Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Compartilhe
    avatar
    resh
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 662
    Posts Posts : 2886

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por resh em Sab 26 Out 2013, 21:26

    Não importa o que me digam, pra mim isso é desinteresse da nintendo e só
    avatar
    Armored
    Membro Nv.MÁX
    Membro Nv.MÁX

    Karma Karma : 219
    Posts Posts : 398

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Armored em Sab 26 Out 2013, 21:33

    Triste ver gente culpando até a mão de obra excelente do nosso país ao invés de culpar esses imbecis.
    Se pirataria fosse um problema a Microsoft não seria a fabricante de consoles que mais investe no nosso país, e não haveria tanto interesse das desenvolvedoras em localizar jogos pra nós. *** caras, acordem.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Convidado em Dom 27 Out 2013, 00:50

    Então a Microsoft faz alguma magia negra, hem.
    avatar
    LegionTwo
    Veterano Nv.10
    Veterano Nv.10

    Karma Karma : 327
    Posts Posts : 635

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por LegionTwo em Dom 27 Out 2013, 01:08

    @Armored escreveu:Triste ver gente culpando até a mão de obra excelente do nosso país ao invés de culpar esses imbecis.
    Se pirataria fosse um problema a Microsoft não seria a fabricante de consoles que mais investe no nosso país, e não haveria tanto interesse das desenvolvedoras em localizar jogos pra nós. *** caras, acordem.
    Defina mão de obra excelente. Nem mercado nacional de jogos essa vergonha de país possui.
    avatar
    Reidosmash
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 226
    Posts Posts : 1576

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Reidosmash em Dom 27 Out 2013, 01:58

    Fico triste de saber que a Nintendo não tem planos para começar a investir mais no nosso país, como seria bom uma fábrica da mesma aqui para baratear o preço de seus produtos, juntamente com jogos(First Party) localizados e Club Nintendo Brasil a todo vapor!

    Mas infelizmente esse ''sonho''ainda está um tanto longe de acontecer. Neutral 
    avatar
    grlost
    Membro Nv.1
    Membro Nv.1

    Karma Karma : 16
    Posts Posts : 31

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por grlost em Dom 27 Out 2013, 02:15

    Sei lá, dá muita raiva dessas desculpas. Evil or Very Mad 
    Mas acho que é medo da Nintendo mesmo, ela foi embora do Brasil e agora tem medo de voltar, não gosta de arriscar.

    Enfim, balde de água fria nos fãs. Essa novela vai acabar quando? Pq isso parece mais uma desculpa pra simplesmente não lançar o Wii U no Brasil. Que atrasadoooo!

    Só ligo mais pro lançamento nacional por causa dos jogos FP da Nintendo. Os jogos FP de Wii U não são fáceis de achar. As lojas conhecidas e mais seguras não vendem Mario, Zelda, Pikmin, só se encontra os thirds. Sei que tem sites de games que vendem, mas tipo Saraiva não vende. Não posso ir na Saraiva e comprar Pikmin ou Mario pq simplesmente NÃO TEM!!!!!!!!!!!!! Não comprei o Wii U ainda por isso, nas lojas que compro não vende os first party.

    Esperando esse lançamento que já virou novela mexicana.
    Só não dou um pé na bunda da Nintendo por causa de Zelda. Mas que dá raiva desse descaso com o povo daqui dá, já virou palhaçada!!!!!
    avatar
    crfleo
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 636
    Posts Posts : 1582

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por crfleo em Dom 27 Out 2013, 03:58

    Sei que a notícia só fala sobre fabricar o console aqui, mas provavelmente já não veremos o lançamento do Wii U esse ano, surgiram rumores que só faltava a Anatel ou Inmetro liberar o console, algo assim, tinham prometido o lançamento lá na metade do ano, ai não deu certo e prometeram pro fim, agora quase no fim ficam demonstrando essa falta de interesse...
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por ari789 em Dom 27 Out 2013, 04:19

    @Armored escreveu:Triste ver gente culpando até a mão de obra excelente do nosso país ao invés de culpar esses imbecis.
    Se pirataria fosse um problema a Microsoft não seria a fabricante de consoles que mais investe no nosso país, e não haveria tanto interesse das desenvolvedoras em localizar jogos pra nós. *** caras, acordem.
    Fanboys cara lol

    Eu odeio todos os Istas

    Principalmente Sonystas e Nintendistas , não importa o quando você discuta , Nintendista nunca vai admitir algo

    Ainda mais se a Nintendo estiver errada ele vai sempre proteger ela de todo jeito Laughing
    avatar
    BetoSantos
    Membro Nv.15
    Membro Nv.15

    Karma Karma : 594
    Posts Posts : 175

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por BetoSantos em Dom 27 Out 2013, 15:53

    Perdoem-me a franqueza, mas li muito besteirol nos comentários.

    Para a maioria dos colegas de fórum que postaram neste tópico, é só a Nintendo querer e em um passe de mágica, terá fábrica própria e consoles fabricados aqui, no Brasil varonil.

    O nosso país é um dos mais burocráticos do mundo. Para quem não sabe -ou finge não saber quando é algo relacionado a Nintendo- recomendo uma leitura nesses artigos:
    http://www.firjan.org.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=2C908CEC29FF3435012A00D65B0C1C3D

    http://classificados.folha.uol.com.br/negocios/1131623-estrangeiro-enfrenta-22-etapas-para-abrir-empresa-no-brasil.shtml

    http://info.abril.com.br/noticias/mercado/abrir-uma-empresa-no-brasil-pode-levar-ate-119-dias-15102012-9.shl

    E isso, se tratando de um empresário brasileiro com a intenção de abrir uma empresa na sua pátria mãe. Imaginem a Nintendo, uma empresa estrangeira que nem sequer possui uma fábrica ou sede no Brasil?

    Então, por favor, procurem se informar melhor sobre o assunto. Desçam da nuvem, saiam da Matrix e do Mundo de Oz, pois a realidade é muito diferente e não é desse jeito que a banda toca.

    A BigN não é uma empresa de fundo-de-quintal. E qualquer investimento em qualquer empresa, demanda pesquisa de mercado, avaliação do risco-benefício do empreendimento e a saúde financeira da empresa principalmente.

    São muitas as variáveis e motivos para a Nintendo não montar uma fábrica aqui, entre elas acredito que:
    - A construção da nova sede mundial em Kyoto-Japão. Custo: milhões de dólares;
    - A reorganização e troca dos escritórios na NoA, o que também demanda capital;
    - Custo na produção dos jogos, projetos, pesquisas e pagamentos de funcionários;
    - O Brasil, ao meu ver, não é um mercado que seja prioritário para o WiiU, visto que quem domina por aqui é o Xbox seguido do PS, o que não justificaria tamanho investimento em uma fábrica própria com retorno incerto e creio que esse seja o principal fator, já que para mim não foi muito justificável o comentário do Reggie;
    - E o que eu acho a mais importante: a Nintendo é somente uma empresa de jogos, diferentemente da Sony e MS que são grandes conglomerados e possuem uma gama de produtos e serviços bem mais diversificados e um poder de capital bem maior que a BigN, mesmo ela sendo a líder do setor tanto em hardware e software.

    Não sou advogado e muito menos acionista da Nintendo, mas um pouco de bom-senso e principalmente conhecimento do que se diz é fundamental.

    É muito chororô e reteté, pois tanto a MS, Sony e Nintendo, não são casas de caridade e nem de filantropia. E apesar de toda filosofia que as regem, elas vão investir onde terão mais chance de obter lucro. É apenas uma das regras do capitalismo.
     
    E apoio por apoio, a Sony Brasil, que possui fábrica aqui e já produz o PS3 localmente, está mandando um beijo para todos vocês com o seu PS4 de R$ 3.999,99 e importado, com aval da matriz.

    E a MS manda um abraço, com seus jogos a R$ 199,99.


    Última edição por BetoSantos em Dom 27 Out 2013, 16:07, editado 1 vez(es)
    avatar
    Alejandro_
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1404
    Posts Posts : 3901

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Alejandro_ em Dom 27 Out 2013, 16:06

    a tradução:

    O nivel imbatível da nintendo:Brasil

    Para a Nintendo, o mercado brasileiro está a transformar-se mais difícil de vencer do que o nível do navio pirata do bowser em super mario bros 3.

    Reggie Fils-Aime, presidente da divisão americana da empresa japonesa, destacou o Brasil como uma área de crescimento potencialmente importante para os negócios da Nintendo no futuro. Enquanto o México é o maior mercado do jogo do fabricante na América Latina, "o Brasil tem um enorme potencial", Fils-Aime disse em uma entrevista no escritório da Bloomberg em São Francisco ontem.

    Mas a Nintendo continua tropeçando no mesmo obstáculo como muitas outras empresas de eletrônicos de consumo tentando quebrar a segunda maior economia emergente do mundo. Taxas de importação brasileiras são muito caros, e que conduz a forma como os preços para cima. Por exemplo, o Brasil é o país mais caro do mundo para se comprar um iPhone 5 em 2299 real (1,045 dólares), de acordo com a Bloomberg Rankings. Consoles da Nintendo, também, geralmente são vendidos por mais de US $ 1.000 cada, no Brasil, o que é mais de três vezes o preço em os EUA

    Os elevados impostos no Brasil não existem para desencorajar empresas globais de tecnologia de vender seus produtos lá. As taxas são projetados para incentivar a fabricação local. Nintendo usa a Foxconn Technology Group de Taiwan para montar seus consoles de videogame. (O casal ficou sob fogo de um ano para usar os trabalhadores da linha de montagem menores de idade). Nintendo tem explorado a possibilidade de fabricação de alguns de seus equipamentos no Brasil, Fils-Aime disse.

    "Para produtos complexos, que nem sempre é fácil de fazer", disse ele. "Nós olhamos para ele um número de vezes."

    De acordo com Fils-Aime, indústria de manofaturação do Brasil não possui as capacidades técnicas para produzir um sistema de jogo Nintendo. A outra questão é a pirataria. Em uma apresentação ao Representante Comercial dos EUA no início deste ano, a Nintendo classificou o Brasil como um país para observar a distribuição de produtos falsificados.

    Não há power-up para resolver esses desafios.

    avatar
    LiveinRiot
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 950
    Posts Posts : 2206

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por LiveinRiot em Dom 27 Out 2013, 16:36

    @LegionTwo escreveu:
    @Armored escreveu:Triste ver gente culpando até a mão de obra excelente do nosso país ao invés de culpar esses imbecis.
    Se pirataria fosse um problema a Microsoft não seria a fabricante de consoles que mais investe no nosso país, e não haveria tanto interesse das desenvolvedoras em localizar jogos pra nós. *** caras, acordem.
    Defina mão de obra excelente. Nem mercado nacional de jogos essa vergonha de país possui.
    A mesma mão-de-obra que produz ipads e iphones. Temos um mercado nacional de jogos sim, o problema é que alguns querem um mercado aquecido com um preço elevado, quando a maioria vive de dois a três salários mínimos. A culpa são dos brasileiros? Acredito que não.

    @BetoSantos escreveu:Perdoem-me a franqueza, mas li muito besteirol nos comentários.

    Para a maioria dos colegas de fórum que postaram neste tópico, é só a Nintendo querer e em um passe de mágica, terá fábrica própria e consoles fabricados aqui, no Brasil varonil.

    O nosso país é um dos mais burocráticos do mundo. Para quem não sabe -ou finge não saber quando é algo relacionado a Nintendo- recomendo uma leitura nesses artigos:
    http://www.firjan.org.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=2C908CEC29FF3435012A00D65B0C1C3D

    http://classificados.folha.uol.com.br/negocios/1131623-estrangeiro-enfrenta-22-etapas-para-abrir-empresa-no-brasil.shtml

    http://info.abril.com.br/noticias/mercado/abrir-uma-empresa-no-brasil-pode-levar-ate-119-dias-15102012-9.shl

    E isso, se tratando de um empresário brasileiro com a intenção de abrir uma empresa na sua pátria mãe. Imaginem a Nintendo, uma empresa estrangeira que nem sequer possui uma fábrica ou sede no Brasil?

    Então, por favor, procurem se informar melhor sobre o assunto. Desçam da nuvem, saiam da Matrix e do Mundo de Oz, pois a realidade é muito diferente e não é desse jeito que a banda toca.

    A BigN não é uma empresa de fundo-de-quintal. E qualquer investimento em qualquer empresa, demanda pesquisa de mercado, avaliação do risco-benefício do empreendimento e a saúde financeira da empresa principalmente.

    São muitas as variáveis e motivos para a Nintendo não montar uma fábrica aqui, entre elas acredito que:
    - A construção da nova sede mundial em Kyoto-Japão. Custo: milhões de dólares;
    - A reorganização e troca dos escritórios na NoA, o que também demanda capital;
    - Custo na produção dos jogos, projetos, pesquisas e pagamentos de funcionários;
    - O Brasil, ao meu ver, não é um mercado que seja prioritário para o WiiU, visto que quem domina por aqui é o Xbox seguido do PS, o que não justificaria tamanho investimento em uma fábrica própria com retorno incerto e creio que esse seja o principal fator, já que para mim não foi muito justificável o comentário do Reggie;
    - E o que eu acho a mais importante: a Nintendo é somente uma empresa de jogos, diferentemente da Sony e MS que são grandes conglomerados e possuem uma gama de produtos e serviços bem mais diversificados e um poder de capital bem maior que a BigN, mesmo ela sendo a líder do setor tanto em hardware e software.

    Não sou advogado e muito menos acionista da Nintendo, mas um pouco de bom-senso e principalmente conhecimento do que se diz é fundamental.

    É muito chororô e reteté, pois tanto a MS, Sony e Nintendo, não são casas de caridade e nem de filantropia. E apesar de toda filosofia que as regem, elas vão investir onde terão mais chance de obter lucro. É apenas uma das regras do capitalismo.
     
    E apoio por apoio, a Sony Brasil, que possui fábrica aqui e já produz o PS3 localmente, está mandando um beijo para todos vocês com o seu PS4 de R$ 3.999,99 e importado, com aval da matriz.

    E a MS manda um abraço, com seus jogos a R$ 199,99.
    Não estou dizendo que haja um lado certo, mas que precisamos ponderar. Reclamar do preço dos jogos do One, quando são localizados no Brasil, além disso são 50 reais mais caros que os jogos de 3DS, que por sua vez são infinitamente mais baratos de se produzir, além da logística ser menor. Eu não acho 200 reais algo barato, longe disso, mas, sem dúvidas, é preferível para 200 reais em um jogo dublado (quando é first da MS) e legendado, do que pagar 150 em um jogo totalmente em inglês. Porém se formos entrar em discussão do que é mais barato, e que tem um custo-benefício melhor para o brasileiro, é inegável que a plataforma PC é mais interessante.

    O cenário brasileiro não aceita a Nintendo como empresa de games atuais, não é do perfil brasileiro de jogos, tampouco há marketing, e vontade dela de reverter isso. A MS conseguiu isso com o 360, parte pelo desbloqueio, parte por sua dedicação. É justificável que a Nintendo não queria investir aqui, mas não é justificável reclamar de qualquer coisa e usar isso como desculpa.


    Última edição por LiveinRiot em Dom 27 Out 2013, 16:47, editado 1 vez(es)
    avatar
    Alejandro_
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1404
    Posts Posts : 3901

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Alejandro_ em Dom 27 Out 2013, 16:41

    A nintendo disse que nao quer investir aqui por causa da pirataria, mas a pirataria acontece pq a nintendo não investe aqui
    Senhoras e Senhores estamos no meio de um paradoxo de vendas de games
    c:
    avatar
    LegionTwo
    Veterano Nv.10
    Veterano Nv.10

    Karma Karma : 327
    Posts Posts : 635

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por LegionTwo em Dom 27 Out 2013, 16:42

    @LiveinRiot escreveu:
    @LegionTwo escreveu:
    @Armored escreveu:Triste ver gente culpando até a mão de obra excelente do nosso país ao invés de culpar esses imbecis.
    Se pirataria fosse um problema a Microsoft não seria a fabricante de consoles que mais investe no nosso país, e não haveria tanto interesse das desenvolvedoras em localizar jogos pra nós. *** caras, acordem.
    Defina mão de obra excelente. Nem mercado nacional de jogos essa vergonha de país possui.
    A mesma mão-de-obra que produz ipads e iphones. Temos um mercado nacional de jogos sim, o problema é que alguns querem um mercado aquecido com um preço elevado, quando a maioria vive de dois a três salários mínimos. A culpa são dos brasileiros? Acredito que não.
    Claro que é. Se votassem direito, parassem de ficar no Carnaval deixando dinheiro ser gasto (oh, mas eles odeiam a copa! como assim?), poderíamos ter uma educação melhor e como consequência, um povo mais exigente, de olhos abertos. Não um bando de festeiros foliões que votam no João das Mentiras que dá cestas básicas em época de eleição, rs.
    avatar
    Alejandro_
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1404
    Posts Posts : 3901

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Alejandro_ em Dom 27 Out 2013, 17:22

    vamos esperer um tempo, ver a nintendo se pronunciar mais e ver no que vai dar
    espero que isso seja momentanio , acho que ate 2020 ela estar aqui, assim espero
    avatar
    BetoSantos
    Membro Nv.15
    Membro Nv.15

    Karma Karma : 594
    Posts Posts : 175

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por BetoSantos em Dom 27 Out 2013, 18:20

    Spoiler:

    @LiveinRiot escreveu:
    BetoSantos escreveu:

    Perdoem-me a franqueza, mas li muito besteirol nos comentários.

    Para a maioria dos colegas de fórum que postaram neste tópico, é só a Nintendo querer e em um passe de mágica, terá fábrica própria e consoles fabricados aqui, no Brasil varonil.

    O nosso país é um dos mais burocráticos do mundo. Para quem não sabe -ou finge não saber quando é algo relacionado a Nintendo- recomendo uma leitura nesses artigos:
    http://www.firjan.org.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=2C908CEC29FF3435012A00D65B0C1C3D

    http://classificados.folha.uol.com.br/negocios/1131623-estrangeiro-enfrenta-22-etapas-para-abrir-empresa-no-brasil.shtml

    http://info.abril.com.br/noticias/mercado/abrir-uma-empresa-no-brasil-pode-levar-ate-119-dias-15102012-9.shl

    E isso, se tratando de um empresário brasileiro com a intenção de abrir uma empresa na sua pátria mãe. Imaginem a Nintendo, uma empresa estrangeira que nem sequer possui uma fábrica ou sede no Brasil?

    Então, por favor, procurem se informar melhor sobre o assunto. Desçam da nuvem, saiam da Matrix e do Mundo de Oz, pois a realidade é muito diferente e não é desse jeito que a banda toca.

    A BigN não é uma empresa de fundo-de-quintal. E qualquer investimento em qualquer empresa, demanda pesquisa de mercado, avaliação do risco-benefício do empreendimento e a saúde financeira da empresa principalmente.

    São muitas as variáveis e motivos para a Nintendo não montar uma fábrica aqui, entre elas acredito que:
    - A construção da nova sede mundial em Kyoto-Japão. Custo: milhões de dólares;
    - A reorganização e troca dos escritórios na NoA, o que também demanda capital;
    - Custo na produção dos jogos, projetos, pesquisas e pagamentos de funcionários;
    - O Brasil, ao meu ver, não é um mercado que seja prioritário para o WiiU, visto que quem domina por aqui é o Xbox seguido do PS, o que não justificaria tamanho investimento em uma fábrica própria com retorno incerto e creio que esse seja o principal fator, já que para mim não foi muito justificável o comentário do Reggie;
    - E o que eu acho a mais importante: a Nintendo é somente uma empresa de jogos, diferentemente da Sony e MS que são grandes conglomerados e possuem uma gama de produtos e serviços bem mais diversificados e um poder de capital bem maior que a BigN, mesmo ela sendo a líder do setor tanto em hardware e software.

    Não sou advogado e muito menos acionista da Nintendo, mas um pouco de bom-senso e principalmente conhecimento do que se diz é fundamental.

    É muito chororô e reteté, pois tanto a MS, Sony e Nintendo, não são casas de caridade e nem de filantropia. E apesar de toda filosofia que as regem, elas vão investir onde terão mais chance de obter lucro. É apenas uma das regras do capitalismo.
     
    E apoio por apoio, a Sony Brasil, que possui fábrica aqui e já produz o PS3 localmente, está mandando um beijo para todos vocês com o seu PS4 de R$ 3.999,99 e importado, com aval da matriz.

    E a MS manda um abraço, com seus jogos a R$ 199,99.
    Não estou dizendo que haja um lado certo, mas que precisamos ponderar. Reclamar do preço dos jogos do One, quando são localizados no Brasil, além disso são 50 reais mais caros que os jogos de 3DS, que por sua vez são infinitamente mais baratos de se produzir, além da logística ser menor. Eu não acho 200 reais algo barato, longe disso, mas, sem dúvidas, é preferível para 200 reais em um jogo dublado (quando é first da MS) e legendado, do que pagar 150 em um jogo totalmente em inglês. Porém se formos entrar em discussão do que é mais barato, e que tem um custo-benefício melhor para o brasileiro, é inegável que a plataforma PC é mais interessante.

    O cenário brasileiro não aceita a Nintendo como empresa de games atuais, não é do perfil brasileiro de jogos, tampouco há marketing, e vontade dela de reverter isso. A MS conseguiu isso com o 360, parte pelo desbloqueio, parte por sua dedicação. É justificável que a Nintendo não queria investir aqui, mas não é justificável reclamar de qualquer coisa e usar isso como desculpa.

    Penso totalmente diferente LiveinRiot. Não acho justificável um jogo custar R$ 199,99 somente por causa de uma localização de idioma.

    O que eu percebo, é que os colegas estão considerando a localização dos jogos como um prêmio, bônus ou um gesto de bondade das fabricantes. Eu considero como nada mais que obrigação, visto que pagamos -e caro- pelos mesmos jogos e aparelhos em relação a outros mercados. E sem desconsiderar a imensa carga tributária do país, o fato é que essas empresas possuem uma margem de lucro satisfatória por aqui, além do grande mercado que o Brasil representa principalmente para a MS e Sony.

    E entre pagar mais caro por um jogo localizado ou mais barato por um que não seja, prefiro pagar mais barato mesmo que não seja em PT-BR.

    E não digo isso porquê eu falo ou leio inglês -que inclusive eu sou péssimo- mas é a escolha mais racional e financeiramente melhor.

    Se partirmos por essa premissa de pensamento, os americanos -por exemplo- deveriam pagar mais caro pelos jogos de idioma japonês que são localizados para o inglês. Não é isso que vemos na prática, e não são poucos os jogos que se enquadram nesse exemplo.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Reggie diz que a indústria brasileira, no atual momento, não tem capacidade de produzir consoles da Nintendo

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017, 22:53