Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Compartilhe
    avatar
    Rabbit_br
    Membro Nv.19
    Membro Nv.19

    Karma Karma : 59
    Posts Posts : 216

    [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 14:15

    ---------
    "I guess I have a slightly different line of thinking [from other Game Designers in the Industry], but to me the question really comes down to: what is the role of a game designer? My feeling is that the game designer’s role is to create fun and exciting new interactive experiences for people to play, but what we’re seeing is… as the graphics get more and more complex and they build up the production around the gameplay, then they tend to try to sell the game based more on the production rather than what the actual experience is. As a result of that you end up with the meaning of game design being weakened. Whereas from my perspective, as long as we’re focused on creating that core and essential gameplay then certainly I think with a game like Pikmin 3, it’s fine if you’re able to build up production value around that as long as you do it in a way where that core, fun, gameplay element still remains the essential part of what that game ends up being."
    ---------

    Tradução (como eh uma parede de texto, dividi os paragrafos pra ficar mais fácil de ler):
    "Eu acho que tenho uma linha de pensamento um pouco diferente [de outros Game Designers da indústria], mas pra mim a questão realmente é: Qual é o papel do Game Designer? Eu sinto que o papel do Game Designer é criar novas experiências divertidas e excitantes para as pessoas que jogam, mas o que a gente vê por aí é... Com o aumento cada vez maior do poderio gráfico, eles planejam o desenvolvimento em volta da produção [graficos, musicas, efeitos, tecnologia, espetáculo] e o gameplay faz parte de uma idéia, mas eles acabam vendendo o jogo mais baseado nos valores de produção do que o que a experiência realmente é. O resultado disso é que você acaba enfraquecendo o verdadeiro significado de Game Design. 
    Enquanto que, na minha perspectiva, enquanto nós tivermos focados em criar aquele gameplay "core" essencial, em um jogo como Pikmin 3 por exemplo, eu acho justo construir valores de produção em volta se nós fizermos isso de uma maneira que aquele elemento de gameplay core e divertido ainda permaneça como a principal e essencial parte do que o jogo venha a se tornar."


    Última edição por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 14:27, editado 2 vez(es)
    avatar
    Rabbit_br
    Membro Nv.19
    Membro Nv.19

    Karma Karma : 59
    Posts Posts : 216

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 14:17

    É galera, essa é a verdadeira "Nintendo Diffence". É por isso que eles conseguem manter um nível de qualidade e diversão incrível em seus jogos, independente de qualquer coisa.


    E por isso que a Nintendo é tão diferente.


    Não estou julgando valores de "melhor ou pior" mas essa linha de pensamento deles é o que os diferencia da concorrencia e o que faz deles únicos. E o principal motivo de eu gostar tanto da nintendo
    avatar
    pOkiz
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 1674
    Posts Posts : 1459

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por pOkiz em Qua 12 Jun 2013, 14:21

    Mestre Miyamoto, sem mais
    avatar
    Rabbit_br
    Membro Nv.19
    Membro Nv.19

    Karma Karma : 59
    Posts Posts : 216

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 14:23

    Eu acho justo isso. O que me parece é que a tendência hoje é vender jogos como vendemos FILMES... Mas jogos não são filmes, e eu acho que o foco realmente deve estar no gameplay antes de qualquer coisa, para vendermos jogos como JOGOS.

    Quantas vezes vocês ja não ouviram os jargões "cinematic, incredible, astonishing" pra discrever jogos?

    Por isso que a nintendo foca tanto em "experience the game, fun experience, play to believe", etc.
    avatar
    Hogid
    Membro Nv.5
    Membro Nv.5

    Karma Karma : 27
    Posts Posts : 72

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Hogid em Qua 12 Jun 2013, 14:30



    I love youI love youI love you
    avatar
    pablogramazio
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 17
    Posts Posts : 80

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por pablogramazio em Qua 12 Jun 2013, 14:38

    @Rabbit_br escreveu:Eu acho justo isso. O que me parece é que a tendência hoje é vender jogos como vendemos FILMES... Mas jogos não são filmes, e eu acho que o foco realmente deve estar no gameplay antes de qualquer coisa, para vendermos jogos como JOGOS.

    Quantas vezes vocês ja não ouviram os jargões "cinematic, incredible, astonishing" pra discrever jogos?

    Por isso que a nintendo foca tanto em "experience the game, fun experience, play to believe", etc.

    O cinema comercial e a indústria de games "mainstream" se assemelham em muitas coisa... daí vem isso de games sendo vendidos como blockbusters cinematográficos, infelizmente.

    Mas enfim, bem como no cinema, no mundo dos games existe todo um universo abaixo da superfície, onde vemos produtoras indies capazes de verdadeiras obras-primas feitas com recursos escassos - que dão um banho em 99,9% do que os grandes estúdios fazem. 

    A Nintendo me parece estar em um meio termo, o que é bem justo, afinal, como organização ela precisa gerar lucro, o que justifica games completamente sem espírito e grande apelo comercial como os da série New Super Mario Bros. e etc. Porém, continua mantendo a ideia primordial no que se refere a criação de jogos, que é a experiência que estes proporcionam, como o mestre Myamoto bem colocou em sua entrevista.
    avatar
    Wind Ice
    Boy with Earphones
    Boy with Earphones

    Karma Karma : 1471
    Posts Posts : 3643

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Wind Ice em Qua 12 Jun 2013, 14:41

    THIS, THIS, THIS AND THIS!

    PALMAS PARA O MIYAMOTO!

    ClapClapClapClapClapClapClap

    Eu inclusive estava conversando com o Tchuk a respeito disso. Cada vez mais os jogos parecem um filme, produções cinematográficas, e esquecem do seu gameplay. Eu fico triste por isso. Nada contra games assim. Tem alguns muito bons, como The Last of Us, etc... Mas estamos cada vez mais inundados de games assim, e não vemos mais jogos como antigamente. Como Megaman, Sonic, Alex Kidd... Até mesmo Final Fantasy não é como antigamente. E é por esse rumo que vejo os consoles de mesa tomando.

    Os consoles portáteis, dominados principalmente pela Nintendo, ainda não são assim. Tem muitos games bons, que apelam bastante para seu gameplay. Como o Tchuk estava dizendo: "Como não tem como apelar para o aspecto gráfico no portátil, apelam para o gameplay".

    Eu realmente espero, de coração, que tenhamos de volta games como antigamente. Não que não seja obrigatório ter gráficos ruins, longe disso, mas como o Mestre Miya disse, pensar no gameplay antes dos outros aspectos do game, depois venha com toda a beleza gráfica e sonora.
    avatar
    HickTroll
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 542
    Posts Posts : 2052

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por HickTroll em Qua 12 Jun 2013, 14:46

    Miyamoto é Miyamoto e Miyamoto é Miyamoto caramba!
    avatar
    x0exe
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1989
    Posts Posts : 6839

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por x0exe em Qua 12 Jun 2013, 14:46

    Deveria ser posto nas boxes dos consoles =')
    avatar
    Sum41
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 369
    Posts Posts : 2473

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Sum41 em Qua 12 Jun 2013, 14:46

    Essa filosofia é essencial para equilibrar o mundo dos games. Adoro a produção fodona de Uncharted mas tb adoro WarioWare, Mario... e essas experiencias simples e viciantes.
    avatar
    Raizen
    Membro Nv.31
    Membro Nv.31

    Karma Karma : 274
    Posts Posts : 334

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Raizen em Qua 12 Jun 2013, 14:52

    Fico pensando o que o pessoal que adora gráficos realistas farão quando os gráficos chegarem a um ponto que não será mais possível perceber a evolução, acho que já estamos bem próximo disso. Será que eles vão parar de jogar, ou para de comprar consoles? Pois para eles se não tem evolução de gráficos não é próxima geração.
    avatar
    Sum41
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 369
    Posts Posts : 2473

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Sum41 em Qua 12 Jun 2013, 14:56

    @Raizen escreveu:Fico pensando o que o pessoal que adora gráficos realistas farão quando os gráficos chegarem a um ponto que não será mais possível perceber a evolução, acho que já estamos bem próximo disso. Será que eles vão parar de jogar, ou para de comprar consoles? Pois para eles se não tem evolução de gráficos não é próxima geração.
    Tome meu like! É por isso que compro um jogo novo e dois antigos.
    avatar
    Rabbit_br
    Membro Nv.19
    Membro Nv.19

    Karma Karma : 59
    Posts Posts : 216

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 15:35

    @pablogramazio escreveu:
    @Rabbit_br escreveu:Eu acho justo isso. O que me parece é que a tendência hoje é vender jogos como vendemos FILMES... Mas jogos não são filmes, e eu acho que o foco realmente deve estar no gameplay antes de qualquer coisa, para vendermos jogos como JOGOS.

    Quantas vezes vocês ja não ouviram os jargões "cinematic, incredible, astonishing" pra discrever jogos?

    Por isso que a nintendo foca tanto em "experience the game, fun experience, play to believe", etc.



    O cinema comercial e a indústria de games "mainstream" se assemelham em muitas coisa... daí vem isso de games sendo vendidos como blockbusters cinematográficos, infelizmente.

    Mas enfim, bem como no cinema, no mundo dos games existe todo um universo abaixo da superfície, onde vemos produtoras indies capazes de verdadeiras obras-primas feitas com recursos escassos - que dão um banho em 99,9% do que os grandes estúdios fazem. 

    A Nintendo me parece estar em um meio termo, o que é bem justo, afinal, como organização ela precisa gerar lucro, o que justifica games completamente sem espírito e grande apelo comercial como os da série New Super Mario Bros. e etc. Porém, continua mantendo a ideia primordial no que se refere a criação de jogos, que é a experiência que estes proporcionam, como o mestre Myamoto bem colocou em sua entrevista.

    Exato, concordo com você, só gostaria de fazer uma correção:
    Essa desenvolvedoras Indies que fazem verdadeiras obras primas, nem de longe (literalmente nem de longe!!) fazem isso com recursos escassos.

    Só pra deixar isso claro, mas de resto, te entendo =)

    @Wind Ice escreveu:THIS, THIS, THIS AND THIS!

    PALMAS PARA O MIYAMOTO!

    ClapClapClapClapClapClapClap

    Eu inclusive estava conversando com o Tchuk a respeito disso. Cada vez mais os jogos parecem um filme, produções cinematográficas, e esquecem do seu gameplay. Eu fico triste por isso. Nada contra games assim. Tem alguns muito bons, como The Last of Us, etc... Mas estamos cada vez mais inundados de games assim, e não vemos mais jogos como antigamente. Como Megaman, Sonic, Alex Kidd... Até mesmo Final Fantasy não é como antigamente. E é por esse rumo que vejo os consoles de mesa tomando.

    Os consoles portáteis, dominados principalmente pela Nintendo, ainda não são assim. Tem muitos games bons, que apelam bastante para seu gameplay. Como o Tchuk estava dizendo: "Como não tem como apelar para o aspecto gráfico no portátil, apelam para o gameplay".

    Eu realmente espero, de coração, que tenhamos de volta games como antigamente. Não que não seja obrigatório ter gráficos ruins, longe disso, mas como o Mestre Miya disse, pensar no gameplay antes dos outros aspectos do game, depois venha com toda a beleza gráfica e sonora.
    /\ Isso

    Eu não poderia ter dito melhor sobre os portáteis. A quantidade de jogos criativos neles é incrivelmente superior à dos consoles. Claro que isso envolve o fato de que eh mais barato produzir tbm então eles podem assumir mais riscos, mas é o que acontece.
    Nos portáteis tem bem mais jogos daqueles "diversão pura e simples" como jogar um mario por exemplo.

    Pra mim Mario Galaxy (dentre outros bons exemplos) é o PERFEITO exemplo de diversão pura e valor de produção. Aquele jogo é SIMPLESMENTE DIVERTIDO em todos os seus aspectos.. só andar e pular ja é divertido, só mirar na tela, atirar e coletar ja é divertido.. se tirassem todo o visual o jogo ainda seria fantástico e com o visual incrível só torna ele, pra mim, um dos poucos jogos perfeitos dessa geração.
    avatar
    pablogramazio
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 17
    Posts Posts : 80

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por pablogramazio em Qua 12 Jun 2013, 15:39

    @Rabbit_br escreveu:
    @pablogramazio escreveu:
    @Rabbit_br escreveu:Eu acho justo isso. O que me parece é que a tendência hoje é vender jogos como vendemos FILMES... Mas jogos não são filmes, e eu acho que o foco realmente deve estar no gameplay antes de qualquer coisa, para vendermos jogos como JOGOS.

    Quantas vezes vocês ja não ouviram os jargões "cinematic, incredible, astonishing" pra discrever jogos?

    Por isso que a nintendo foca tanto em "experience the game, fun experience, play to believe", etc.





    O cinema comercial e a indústria de games "mainstream" se assemelham em muitas coisa... daí vem isso de games sendo vendidos como blockbusters cinematográficos, infelizmente.

    Mas enfim, bem como no cinema, no mundo dos games existe todo um universo abaixo da superfície, onde vemos produtoras indies capazes de verdadeiras obras-primas feitas com recursos escassos - que dão um banho em 99,9% do que os grandes estúdios fazem. 

    A Nintendo me parece estar em um meio termo, o que é bem justo, afinal, como organização ela precisa gerar lucro, o que justifica games completamente sem espírito e grande apelo comercial como os da série New Super Mario Bros. e etc. Porém, continua mantendo a ideia primordial no que se refere a criação de jogos, que é a experiência que estes proporcionam, como o mestre Myamoto bem colocou em sua entrevista.

    Exato, concordo com você, só gostaria de fazer uma correção:
    Essa desenvolvedoras Indies que fazem verdadeiras obras primas, nem de longe (literalmente nem de longe!!) fazem isso com recursos escassos.

    Só pra deixar isso claro, mas de resto, te entendo =)
    É escasso quando comparado ao que os grande estúdios gastam... claro, pra pessoas "normais" é dinheiro pra caramba.
    avatar
    Rabbit_br
    Membro Nv.19
    Membro Nv.19

    Karma Karma : 59
    Posts Posts : 216

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Rabbit_br em Qua 12 Jun 2013, 15:49

    @pablogramazio escreveu:
    @Rabbit_br escreveu:
    @pablogramazio escreveu:
    @Rabbit_br escreveu:Eu acho justo isso. O que me parece é que a tendência hoje é vender jogos como vendemos FILMES... Mas jogos não são filmes, e eu acho que o foco realmente deve estar no gameplay antes de qualquer coisa, para vendermos jogos como JOGOS.

    Quantas vezes vocês ja não ouviram os jargões "cinematic, incredible, astonishing" pra discrever jogos?

    Por isso que a nintendo foca tanto em "experience the game, fun experience, play to believe", etc.













    O cinema comercial e a indústria de games "mainstream" se assemelham em muitas coisa... daí vem isso de games sendo vendidos como blockbusters cinematográficos, infelizmente.

    Mas enfim, bem como no cinema, no mundo dos games existe todo um universo abaixo da superfície, onde vemos produtoras indies capazes de verdadeiras obras-primas feitas com recursos escassos - que dão um banho em 99,9% do que os grandes estúdios fazem. 

    A Nintendo me parece estar em um meio termo, o que é bem justo, afinal, como organização ela precisa gerar lucro, o que justifica games completamente sem espírito e grande apelo comercial como os da série New Super Mario Bros. e etc. Porém, continua mantendo a ideia primordial no que se refere a criação de jogos, que é a experiência que estes proporcionam, como o mestre Myamoto bem colocou em sua entrevista.









    Exato, concordo com você, só gostaria de fazer uma correção:
    Essa desenvolvedoras Indies que fazem verdadeiras obras primas, nem de longe (literalmente nem de longe!!) fazem isso com recursos escassos.

    Só pra deixar isso claro, mas de resto, te entendo =)








    É escasso quando comparado ao que os grande estúdios gastam... claro, pra pessoas "normais" é dinheiro pra caramba.







    Não foi isso que eu quis dizer. 70% do custo de produção de um jogo é FOLHA DE PAGAMENTO. Um estúdio menor, tem menos recursos e por isso ele é menor.

    Se você for colocar em números absolutos, claro que um estúdio gigante vai gastar muito mais, por ter um time muito maior e por isso fazem jogos muito maiores.

    Mas em um comparativo, essas obras primas de estudios menores, na escala delas, não são nem um pouco baratas. A gente tem uma impressão geral de que  desenvolvedores indies são empresas muito pequenas de uma ou duas pessoas.. mas a grande verdade é que esses são os casos à parte e quando são assim (pequenas mesmo) demoram MUITO pra lançar seus jogos (salvo excessões). Esses estúdios não são tão pequenos ou gastam tão pouco quanto nos parece.

    Vou te dar um exemplo:
    O game Favela Wars (http://www.favelawars.com/en.html) É de um estúdio independente (eles não tem uma publicadora injetando dinheiro neles), que teve sua equipe com 13 pessoas em seu auge e gastou +/- no total cerca de 1 milhão de reais até hoje no jogo.

    Esse é mais ou menos o verdadeiro plano geral das desenvolvedoras indies com projetos bons e lucrativos no mundo. O resto que foge disso praticamente nem consegue lançar seus jogos ou são grandes excessões.

    -

    Outra noção errada que temos tido ultimamente é que desenvolvedoras pequenas são automaticamente indies.. não é verdade. Tem vários jogos "indies" anunciados pra ps4 por exemplo, que são de desenvolvedoras pequenas que estão rolando na grana que a sony está jogando nelas.. por isso conseguem fazer jogos incríveis (como the witness).
    Journey de "thatgamecompany" eh um bom exemplo disso. Essa empresa "indie" é (ou era, nao sei qual o status deles agora) uma empresa incubada dentro do Santa Monica Studio, de God of War.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Entrevista MIYAMOTO] Frase incrível que ele disse

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 21 Ago 2017, 12:42