Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Compartilhe

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por raphael.almeidamartins em Sab 15 Mar 2014, 18:29

    @JonathanAlis escreveu:@raphael.almeidamartins

    A crise de 2008 não afetou em nada as vendas de consoles.
    É só observar que os anos de 2008 a 2010 foram os melhores anos em vendas de consoles e portáteis de todos os tempos. wii, DS, ps3, x360, psp, todos venderam números astronômicos. e isso no pior momento da crise.

    O GBA que foi mal no japão, mas por enquanto o 3DS não fez frente ao GBA  no resto do mundo. Mas não pq o 3DS esteja mal, mas mais pq o GBA que foi melhor, mesmo com o DS sendo lançado tão rapidamente.

    Pq não foi instantâneo. A crise foi se alastrando e agora atingiu o mundo dos games. Sinceramente, é inocência pensar que a crise econômica n influencia o mercado de games...
    avatar
    Drika
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 84
    Posts Posts : 89

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por Drika em Sab 15 Mar 2014, 19:29

    Comparar a base de smartphones/tablets com a de consoles portáteis é covardia. Como mencionaram, celular é considerado bem de primeira necessidade. Aqui em casa são cinco smartphones contra um 3DS e um PS Vita.

    O fato de os portáteis terem um público específico, não significa que a venda deixará de ser lucrativa. Cito o exemplo dos Grand Strategies games da Paradox Interactive, cujo público alvo é bastante específico. Se você comparar as vendas de Europa Universalis IV com as de Call of Duty terá a impressão de que as vendas do primeiro foram catastróficas, mas não foi, pois o retorno financeiro de EU IV foi dentro das expectativas de Paradox que faz todo um trabalho voltado apenas para o nicho.

    A falha do PS Vita está justamente aí, a Sony não fez um trabalho voltado para ao público gamer específico, ao contrário, tentou fazer algo que agradasse ao público em geral. Resultado: o público geral não está nem aí para o Vita, porque o celular supri suas necessidades de entretenimento e os gamers estão frustrados, pois possuem um excelente aparelho mal aproveitado.
    avatar
    supertupi
    Membro Nv.25
    Membro Nv.25

    Karma Karma : 191
    Posts Posts : 279

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por supertupi em Sab 15 Mar 2014, 20:01

    @raphael.almeidamartins escreveu:
    @Drika escreveu:O mercado pode até ter diminuído quando comparamos as vendas do DS e do 3DS, isso por causa do jogadores menos entusiastas que só queria jogar um minigame para se distrair e viram no smartphone  um "excelente" substituto.

    Vocês já ouviram alguém a falar a seguinte frase: "Não vou comprar um PS Vita, porque meu celular tem vários jogos legais? Bem, eu nunca ouvi. Já ouvi pessoas dizerem que não vão comprar o Vita no momento, pois tem poucos jogos exclusivos e não vale a pena comprar um aparelho caro para jogar minigames de celular ou jogar os mesmos jogos que rodam num PSP. Também já ouvi falarem: "Vou pegar o 3DS, porque tem mais jogos exclusivos que o PS Vita."

    Ainda existe um bom mercado para portáteis, sempre existiu, o problema é que o Nintendo DS criou ilusão fazendo-o parecer maior do que realmente é. Por que o PSP vendeu menos que o NDS? Simples o povo menos entusiasta, que só queria jogar um minigame de vez em quando, não se interessou pelo portátil da Sony.

    A reclamação em relação ao PS Vita é justamente a ausência de jogos mais complexos e exclusivos, isso significa que há mercado para consoles portáteis, e que nem tão cedo os gamers vão querer trocá-los por seus smartphones. 

    O mercado não está em decadência, só está retornando ao seu verdadeiro tamanho.

    Oq vc falou é verdade. Na vdd, existia uma lacuna do mercado que não estava preenchida, e a Nintendo usou o DS para preencher. Não se alguém sabe, mas o DSi XL foi criado visando o público mais velho, ele tem cores mais sóbrias, uma aparência mais adulta (diferente de algumas outras versões do DS que pareciam brinquedos) e as telas dele eram maiores pq tinha muita gente idosa que jogava DS e tinha dificuldades pra enxergar na tela do DS pequeno lol.

    Acontece que os smartphones e tablets apareceram oferecendo uma alternativa muito mais prática pra esse público. Se eu sou uma pessoa mais velha q usava meu DSi XL pra jogar jogos como Picross quando estava no ônibus a caminho do trabalho, sei lá. Eu posso ter tudo isso no meu iPad, pagando menos pelos jogos e ainda tendo a praticidade de comprar tudo online.

    Mas e pra quem a prioridade são os jogos? Eu sou gamer e pra mim um console está mais acima na minha lista de prioridades que um smartphone ou tablet. Eu tenho o 3DS, mas não tenho smartphone, e toda vez que eu vou comprar um smartphone aparece um jogo legal de 3DS pra comprar e eu priorizo ele. Então, o DS foi um console que abrangeu os gamers e o público geral, já o 3DS é um console para os gamers pq o público geral já não se interessa por portáteis.



    @supertupi
     

    Vc está mostrando só as vendas americanas, o 3DS já ultrapassou o GBA no Japão, por exemplo.

    Vale lembrar que estamos em uma crise econômica mundial desde 2008, enquanto o GBA era vendido na época que a economia ia muito bem. Se o 3DS ultrapassou as vendas do GBA no Japão em plena crise econômica podemos dizer que sim, ele é mais popular hoje doq o GBA foi na sua época Wink

    Mas o 3DS é mais popular no Japão do que o GBA em sua época. O mercado japonês desde a geração passada fez uma transição massiva para os portáteis dedicados. O GBA era de uma época em que os consoles portatéis eram ainda uma sombra dos consoles de mesa no Japão. Agora os portateis dominam. O GBA coexistiu com o monstro chamado PS2 e em parte com o DS ( só os dois videogames de maior vendagem da história).

    Entretanto, apesar de no Japão haver a predileção por portateis dedicados, é no ocidente que a chapa do 3DS está esquentando. Sinceramente, não acho que o 3DS possa chegar nas vendas totais mundiais do GBA (a menos que ele fique no mercado mais uns 4 anos). No entanto, se você acompanha as vendas semanais japonesas, repare como as vendas do 3DS estão 40 - 50% MENORES que as do ano passado no mesmo período. E que ano passado, apesar de que todos vibravam com a liderança do 3DS eu avisava que ele ia vender menos do que em 2012.

    Culpar a crise econômica mundial é algo complicado porque ela afeta de forma heterogênea os diversos países, setores e produtos.
    Exemplo:
    a) As vendas do mercado de tablets mundialmente cresceu 68% em 2013 em relação a 2012, como mostrei no gráfico anterior.
    b) Nos EUA em 2009 e 2010 o mercado total de videogames caiu de forma consecutiva em relação a 2008 (Você pode colocar isso na conta da crise...). Mas em 2010 as vendas do XBOX 360 começaram a aumentar por causa do Kinect, que proporcionou o maior natal do XBOX registrado até então.

    Entendo que culpa se deve mais a decisões inadequadas e da falta de capacidade de criar tendências do que qualquer crise econômica. Isto é o maior motivo para o início difícil do 3DS, a desaceleração atual do 3DS, o VITA que apesar do nome sempre foi um morto-vivo, ou as baixas vendas do WiiU.

    PS: Não discordamos quando você diz que um smartphone/tablet é um negócio muito mais interessante para o público que foi atraído pelo DS (idosos e mulheres). É um produto que tem mais utilidades, oferece jogos casuais de graça ou por um pequeno custo, entre diversos outros ganhos.

    Agora me diz: Isso não foi uma leitura errada de mercado da Nintendo? Ela perdeu esse público quase que inteiramente e que era DELA. Li em um estudo que a média de idade dos jogadores de pokemon só faz subir, por exemplo. Pokemon diminuiu sua participação no mercado infantil. Pois ao contrário do GBA que era visto como um brinquedo, é muito mais fácil um pai hoje dar um tablet, smartphone barato ou antigo pro filho (que vai poder jogar games de graça, acessar facebook, entre outras coisas) do que dar um 3DS que custa caro pra um aparelho dedicado, com jogos de 40 dolares cada.

    Não comparo a qualidade dos jogos do 3DS com os dos smartphones e tablets. Apenas estou comentando os movimentos do mercado.
    avatar
    lukazz
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 586
    Posts Posts : 2426

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por lukazz em Sab 15 Mar 2014, 20:52

    Tem muito jogo grande saindo pra smatphones, e conheço muita gente que prefere ter um smart e jogar de graça nos android da vida do que pagar pelos seus jogos em um sistema dedicado.. o mercado de portateis dedicados nao vai acabar tao cedo, mas ele esta sim retrocedendo.. infelizmente.
    avatar
    Lucasmon
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2970
    Posts Posts : 6039

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por Lucasmon em Sab 15 Mar 2014, 20:58

    Fico imaginando o dia que Pokémon tiver que migrar para os celulares.

    Será triste, por isso torço para que a Nintendo e Sony consigam fazer um otimo trabalho em futuros portáteis... Não consigo aceitar a ideia de ter que migrar algum dia para smartphones.

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por raphael.almeidamartins em Sab 15 Mar 2014, 21:19

    @Supertupi

    Mas os tablets são aparelhos que estão entre as prioridades de consumo das pessoas hoje, e são aparelhos com um público muito maior doq os consoles, q são aparelhos de nicho pra quem gosta de jogar video game.

    Então comparar as vendas de portáteis ou consoles com a venda de tablets não faz muito sentido. Oq faz sentido é comparar as vendas de consoles em épocas de crise ou não. E como vc apontou as vendas dos consoles caíram 2009 e 2010. As vendas do Xbox aumentaram, mas por causa do hype do Kinect, hoje não há esse apelo. O Kinect foi uma febre mto menor q o wiimote.

    Sim, eu concordo que a Nintendo errou nessa geração. Ela não conseguiu fisgar o público q ela trouxe pra si na geração passada (não conseguiu fisgar nem com o 3DS, nem com o Wii U), por uma série de decisões erradas, mas pelo menos o 3DS ainda atende as necessidades que o público gamer necessita.

    Quanto a comparação com o tablet e o 3DS. Concordo com vc, mas se essa criança começar a se interessar por games um dia vai querer ter um aparelho dedicado.
    avatar
    Zenak0
    Membro Nv.21
    Membro Nv.21

    Karma Karma : 68
    Posts Posts : 239

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por Zenak0 em Dom 16 Mar 2014, 11:55

    Eu temo a ideia de em um futuros os portáteis sejam substituídos pelos smartphones e tablets. Não que eu nao jogue nada nesses, mas so me sinto confortável jogando games simples como subway surfers e candy crush. Tentei jogar um tal de Dead Trigger e Six Guns e foi totalmente desconfortável jogar um game de tiro inteiramente controlado por uma tela sensível. É como regredir. Sem contar que os games para smartphones costumam ser de pequena duração, repetitivos, enjoativos, para que você mate o tedio e só. Nem que coloquem uma adaptação para um acessório com botões (o que os tornaria em uma espécie de vita) seria legal. Bom, eu compro consoles porque acho que fico mais integrado a ele em uma plataforma dedicada a ele. No pc mesmo me distraio com outras coisas, e o feeling é terrivelmente prejudicado. Imagina em um smartphone com notificações chegando a todo instante? Sei la, acho que se os portáteis perderem seu lugar para esses aparelhos vai ser o fim dessa modalidade de games, pois como o Lucasmoon comentou do Pokémon, quem já jogou Pokémon em emulador pra celular sabe o quanto é tosco.
    avatar
    Balanakuya
    Veterano Nv.24
    Veterano Nv.24

    Karma Karma : 179
    Posts Posts : 999

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por Balanakuya em Dom 16 Mar 2014, 12:24

    Eu digo uma coisa, se não acontecer algo revolucionário no mercado dos portáteis, provavelmente a próxima geração(no máximo próxima da próxima) vai ser a ultima dos mesmos.
    avatar
    El Buga
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3662
    Posts Posts : 3048

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por El Buga em Dom 16 Mar 2014, 21:00

    Eu nunca vou entender quem troca um videogame portátil por um smartphone/tablet. Como se obtém feedback de uma tela tátil, sem botões? Quando é que você sabe que deu o comando, e sente que o comando foi registrado?

    Eu não consigo nem começar a imaginar como é que eu ia jogar sem ter ideia de onde os "botões" da tela tátil estariam, afinal imagino que para jogos mais complexos você teria que dar mais comandos diferentes.

    Deve ser horrivelmente desconfortável e limitante, tanto que ouvi falar que a Apple lançou um controle pra iPad e iPhone...
    avatar
    King
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1620
    Posts Posts : 1999

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por King em Seg 17 Mar 2014, 16:31

    @El Buga escreveu:Eu nunca vou entender quem troca um videogame portátil por um smartphone/tablet. Como se obtém feedback de uma tela tátil, sem botões? Quando é que você sabe que deu o comando, e sente que o comando foi registrado?

    Eu não consigo nem começar a imaginar como é que eu ia jogar sem ter ideia de onde os "botões" da tela tátil estariam, afinal imagino que para jogos mais complexos você teria que dar mais comandos diferentes.

    Deve ser horrivelmente desconfortável e limitante, tanto que ouvi falar que a Apple lançou um controle pra iPad e iPhone...

    eu tenho 3ds, e tablet. jogar num tablet é confortável até, mas, tablets e smartsphone são coisas bem distintas, um gamer de verdade nunca trocaria uma coisa pela outra. o ideal é ter ambos. (mais coisas pra jogar) eu me divirto muito com meu tablet, mas, prefiro consoles mesmo. =/

    comprei um xperia play pra mim, esse sim foi um tiro certeiro, uniu tudo que eu gostava. hoje jogo need for speed most wanted crazy taxi e tudo mais no meu xperia play.

    enfim, trocar portátil por smartphone não faz o mínimo sentido mesmo.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Sony: “Portáteis para jogos não estão mortos e 3DS é prova disso”

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui 24 Ago 2017, 04:01