Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Compartilhe
    avatar
    Hamburger
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1234
    Posts Posts : 4601

    [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Hamburger em Sab 19 Out 2013, 02:40

    Ao refletir sobre o caso, muitos andam se perguntando o que está em jogo dentro desses 4 mil reais. Um usuário do Facebook, em um post relacionado ao polêmico preço do novo console da Sony, explicou tudo detalhadamente. Confira:


    Rodrigo Franco escreveu:A questão não é só o Governo em si.

    Para começar, é conveniente fazer um cálculo direto, considerando que o valor do console nos EUA já tem embutido em si uma margem razoável de lucro. São 400 dólares no videogame. Normalmente, o governo cobra uma alíquota de 60% na importação sobre o preço original, elevando o valor do produto para US$ 400 + (60% x US$ 400) = US$ 640. Além disso, podemos inserir, sendo muito generosos, um custo de 10% do valor total do produto, já com impostos para serviços de logística: US$ 640 + (10% x US$ 640) = US$ 704.

    Atualizando esse número com uma cotação GENEROSA do dólar, que segue instável no Brasil, temos que o custo final de um Playstation 4 no país deveria ser:

    US$ 704 x R$ 2,40 = R$ 1689,60.

    Vamos arredondar para R$ 1700,00, com custo de transporte e com os impostos cobrados. E daí constatamos que os R$ 2.300,00 adicionais que a Sony vai cobrar no console são APENAS lucro adicional.

    Mas por que isso acontece no Brasil? E por que acontece não apenas com vídeo games, mas com eletrônicos em geral, com carros, com casas, com taxas bancárias, com produtos de supermercado e de todas as demais coisas que o brasileiro consome?

    É simples: embora as multinacionais tentem justificar seus preços abusivos com a falácia do Custo Brasil (sim, ele realmente atrapalha, mas não é tão determinante assim), a questão é que no Brasil a maioria das empresas internacionais cobra preços abusivos por seus produtos, mesmo que eles tenham sido fabricados aqui. E essa tentativa de maximização de lucros dá certo por um único motivo: há um público específico que compra esses produtos, mesmo que eles custem preços abusivos.

    Quem é esse público específico? A parcela dos mais ricos, em um país com extenso históricos de desigualdades sociais. No Brasil, a parcela de 1% dos mais ricos tem 87 vezes a renda da parcela dos 10% mais pobres. O que, a rigor, significa que eles consomem 87 vezes mais. Ou até mais, se considerarmos que nosso sistema tributário, baseado mais na tributação do consumo do que na tributação da renda, tem efeito impulsionador na desigualdade social no país.

    Ainda há um agravante: no Brasil, a diferenciação se dá através do consumo. Culturalmente a ideia de ascensão social no Brasil não se baseia na criação de uma poupança interna ou na qualidade de vida das famílias, mas na noção de consumo. O próprio governo federal se aproveitou disso em seus três mandatos, promovendo um modelo de desenvolvimento baseado no incentivo ao consumo.

    As empresas sabem disso, e fazem produtos voltados a esse público que quer diferenciação. É o videogame de R$ 4 mil, o carro de R$ 100 mil, e é a eclosão de estabelecimentos “gourmet”, que oferecem produtos bem mais caros apenas porque o público que vai comprar não quer apenas o produto, e sim o status diferenciado que o consumo daquele produto confere. Karl Marx já falava disso há 150 anos atrás, com o nome de “fetiche da mercadoria”.

    A questão é que a desigualdade social potencializa isso no Brasil. A diferença entre ricos e pobres ainda é imensa no país e a venda de um produto desejado por alguns que vão comprá-lo por qualquer preço, como um videogame, por conta do fanatismo e do status social, incentiva as empresas a cobrarem preços absurdos em nome do lucro fácil. Façamos uma conta tosca aqui:

    Suponhamos que 25% dos potenciais compradores de um PS4 compraria ele por qualquer preço, pelos fatores já elencados. E suponhamos que o custo para a Sony de um PS4 no Brasil seja de R$ 1500,00, já incluindo impostos, custo de transporte e pós-venda.

    Se a Sony colocar o preço do PS4 a R$ 2000,00, por exemplo, quantos consoles ela precisaria vender para lucrar R$ 1 milhão?

    A resposta é simples: R$ 1 milhão / R$ 500 de lucro por console = 2000 consoles.

    Colocando o preço do PS4 a R$ 4000,00, a Sony precisaria vender quantos consoles para lucrar R$ 1 milhão?

    Resposta: R$ 1 milhão / R$ 2500 de lucro por console = 400 consoles.

    Se você dividir 400 por 2000, vai perceber que a Sony, quando pratica um preço abusivo, precisa vender APENAS 20% dos videogames para ter o mesmo lucro que teria se vendesse o console a um preço justo. E se a empresa sabe que 25% dos potenciais consumidores são fãs, tem dinheiro e vão comprar o Playstation 4 de qualquer jeito, ela prefere praticar o preço abusivo, porque isso vai resultar na maximização dos lucros da empresa, apesar da corrosão da sua imagem.

    Ou seja: a desigualdade social e a existência desse grupo privilegiado faz com que seja justificável, para a Sony, praticar preços abusivos no Brasil. Assim como é justificável para a Apple, para as montadoras ou para as incorporadoras imobiliárias. Nos EUA e na Europa, em que a massa de consumidores médios é maior e tem mais noção do custo e da margem de lucro embutida nos produtos, a tentativa de maximização dos lucros pelo aumento dos preços, minimizando a massa consumidora, é um enorme tiro no pé.

    No Brasil, por ainda existir uma elite bastante representativa em relação ao universo de potenciais consumidores desse tipo de produto, as empresas praticam preços abusivos. É lógico que outros fatores também contribuem negativamente, como a infraestrutura de transportes do país, predominantemente rodoviária, e a alta carga de impostos. Mas nem de longe explicam a viabilidade de empresas como a Sony praticarem preços abusivos no Brasil e ainda assim lucrarem. O que explica isso, além do fetiche da mercadoria, é a desigualdade social.
    avatar
    Cortex
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 612
    Posts Posts : 2500

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Cortex em Sab 19 Out 2013, 03:01

    é tão irreal esse preço... que quando vier no mercado livre vai vir por 2500 por ai...

    Não creio que a Sony fez essa cagad* aqui... na qual ela mesmo diz meses atrás que ia ver com o governo br se conseguia algo para ter um preço aproximado ao do US.

    2 dias atrás tcharam... US$ 399 = R$ 3999, são parecidos n ? acho esquisito demais é a justificativa, n tem nem explicação kkk...

    Infelizmente vou ter que comprar importado. Mairon3
    avatar
    Caleb John
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 533
    Posts Posts : 1565

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Caleb John em Sab 19 Out 2013, 03:06

    Desrespeito com o consumidor, desigualdade social, e o Brasil ainda vive em estado play né sony?
    avatar
    Hamburger
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1234
    Posts Posts : 4601

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Hamburger em Sab 19 Out 2013, 03:09

    Cortex escreveu:é tão irreal esse preço... que quando vier no mercado livre vai vir por 2500 por ai...

    Não creio que a Sony fez essa cagad* aqui... na qual ela mesmo diz meses atrás que ia ver com o governo br se conseguia algo para ter um preço aproximado ao do US.

    2 dias atrás tcharam... US$ 399 = R$ 3999, são parecidos n ? acho esquisito demais é a justificativa, n tem nem explicação kkk...

    Infelizmente vou ter que comprar importado. Mairon3
    É fácil de acreditar. O PS3 foi mais caro ainda no lançamento! Tudo porque apostara, feio no sucesso do PS2 e realmente não notaram que foi porque dava pra piratear muito fácil Laughing 

    E, com abuso ou não, só o imposto já faria qualquer um comprar fora. No final, o preço não muda pros mais espertos, só o empenho (e a sorte, se considerarmos a alfândega em alguns casos).
    avatar
    ari789
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1975
    Posts Posts : 6452

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por ari789 em Sab 19 Out 2013, 03:13

    Mano , teve loja no lançamento do PS3 em que ele custava 6000 R$ '' sem exagero .--. ''

    Isso não me surpreende vendo que até o Vita chegou bem caro aqui.

    O Jeito é comprar importado , até o Wii U vai vim na faixa dos 2000 Aqui .
    avatar
    Hekonzord
    Veterano Nv.20
    Veterano Nv.20

    Karma Karma : 755
    Posts Posts : 882

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Hekonzord em Sab 19 Out 2013, 14:28

    ari789 escreveu:Mano , teve loja no lançamento do PS3 em que ele custava 6000 R$ '' sem exagero .--. ''

    Isso não me surpreende vendo que até o Vita chegou bem caro aqui.

    O Jeito é comprar importado , até o Wii U vai vim na faixa dos 2000 Aqui .
    Lançamento não oficial, já no PS4 esse preço absurdo é oficialíssimo.
    avatar
    Alejandro_
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1404
    Posts Posts : 3901

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Alejandro_ em Sab 19 Out 2013, 14:38

    A sony e MS tão meio que dando chance pra nintendo ela tem que aproveitar!
    avatar
    Rafinhablo0
    Veterano Nv.26
    Veterano Nv.26

    Karma Karma : 431
    Posts Posts : 1030

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Rafinhablo0 em Sab 19 Out 2013, 14:39

    Cortex escreveu:é tão irreal esse preço... que quando vier no mercado livre vai vir por 2500 por ai...

    Não creio que a Sony fez essa cagad* aqui... na qual ela mesmo diz meses atrás que ia ver com o governo br se conseguia algo para ter um preço aproximado ao do US.

    2 dias atrás tcharam... US$ 399 = R$ 3999, são parecidos n ? acho esquisito demais é a justificativa, n tem nem explicação kkk...

    Infelizmente vou ter que comprar importado. Mairon3
    Quem disse que queria preços baixos era o Jack Tretton

    A FILA DUMA P#TA da Sony BR (Subsidiária da Sony internacional) quem colocou esse preço Alborghetti 

    Enfim , a Sony só vai baixar o preço se nós libertarmos o BR que existe em cada um de nós e floodar até o c# das redes sociais dela Ah va 

    Ela vai receber bastante vaias na BGS (aliás , eu não sei como ela vai ter coragem de ir na BGS) se ela não mudar o preço com isso é boicote na certa

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Explicação] Afinal, que estratégia a Sony está tentando seguir com esse "PS4K" no Brasil?

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 20 Out 2017, 01:14