreou o seu próprio jogo: Gargoyle's Quest.

    Fora o Red Arremer temos mais uma infinidade de inimigos chatos durante o jogo - uns fortões tatuados que necessitam de uma saraivada de golpes maior ainda para morrerem, uns fantasmas que mais parecem um pão com salsicha que lhe atormentam jogando flechas, mas os principais inimigos de Ghosts 'n Goblins são os buracos e as escadas. Acontece que Ghosts 'n Goblins possui um dos piores pulos da história em jogos de plataforma - além de serem "travados" (não permitem a mudança de direção no ar) são longos, baixos e imprecisos ao extremo. Além disso, aparentemente Arthur tem problema de reumatismo, pois quando estamos agachados, mesmo que soltemos o direcional para baixo, Arthur fica colado no chão por aproximadamente um segundo - tempo suficiente para ele levar um dano. Para piorar mais a sua situação, quando leva-se um golpe Arthur perde a armadura e fica apenas de cueca. O próximo golpe você perde a pele e vira uma pilha de ossos no chão.




    Ao todo Ghosts 'n Goblins possui seis estágios, contudo para termina-lo por completo é necessário fechar o jogo duas vezes seguidas. Sim, os produtores ainda exigem que terminemos o jogo duas vezes seguidas! Onde diabos eles estavam com a cabeça quando pensaram isso? A desculpa que eles colocaram é que a primeira jogatina na verdade foi uma ilusão do demônio e "bla bla bla". Acho que na verdade eles estavam é com preguiça de fazer mais seis estágios e fizeram com que o jogador repetisse o jogo duas vezes! Mesmo assim isso virou rotina nos jogos da franquia, e assim todos os sucessores exigiam que terminássemos o jogo duas vezes para acessar ao verdadeiro final.

    Graficamente Ghosts 'n Goblins é bem bonito para época em que foi lançado. Apesar dos Sprites serem pequenos, eles são bem detalhados e as cores combinam bem com o jogo. Os cenários são bem diversificados, indo do cemitério da primeira fase, uma cidade fantasma na segunda, uma caverna nos terceiro e quarto estágio e o castelo do Demônio nos dois últimos estágios. A animação está boa para o padrão da época e os background são até que bem feitos.


     





    A trilha sonora do jogo para muitos é traumática, visto que você certamente escutará a mesma música durante muito tempo. Contudo não deve-se negar que além de ser muito bem feita contém músicas clássicas na história dos videogames. Quem nunca escutou, pelo menos uma vez na vida, a música tema do primeiro estágio de Ghosts 'n Goblins? A música é tão clássica que sempre esteve presente em todos os jogos da franquia.


    Durante a jogatina Arthur pode contar com várias armas, que ao menos teoricamente deveriam ajudar na sua jornada - a lança, a qual iniciamos o jogo, que é uma arma relativamente boa; a faca, a melhor arma do jogo, que é rápida e pode atirar mais de uma por vez e a famigerada tocha, que á pior arma na história dos videogames. O único sentido que vejo os produtores do jogo terem colocado essa maldita tocha é fazer com que perdêssemos mais fichas do que o normal, pois ela apenas atrapalha e nada ajuda. Para "agradar" ainda mais, boa parte dos baús em que você abre tem essa maldita tocha. Então ai vai uma dica para você que quer terminar Ghosts 'n Goblins: Não pegue essa maldita arma.


     


    Apesar de todos esses porém Ghosts 'n Goblins é um jogo surpreendentemente bom. Não sei ao certo explicar isso, talvez por quê seja um dos poucos jogos que consegue de fato desafiar o nosso "ego gamer" e nos propõe um desafio real. Na época em que foi lançado era um estilo de jogabilidade diferente, visto que a grande maioria dos jogos tinham como objetivo principal apenas fazer a maior pontuação. Ghosts 'n Goblins foi um dos primeiros jogos em que tínhamos um objetivo a cumprir, mesmo que simples. É uma satisfação inigualável conseguir passar por uma parte do estágio após muito sacrificio. Talvez seja isso que esteja faltando nos jogos atuais - um pouco de dificuldade para que voltemos a sentir essa satisfação ou até mesmo algo que desafie nossos "ego" e limites. Ghosts 'n Goblins consegue fazer isso com mérito, e apesar de todos os problemas, é um clássico da história dos jogos, que deve ser respeitado e principalmente jogado. Afinal, quem não gosta de sofrer um pouquinho às vezes?

    Média Final: 7.4

      Data/hora atual: Sex 20 Out 2017, 01:06