Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Gateway 3DS - O retorno

    Compartilhe
    avatar
    Nujaka Knight
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 712
    Posts Posts : 3902

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Nujaka Knight em Ter 13 Ago 2013, 09:08

    rafaeloz escreveu:8) Sério mesmo que vocês estão discutindo 9 paginas de pirataria? 
    e o "barato" ? funciona?
    Barato é essa budega custar 2~3 jogos e ainda ter que comprar cartão SD.

    Serio cara. A Nintendo tá precisando de uma ajuda, e isso só vai prejudicar mais a produção de jogos.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Convidado em Ter 13 Ago 2013, 11:54

    não acho que irá prejudicar...pelo menos não esse gateway....
    Custa caro , e está cheio de bugs. Mas vamos ver quando alguma empresa maior começar a evoluir ele. 
    Creio que leve pelo menos 1 ano para se ter um flashcard descente.
    avatar
    kakashi142
    Iniciante Nv.5
    Iniciante Nv.5

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 10

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por kakashi142 em Ter 13 Ago 2013, 12:29

    rafaeloz escreveu:não acho que irá prejudicar...pelo menos não esse gateway....
    Custa caro , e está cheio de bugs. Mas vamos ver quando alguma empresa maior começar a evoluir ele. 
    Creio que leve pelo menos 1 ano para se ter um flashcard descente.
     também acho, por isso deixo o tempo passar e só observo, pra que pressa? afro
    avatar
    Zero Dozer
    Membro Nv.11
    Membro Nv.11

    Karma Karma : 80
    Posts Posts : 139

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Zero Dozer em Ter 13 Ago 2013, 12:51

    kakashi142 escreveu:Pessoal, vocês estão levando essa discussão para outro rumo.
    Vejam bem, se as empresas dos jogos dependessem do Brasil pra serem sustentadas elas estariam fu... e se tudo como vocês imaginam girasse em torno do Brasil não existiria sequer ps2 por conta da pirataria que comeu solta na época do ps1, ai chegamos a conclusão que o Brasil não é nada para o mercado de games, fato que eles nem fazem investimento pesado aqui, todos os jogos geralmente são destinados a N.A,Europa e Asia, quando eles se referem ao Ocidente e falam que vão levar o jogo pra América é se referindo aos EUA, resumindo, se não existisse Brasil no mundo, pra eles não faria tanta falta, se existisse um incentivo dessas empresas em nosso país com certeza os jogos não seriam tão caros como são, esse incentivo está começando a nascer agora e olha o tempo que já se passou... então tiramos outra conclusão, para as pessoas do Brasil que não bancão a pirataria e acham que está bancando os pirateiros da vontade de rir pois quem carrega a indústria dos jogos é Asia, Europa e EUA, isso é pra deixar claro para algumas pessoas que acham que estão bancando pirataria ao consumir original(me refiro do Brasil) estão enganadas. :bball:
    E o pior é que ele está certo.

    Muitas empresas, até mesmo a SEGA, passaram a evitar o Brasil porque esse é um país de trapaceiros. Não é nem apenas o caso da pirataria, é caso de que a Dilma é uma vaca mesmo.

    Fora isso, não sei porque chorar tanto com o Gateway. Os jogadores ainda precisam se matar pra fazer o flashcart funcionar; só aceita um jogo por cartão SD; ainda é bastante bugado.

    Sem mencionar que, diferente do DS, levou DOIS ANOS até que finalmente aparecesse uma forma real de pirataria. Dois anos. Foi tempo suficiente pra que o 3DS se estabelecesse de forma fantástica no mercado (e a demora com o Wii U, por mais que já seja possível dumpar ISOs do console, vai ser o tempo que a Nintendo precisa pra colocar o console de mesa no mapa).

    O DS viu uma guerra de pirataria com o R4, e ainda assim só não é mais vendido que o PS2.

    Só acho que os pontinhos que vocês ligam pra dizer que pirataria = ruína estão todos errados.

    Não ferrou o PS2, não ferrou o DS, não vai ferrar o 3DS.

    Vocês só estão fazendo isso: cair no fearmongering imbecil da indústria.
    avatar
    gaviaode12
    Membro Nv.14
    Membro Nv.14

    Karma Karma : 30
    Posts Posts : 164

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por gaviaode12 em Ter 13 Ago 2013, 13:59

    visionnaire escreveu:
    gaviaode12 escreveu:
    visionnaire escreveu:Pessoal critica flashcard e tá cheio de música e filme baixado no pc! [faceplam]
     Se quiser que eu mande foto dos meus cds de musica originais te mando e como outros já disseram antes tem vários meios de se comprar musica e filmes barato, e a industria da musica ganha dinheiro com shows e etc coisas que não vem ao caso mas a industria  dos games é diferente a questão aqui não é nintendo sony e sim a industria de games a THQ por exemplo uma empresa que tinha vários games fodas e faliu, e vem um mlk me dar a desculpa a é só um jogo vc é otário de compra original.
    Mlk falando besteira tá cheio, mas o que eu falei não tem erro.
    Não quero que você me prove nada, nem falei que você pirateia algo.
    O que eu falei foi que o pessoal critica flashcard e tá cheio de música e filme baixado no Pc. Falei besteira!? 
    Eu só compro original. Jogos, música, filme etc. Sou otário!? Se for o problema é meu. Eu faço o que minha consciência manda e não fico de mimimi querendo justificar o uso de FC ou não. O pessoal pirateia o que lhe convém e depois vem aqui malhar o pau no Flashcard. Isso não é hipocrisia!?
     Não entendeu o que eu quiz dizer, primeiro não lhe chamei de otário me referi ao convidado que falou que quem compra original é otário (não ofenderia quem compra original até pq eu compro original Shocked), e sim é hipocrisia vc falar que o pessoal critica flashcard usando pirataria quando a maioria já mostrou e declarou que é contra ela de todas as formas e falar o pessoal usa pirataria é generalizar
    avatar
    kakashi142
    Iniciante Nv.5
    Iniciante Nv.5

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 10

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por kakashi142 em Ter 13 Ago 2013, 20:20

    Zero Dozer escreveu:
    kakashi142 escreveu:Pessoal, vocês estão levando essa discussão para outro rumo.
    Vejam bem, se as empresas dos jogos dependessem do Brasil pra serem sustentadas elas estariam fu... e se tudo como vocês imaginam girasse em torno do Brasil não existiria sequer ps2 por conta da pirataria que comeu solta na época do ps1, ai chegamos a conclusão que o Brasil não é nada para o mercado de games, fato que eles nem fazem investimento pesado aqui, todos os jogos geralmente são destinados a N.A,Europa e Asia, quando eles se referem ao Ocidente e falam que vão levar o jogo pra América é se referindo aos EUA, resumindo, se não existisse Brasil no mundo, pra eles não faria tanta falta, se existisse um incentivo dessas empresas em nosso país com certeza os jogos não seriam tão caros como são, esse incentivo está começando a nascer agora e olha o tempo que já se passou... então tiramos outra conclusão, para as pessoas do Brasil que não bancão a pirataria e acham que está bancando os pirateiros da vontade de rir pois quem carrega a indústria dos jogos é Asia, Europa e EUA, isso é pra deixar claro para algumas pessoas que acham que estão bancando pirataria ao consumir original(me refiro do Brasil) estão enganadas. :bball:
    E o pior é que ele está certo.

    Muitas empresas, até mesmo a SEGA, passaram a evitar o Brasil porque esse é um país de trapaceiros. Não é nem apenas o caso da pirataria, é caso de que a Dilma é uma vaca mesmo.

    Fora isso, não sei porque chorar tanto com o Gateway. Os jogadores ainda precisam se matar pra fazer o flashcart funcionar; só aceita um jogo por cartão SD; ainda é bastante bugado.

    Sem mencionar que, diferente do DS, levou DOIS ANOS até que finalmente aparecesse uma forma real de pirataria. Dois anos. Foi tempo suficiente pra que o 3DS se estabelecesse de forma fantástica no mercado (e a demora com o Wii U, por mais que já seja possível dumpar ISOs do console, vai ser o tempo que a Nintendo precisa pra colocar o console de mesa no mapa).

    O DS viu uma guerra de pirataria com o R4, e ainda assim só não é mais vendido que o PS2.

    Só acho que os pontinhos que vocês ligam pra dizer que pirataria = ruína estão todos errados.

    Não ferrou o PS2, não ferrou o DS, não vai ferrar o 3DS.

    Vocês só estão fazendo isso: cair no fearmongering imbecil da indústria.
     Realmente, podem ver que o DS não sucumbiu a pirataria pois olha o tanto de jogos e o tanto de tempo que ele ficou no mercado, isso com R4 e outros flashcards.
    avatar
    kakashi142
    Iniciante Nv.5
    Iniciante Nv.5

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 10

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por kakashi142 em Ter 13 Ago 2013, 20:22

    Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    avatar
    x0exe
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1989
    Posts Posts : 6839

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por x0exe em Ter 13 Ago 2013, 20:29

    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    avatar
    Visionnaire
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1278
    Posts Posts : 1842

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Visionnaire em Ter 13 Ago 2013, 20:32

    gaviaode12 escreveu:
    visionnaire escreveu:
    gaviaode12 escreveu:
    visionnaire escreveu:Pessoal critica flashcard e tá cheio de música e filme baixado no pc! [faceplam]
     Se quiser que eu mande foto dos meus cds de musica originais te mando e como outros já disseram antes tem vários meios de se comprar musica e filmes barato, e a industria da musica ganha dinheiro com shows e etc coisas que não vem ao caso mas a industria  dos games é diferente a questão aqui não é nintendo sony e sim a industria de games a THQ por exemplo uma empresa que tinha vários games fodas e faliu, e vem um mlk me dar a desculpa a é só um jogo vc é otário de compra original.
    Mlk falando besteira tá cheio, mas o que eu falei não tem erro.
    Não quero que você me prove nada, nem falei que você pirateia algo.
    O que eu falei foi que o pessoal critica flashcard e tá cheio de música e filme baixado no Pc. Falei besteira!? 
    Eu só compro original. Jogos, música, filme etc. Sou otário!? Se for o problema é meu. Eu faço o que minha consciência manda e não fico de mimimi querendo justificar o uso de FC ou não. O pessoal pirateia o que lhe convém e depois vem aqui malhar o pau no Flashcard. Isso não é hipocrisia!?
     Não entendeu o que eu quiz dizer, primeiro não lhe chamei de otário me referi ao convidado que falou que quem compra original é otário (não ofenderia quem compra original até pq eu compro original Shocked), e sim é hipocrisia vc falar que o pessoal critica flashcard usando pirataria quando a maioria já mostrou e declarou que é contra ela de todas as formas e falar o pessoal usa pirataria é generalizar
    Cara, releia os comentários nesse tópico. Tem muita gente que critica o FC e não ta nem aí em piratear música por exemplo. Generalizar seria dizer que todo mundo aqui faz ou não tal coisa. Eu falei: Pessoal usa pirataria.
    Não generalizei, só falei que tem gente que faz. E o pior é que tem mesmo. Não se inclua nesse grupo, pois eu não incluí alguém em especifico, só fiz um comentário sobre a situação. Essa é a minha opinião e não foi pra fazer ninguém se sentir mal.
    Muitos usam as atitudes de outros para justificar seus erros. Tolos. Problema deles. Eu faço minha parte. É só mais uma estrela do mar que eu jogo de volta, mas se cada um fizer sua parte o cenário pode mudar.
    avatar
    Sakuraba
    Veterano Nv.19
    Veterano Nv.19

    Karma Karma : 160
    Posts Posts : 851

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Sakuraba em Ter 13 Ago 2013, 20:35

    Luiz escreveu:
    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    É uma questão politica. Alguns jogos japoneses não são permitidos na America e/ou na Europa. e vice-versa. E com a trava a empresa permite que o governo de cada região decida como vender o jogo.

    Eu acho que é isso, ao menos.
    avatar
    x0exe
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1989
    Posts Posts : 6839

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por x0exe em Ter 13 Ago 2013, 20:39

    Sakuraba escreveu:
    Luiz escreveu:
    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    É uma questão politica. Alguns jogos japoneses não são permitidos na America e/ou na Europa. e vice-versa. E com a trava a empresa permite que o governo de cada região decida como vender o jogo.

    Eu acho que é isso, ao menos.
    Boa parte, mas é algo bem maior também, como economia, preço de cada mercado, cultura, distribuição, balanço entre os mercados, avaliação de cada produto e seu desempenho e coisas do tipo.
    avatar
    kakashi142
    Iniciante Nv.5
    Iniciante Nv.5

    Karma Karma : 0
    Posts Posts : 10

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por kakashi142 em Ter 13 Ago 2013, 21:14

    Luiz escreveu:
    Sakuraba escreveu:
    Luiz escreveu:
    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    É uma questão politica. Alguns jogos japoneses não são permitidos na America e/ou na Europa. e vice-versa. E com a trava a empresa permite que o governo de cada região decida como vender o jogo.

    Eu acho que é isso, ao menos.
    Boa parte, mas é algo bem maior também, como economia, preço de cada mercado, cultura, distribuição, balanço entre os mercados, avaliação de cada produto e seu desempenho e coisas do tipo.
     Mas vê bem cara, os lucros da Sony e da Microsoft são extremamente maiores em relação a Nintendo por conta disso, você tem mais acessibilidade, eu não concordo com a trava de região, isso pode gerar lucro pra os criadores dos flashcards ao quebrarem essa trava... infelizmente a empresa como você citou é cabeça dura, ela sabe que sempre vai existir gente comprando e não vai quebrar a trava de região, e você mencionou que sempre existiu trava? não cara, o NDS não possuía essa trava que eu saiba, também os videogames mais antigos, o Wii tbm não possuia, acho que isso veio com esses novos consoles, quem se acaba nisso são eles.
    avatar
    luan3ds
    Membro Nv.2
    Membro Nv.2

    Karma Karma : 7
    Posts Posts : 45

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por luan3ds em Ter 13 Ago 2013, 21:31

    A vey que saber  ta todo mundo falando do tal flash mais ja baixou jogos na net e musicas, e os outros falando que quem compra ori é otario ses que saber o brasil é o pais mais trapaseiro cheio de ganacia,eses flashs ai sao para o brasil pois sabem que vai ter muito mais vendas aqui


    Última edição por luan3ds em Ter 13 Ago 2013, 21:33, editado 1 vez(es)
    avatar
    Visionnaire
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1278
    Posts Posts : 1842

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Visionnaire em Ter 13 Ago 2013, 21:32

    kakashi142 escreveu:
    Luiz escreveu:
    Sakuraba escreveu:
    Luiz escreveu:
    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    É uma questão politica. Alguns jogos japoneses não são permitidos na America e/ou na Europa. e vice-versa. E com a trava a empresa permite que o governo de cada região decida como vender o jogo.

    Eu acho que é isso, ao menos.
    Boa parte, mas é algo bem maior também, como economia, preço de cada mercado, cultura, distribuição, balanço entre os mercados, avaliação de cada produto e seu desempenho e coisas do tipo.
     Mas vê bem cara, os lucros da Sony e da Microsoft são extremamente maiores em relação a Nintendo por conta disso, você tem mais acessibilidade, eu não concordo com a trava de região, isso pode gerar lucro pra os criadores dos flashcards ao quebrarem essa trava... infelizmente a empresa como você citou é cabeça dura, ela sabe que sempre vai existir gente comprando e não vai quebrar a trava de região, e você mencionou que sempre existiu trava? não cara, o NDS não possuía essa trava que eu saiba, também os videogames mais antigos, o Wii tbm não possuia, acho que isso veio com esses novos consoles, quem se acaba nisso são eles.
    Trava de região existia no Wii, existia no DSi e só não existiu no DS.
    É uma politica defasada por parte da Nintendo. Ela não perde tanto com jogos japoneses fora do japão, pois são jogos feito para um mercado de nicho.
    avatar
    x0exe
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1989
    Posts Posts : 6839

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por x0exe em Ter 13 Ago 2013, 21:36

    kakashi142 escreveu:
    Luiz escreveu:
    Sakuraba escreveu:
    Luiz escreveu:
    kakashi142 escreveu:Agora acho que a Nintendo fez uma bela de uma cagada ao colocar trava de região no videogame, não tinha necessidade disso, você quer comprar um jogo em uma viagem por exemplo e não pode pq o videogame tem trava de região.
    Existe desde que a empresa fabrica consoles, a única diferença é que agora também existe nos portáteis, ela nunca deu ouvidos para petições e coisas do tipo e não sei porque depois de 30 anos ela ligaria para isso, tem que pensar como empresa para poder entender a trava.
    É uma questão politica. Alguns jogos japoneses não são permitidos na America e/ou na Europa. e vice-versa. E com a trava a empresa permite que o governo de cada região decida como vender o jogo.

    Eu acho que é isso, ao menos.
    Boa parte, mas é algo bem maior também, como economia, preço de cada mercado, cultura, distribuição, balanço entre os mercados, avaliação de cada produto e seu desempenho e coisas do tipo.
     Mas vê bem cara, os lucros da Sony e da Microsoft são extremamente maiores em relação a Nintendo por conta disso.

    Não sei ao certo...
    A Nintendo lucra com tudo, e ela quer controlar esse mercado, para se ter ideia até mini-games dão um baita lucro para ela sem fazer muito esforço, ela ganha dinheiro fácil com suas franquias e afins e tem que saber controlar isso pelo itens que já tinha citado acima
    Não podemos discutir muito sobre isso pois estaríamos discutindo um assunto que já foi bastante discutido por uma grande empresa com grandes cabeças.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Gateway 3DS - O retorno

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 23 Out 2017, 02:33