Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Compartilhe
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por Ismatash em Sab 07 Dez 2013, 16:09

    Diferente das empresas de vídeo-game em geral, a cada geração, a Nintendo não se foca em lançar novos títulos, e sim recriar aqueles que já possui, e  já que, como de costume, cada um de seus consoles tem uma característica única - diferente daquilo com o que já estávamos acostumado -, por mais que seus novos títulos tratem-se em sua maioria de continuações para as franquias já existentes, torna-se difícil prever como serão as continuações. E como há sempre muita expectativa por parte dos fãs exigentes, o período entre o anúncio e a divulgação de informações sobre o novo título é sempre repleto de muita tensão.


    Se tratando de umas das franquias mais importantes da indústria dos vide-games, The Legend of Zelda sem dúvida é uma das maiores vítimas da pressão de receber uma continuação. Como se adaptar um título com controles tão clássicos às novidades novidades propostas pela Nintendo já não fosse complicação o suficiente, há sempre que escolher em que pontos o jogo será alterado e de que forma a lenda pode ser recriada sem fazer o jogo fugir da premissa básica que fundamenta a franquia. Esse é um desafio que dá asas a imaginação de todos os fãs toda vez que um novo jogo é anunciado. E sempre que por fim temos o lançamento do aguardado título, o que vemos não é uma mera continuação, mas sim uma perfeita reinvenção da série.


    Ao longo dos lançamentos do ano de 2013, podemos ver que a Nintendo é mestre em recriar suas franquias, agrandando tantos aos fãs saudosistas quanto aos que jogam seus jogos pela primeira vez. Como um claro exemplo disso temos o recém lançado Super Mario 3D World. Quando o jogo foi anunciado, muitos torceram o nariz, estaria a Nintendo certa em lançar, ao invés de um título nunca antes visto, mais um Mario? E como sempre, a resposta foi positiva. Ela não só tornou o jogo uma experiência única, como, sem deixar para trás a essência clássica da franquia, evolui tanto os gráficos quanto as músicas do jogo, fazendo do título uma entrada magnífica da franquia em um console de alta definição. Pokémon X & Y, também entra para a lista, se tratou sem dúvida de uma transição perfeita da franquia, tanto na questão gráfica quanto para o uso das funções interativas do portátil da Nintendo.



    Talvez seja necessário repensar o que realmente deveria ser o objetivo de uma empresa de video-games, estar sempre trazendo novos títulos, quase sempre genéricos e com uma jogabilidade sempre muito semelhante a maioria dos jogos, ou se esforçar para trazer uma nova jogabilidade, um novo conceito, inovar e trazer algo que seja realmente relevante para a indústria dos vide-games em geral, mesmo fazendo isso através de uma franquia já existente. Jogos como Call of Duty e Battlefield por exemplo, monopolizam a o mercado de jogos First Person Game, e geralmente não inovam em praticamente nada, fazendo do gênero algo repetitivo.


    A dificuldade de recriar um jogo é sem dúvida o que faz uma desenvolvedora evoluir, pois para isso é necessário achar um meio de inovar sem abandonar o que já foi começado, contudo, infelizmente são poucas as empresas de vídeo-games que aceitam este desafio. E por isso muitas empresas preferem justamente fazer o contrário, criar cada vez uma quantidade maior de novas franquias, todas repletas de cutscenes para maquiar a jogabilidade que se torna cada vez mais pobre, fugindo da proposta inicial de criar o realmente possa ser chamado de jogo.

    Porém, felizmente temos ainda quem se arrisque neste meio. A Nintendo é umas das pouquíssimas empresas que consegue adicionar a cada geração algo novo na indústria dos vídeo-games sem perder a fidelidade a proposta inicial do que é um jogo. Antes de criticar a Nintendo devido a quantidade de títulos que trazem o mesmo personagem, dizendo que ela é irrelevante para a indústria dos vídeo-games, é necessário refletir sobre o que realmente pode ser considerado como algo novo. E talvez assim a evolução tecnológica possa ser realmente usada para melhorar a experiência do jogador.


    Última edição por Ismatash em Sab 27 Jun 2015, 20:35, editado 3 vez(es)
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por ari789 em Sab 07 Dez 2013, 16:19

    Pra que inovar se depois ela foge da inovação e joga na cara um 2DS para quem achou o 3DS Inovador lol

    Ok parei de zoar , Mais o 2DS foi como um Wii Remote sem Wii ou Wii U sem Gamepad e..e


    Mais enfim , pelo menos nos jogos a Nintendo continua inovando lol
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por Ismatash em Sab 07 Dez 2013, 16:22

    @ari789 escreveu:Pra que inovar se depois ela foge da inovação e joga na cara um 2DS para quem achou o 3DS Inovador lol

    Ok parei de zoar , Mais o 2DS foi como um Wii Remote sem Wii ou Wii U sem Gamepad e..e


    Mais enfim , pelo menos nos jogos a Nintendo continua inovando lol
    Cara, na minha opinião o 2DS foi uma forma de conseguir vender o portátil tanto para aqueles que achavam que o console continuava caro, quanto para os que ainda tinha frescura para comprar um 3DS para o filho devido o efeito 3D. No mais, ele não é um novo console, é uma versão alternativa do 3DS.
    avatar
    ベ リ ス
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 480
    Posts Posts : 2668

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por ベ リ ス em Sab 07 Dez 2013, 16:24

    Bom texto, mas em minha opinião, essa história de "recriar inovando" nem sempre é assim.
    Um bom exemplo foi New Super Mario Bros. 2. O máximo de inovação que trouxe foi a coleta de moedas, mas tirando isso, foi um jogo Ctrl+C-Ctrl+V do primeiro.
    Outro que foi assim foi o Zelda 4 Swords e 4 Swords Adventure. Não apenas foram feitos inteiramente baseados no Minish Cap, como fizeram praticamente o mesmo jogo para 2 consoles. Mas teve o lado inovativo, que foi o multiplayer(algo que deveria ser repetido em outros).

    Saindo desse assunto, percebi que a Nintendo anda fazendo muitos remakes. Embora sejam bem vindos, eu acho que deveriam focar novos títulos para séries mais "esquecidas", como Star Fox, F-Zero e Mother(no caso de Mother, poderiam começar localizando o 3. Se o problema são os diálogos e história, basta colocar uma classificação maior e, se necessário, vender pelo eShop, como o Ace Attorney[que é M-Rated]).
    avatar
    Ismatash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1033
    Posts Posts : 1609

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por Ismatash em Sab 07 Dez 2013, 16:31

    Djous escreveu:Bom texto, mas em minha opinião, essa história de "recriar inovando" nem sempre é assim.
    Um bom exemplo foi New Super Mario Bros. 2. O máximo de inovação que trouxe foi a coleta de moedas, mas tirando isso, foi um jogo Ctrl+C-Ctrl+V do primeiro.
    Outro que foi assim foi o Zelda 4 Swords e 4 Swords Adventure. Não apenas foram feitos inteiramente baseados no Minish Cap, como fizeram praticamente o mesmo jogo para 2 consoles. Mas teve o lado inovativo, que foi o multiplayer(algo que deveria ser repetido em outros).
    Na minha opinião, New Super Mario Bros é somente um jogo focado em atrair novos jogadores, enquanto o Four Swords, bom , até onde eu saiba é somente bônus gratuito e.e
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por ari789 em Sab 07 Dez 2013, 16:39

    @Ismatash escreveu:
    @ari789 escreveu:Pra que inovar se depois ela foge da inovação e joga na cara um 2DS para quem achou o 3DS Inovador lol

    Ok parei de zoar , Mais o 2DS foi como um Wii Remote sem Wii ou Wii U sem Gamepad e..e


    Mais enfim , pelo menos nos jogos a Nintendo continua inovando lol
    Cara, na minha opinião o 2DS foi uma forma de conseguir vender o portátil tanto para aqueles que achavam que o console continuava caro, quanto para os que ainda tinha frescura para comprar um 3DS para o filho devido o efeito 3D. No mais, ele não é um novo console, é uma versão alternativa do 3DS.
    Por ser mais caro até entendo , ninguém quer pagar 40 Dolares mais caro...

    Mais sério , pra que serve o controle dos pais então ? , Para que m*** tem aquela travinha do 2D ?

    So sei que o efeito que o 2DS ta causando no 3DS é uma m*** .--. '' vocês ja devem ter notado '' .

    Conteúdo patrocinado

    Re: A Nintendo e sua capacidade de inovar sem fugir da proposta

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter 22 Ago 2017, 23:44