Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Análise] Super Mario Bros. 3

    Compartilhe
    avatar
    Convidad
    Convidado

    [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Convidad em Seg 06 Maio 2013, 23:40


    SUPER MARIO BROS. 3
    LANÇAMENTO: 1988 (Japão) 1990 (América do Norte) 1992 (Super Mario All Stars)
    PRODUTORA: Nintendo

    Super Mario Bros. 3 é um jogo de plataforma lançado em Outubro de 1988 para NES pela Nintendo. É a sequência do Super Mario Bros. 2 Japonês, conhecido aqui no Ocidente como Super Mario Bros. Lost Levels. É considerado por muitos como um dos melhores jogos de Mário e um dos Melhores do NES devido aos ótimos gráficos, jogabilidade e altíssima qualidade para época.


    Capa da versão Americana do jogo.

    A história de Super Mario Bros. 3 é bem simplista, até mesmo para os padrões da época: O Reino dos Cogumelos está passando por um longo período de paz, graças aos esforços de Mario e Luigi. Contudo, de forma misteriosa, abre-se uma passagem para o Mundo dos Cogumelos onde as coisas não vão nada bem: os sete reis, que governam esse mundo foram transformados em animais, e seus cetros mágicos foram roubados pelos os filhos do Koppa (ou Browser, nas versões Americanas). Assim, nossos dois heróis, Mario e Luigi vão em busca dos cetros mágicos para que a paz possa ser retornada ao Mundo dos Cogumelos, claro, com a ajuda da Princesa Peach, que se comunica através de Cartas. Contudo, em certo ponto da história é revelado que isso na verdade era um truque do Koppa para sequestrar a Princesa Peach enquanto Mario e Luigi estavam ocupados.


    Esse jogo é levemente diferente dos seus antercerssores, já que a Princesa Peach ajuda um pouco na aventura!

    O jogo mantem as boas características do seu antecessor, porém a principal qualidade é incluir novas características bem interessantes. A primeira certamente é a inclusão de um mapa, que indica o mundo atual. Desta forma, permite ao jogador selecionar a ordem das fases no qual deseja fazer e até pular algumas fases, diminuindo assim a linearidade do jogo, que mesmo assim continua bem alta.


    A Inclusão de um Mapa certamente é um dos pontos fortes desse jogo.

    Outra característica interessante nesse jogo é a inclusão das fases em que se enfrentam os Hammer Brothers, ou Irmãos Martelo. Nesse tipo de fase, após derrotar os Irmãos Martelo é possível ter acesso a algum item do jogo.


    Algumas fases possuem um inimigo, que quando derrotado, lhe dá um item.

    Uma boa característica desse jogo em relação ao seu antecessor é a inserção de novos itens. Além dos clássicos Cogumelos e Fire Flower, também estão presentes nesse jogo:

    - Raccoon Leaf: Transforma Mário em uma especie de guaxinim. Munido desse item, Mario pode usar a cauda para bater em seus inimigos, voar por uma curta distância além de permitir uma queda mais suave.

    - Frog Suit: Fantasia de Sapo que melhora a habilidade de nadar de Mário.

    - Tanooki Suit: É uma forma evoluida da Raccoon Leaf. Além de permitir as mesmas habilidades da anterior, permite que Mario se torne uma estátua deixando-o temporariamente invencível

    - Hammer Brother's Suit: Faz com que Mário atire martelos em seus inimigos, da mesma forma que os Hammer Brother's.

    - Kuribo's Shoe: Grande bota verde que possibilita Mário andar sobre espinhos ou superficies que o machucariam.

    - Power Wing: Faz com que a carga que permite o voo permaneça completa durante todo estágio. De forma sucinta, munido desse item, você simplesmente poderá passar o estágio todo voando, coisa que a Raccoon Leaf não permitiria.

    - Jugem's Cloud: Especie de Nuvem que permite "pular" uma determinada fase.

    - Warp Whistle: É uma flauta, que quando tocada permite ao Mário acesso ao Warp Zone. Nesse mapa Mário poderá selecionar qual mundo desejará ir, mesmo que estejam muito a frente. Ao todo, existem apenas três Warp Whistle no jogo.

    - Music Box: Item que toca uma música fazendo com que os Hammer Brothers durmam, permitindo ao Mario passar por eles sem lutar.

    - Hammer: Faz com que possa quebrar pedras que bloqueiam o caminho nos mapas.

    Outra boa inovação refere-se as fases bônus. Durante sua jogatina, algumas fases-bônus apareceram para ajudar em sua jornada. Algumas dão itens, que vão de Cogumelos as Raccoon Leaf. Outras lhe dão oportunidade de ganhar vidas, em uma espécie de jogo de Cassino. Além disso, pode-se ao final de cada fase recolhe-se uma carta, e a cada combinação de três cartas você poderá ganhar uma, duas, três ou cinco vidas. Por fim, as fases bônus estam bem distribuídas: elas são mais abundantes no início do jogo, permitindo assim que se “estoque” vidas e itens e mais escassas no final, onde se exige um nível de dificuldade maior.


    Algumas fases Bônus lhe dão coisa boa, já outras...

    Os Gráficos de Super Mário Bros. 3 realmente estão muito bons. Chega a ser fascinante o fato que eles rodam no NES sem nenhum tipo de queda de quadros. Os Fundos das Fases estão bem desenvolvidos, como por exemplo, nos Castelos, onde pode-se notar algumas janelas e pilares da edificação. Contudo, em alguns momentos eles não passam de um fundo azul ou preto. A animação está bem feita, embora existam alguns sprites com apenas com dois quadros por animação. Mas certamente o que mais chama a atenção os gráficos desse jogo é quando chega-se ao Quatro Mundo: Giant Land. Aqui, parte dos inimigos são enormes, ocupando boa parte da tela, coisa rara em jogos de NES.


    Os gráficos de Super Mario Bros. 3 estão realmente excelentes!

    As músicas do jogo são simplesmente épicas. Quem jogou certamente se lembra de muitas delas. Além de possuir uma qualidade sonora inquestionável, elas sempre combinam bem com a situação a que está a desenrolar no jogo. O único porém é que elas são poucas, e como o jogo é relativamente grande, em alguns momentos chegam a enjoar, embora não exigiremos isso do pobre NES, que certamente não poderia armazenar uma quantidade grande de músicas em cartuchos. Os efeitos sonoros são simples, porém agradam, e seguem o mesmo padrão da série.


    As vezes deixava o NES ligado e essa música rolando...

    Em relação aos Controles, são extremamente bem feitos. Além de serem simples, de forma que com pouco esforço você consegue se acostumar, eles são bem rápidos e precisos. Os pulos, a principal característica em jogos de plataforma, certamente evoluíram em relação aos seus antecessores e beiram praticamente a perfeição.


    Os controles são muitos bons! Em Algumas fases, como esta no Ultimo mundo, certamente eles fazem a diferença

    Por fim, Super Mário Bros. 3 e diversão são sinônimos. O jogo ainda continua divertido, mesmo apesar de 25 anos do seu lançamento. Pode-se dizer que esse jogo chegou ao patamar mais desejados dos jogos: ele é atemporal. Não importa qual época você jogue-o: seja na década de 80, quando foi lançado, ou hoje: ele continuará bom. Infelizmente o jogo possui um fator de replay bem baixo, o que não instiga a outras jogatinas, a não ser pelo fato do jogo realmente ser muito bom. Além disso, querendo ou não, é um jogo bem fácil: você não terá tanta dificuldade para zerá-lo, e quando fizer, não sentirá tanta instiga para outra jogatina.


    Argh! Fases aquáticas, eu odeio fases aquáticas!

    Certamente, além de ser um jogo realmente bom, Super Mário Bros. 3 teve um fator a mais que certamente fez com que ele fosse mundialmente conhecido: o marketing. É um dos poucos jogo que conheço que tem um filme dedicado a só ele. Bem, não entendam errado: é comum um filme virar um jogo ou vise-versa; o que realmente não é comum é um filme feito para um jogo. Não entendeu? Permita-me que explique. Em meados de 1989, Super Mario Bros. 3 estava para ser lançado em terras americanas. A Nintendo of America, sempre muito esperta, foi ao estúdio da Universal, e propôs um roteiro de um Filme. Dessa união saiu da fatídico: The Wizard, conhecido pelos admiradores da Seção da Tarde como o Gênio do Video-Game.


    Uma turminha da pesada irá enfrentar altas aventuras em um clima de muita jogatina....

    Os mais velhos, que acompanharam a Seção da Tarde devem se lembrar o qual ruim era esse filme. O roteiro era péssimo, os atores eram fracos e o enredo não agradava. Contudo ele foi um sucesso de bilheteria nos Estados Unidos. O Motivo é muito simples: o Filme era recheado de Jogos da Nintendo. Na verdade, o filme era um comercial da Nintendo de 90 minutos, e o final reserva uma surpresa: ele revelava alguns poucos minutos de gameplay de Super Mario Bros. 3, que só seria lançado alguns meses após. Dessa forma, muitos jogadores, ansiosos pelo jogo, foram ao cinema só para ver aqueles poucos minutos do jogo.


    Os moleques dos Estados Unidos quase infartaram quando viram essa tela no Filme...

    Super Mario Bros. 3 foi um dos jogos mais vendidos do NES. Chegou a impressionantes 17 milhões de copias vendidas, em uma época em que vender mais de 1 milhão de copias era algo realmente notório. É um clássico absoluto, que mesmo os mais críticos da Nintendo recusam-se a falar mal. Aos que não jogaram, antes de tudo peço um favor: joguem, será um experiência única controlar um gordo italiano, que parece turco, que fala inglês e criado por japoneses em uma história bem simples, porém que marcou gerações


    Atemporal....

    Vamos as Notas!

    Gráficos: 9,0
    Música: 8,5
    Jogabilidade: 10,0
    Diversão: 9,0

    NOTA FINAL: 9,2


    Última edição por hayt em Qui 09 Maio 2013, 11:27, editado 2 vez(es) (Razão : Uma pequena alteração na Nota.)
    avatar
    Kokoro Kinoshi
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 34
    Posts Posts : 88

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Kokoro Kinoshi em Seg 06 Maio 2013, 23:54

    Nossa, ótima análise, lembro que eu jogava muito com meu irmão quando pequena e morria de medo daquele peixão do mundo da água... T.T'

    Esse jogo é bem incrível e traz muitas recordações. >.<
    avatar
    eduardoBigN
    Veterano Nv.16
    Veterano Nv.16

    Karma Karma : 76
    Posts Posts : 793

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por eduardoBigN em Seg 06 Maio 2013, 23:57

    Esse game é nota 10 para mim. Grande clássico! Joguei em todas as versões. Desde o NES até a versão do GBA. O incrivel é que ele nunca enjoa, e a trilha sonora é muito boa. Sem falar que os koopalings e o World Map era uma grande revolução para a epoca, pois o jogador podia escolher caminhos alternativos para seguir, e não ir apenas em um caminho reto. Olha, sem palavras, muito bom. Só esperando ele sair no VC do Wii U para poder adquiri-lo. Ter um Nintendo Wii U, adquirir Super Mario Bros no VC , jogar SMB 3 no Gamepad, NÃO TEM PREÇO!!!
    avatar
    Zenigame
    Iniciante Nv.5
    Iniciante Nv.5

    Karma Karma : 2
    Posts Posts : 10

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Zenigame em Ter 07 Maio 2013, 00:56

    Parabéns pelo tópico , analisou muito bem, eu jogava muito quando criança que até hoje não paro de jogar, apesar foi um dos jogos que marcou minha infância. Também queria falar sobre o easter egg que tem em Super Smash Bros Brawl que quando você faz o final smash da Peach em slow motion (toca aquela música quando o Mario vai ao céu no Mario 3)

    avatar
    Angel Kenede
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2507
    Posts Posts : 3504

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Angel Kenede em Ter 07 Maio 2013, 01:07

    Parabéns hayt, você faz sempre boas análises!

    Lembro muito bem do quanto jogava esse game, realmente o fato dele "não salvar", até ajudava a criar um gameplay mais longo, por ser tão bom, ninguém ligava de recomeçar ele sempre e sempre até o terminar um dia. xD

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Abomineve Homem das Naves em Ter 07 Maio 2013, 21:20

    Um dos meus jogos Mario favoritos (2D, pra mim, é o melhor de todos).

    Game que lançou o Universo Mario a níveis extratosféricos, com mundos gigantes, fases incríveis, transformações inesquecíveis, etc. Dá uma surra de qualidade em Super Mario World, que é claramente superestimado.

    Nota 9?? Jamais. Esse game não merece menos do que um 10.

    Meu top 3 de games Mario é:
    - Super Mario Galaxy 2;
    - Super Mario 3D Land;
    - Super Mario Bros. 3;
    avatar
    robertnunes3
    Veterano Nv.3
    Veterano Nv.3

    Karma Karma : 52
    Posts Posts : 473

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por robertnunes3 em Qua 08 Maio 2013, 01:24

    Putz tenho até hoje aqui no meu NES na caixa parece novo e liguei essa semana pra jogar, se me oferecessem 10 mil reais nao venderia.
    avatar
    Guto V.A
    Membro Nv.22
    Membro Nv.22

    Karma Karma : 64
    Posts Posts : 242

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Guto V.A em Qua 08 Maio 2013, 14:46

    Abomineve Homem das Naves escreveu:Um dos meus jogos Mario favoritos (2D, pra mim, é o melhor de todos).

    Game que lançou o Universo Mario a níveis extratosféricos, com mundos gigantes, fases incríveis, transformações inesquecíveis, etc. Dá uma surra de qualidade em Super Mario World, que é claramente superestimado.

    Nota 9?? Jamais. Esse game não merece menos do que um 10.

    Meu top 3 de games Mario é:
    - Super Mario Galaxy 2;
    - Super Mario 3D Land;
    - Super Mario Bros. 3;




    Na verdade Super Mario World é muito subestimado pelos nintendistas se for comparar com o Super Mario 3. Olha eu realmente prefiro o World, as músicas são melhores, o mapa é melhor, o multiplayer é melhor... Eu acho uma questão de gosto entre esses 2 jogos porquê ambos merecem um 10.
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Convidad em Qui 09 Maio 2013, 11:38

    Primeiramente quero agradecer a todas que gostaram da análise. Alterei levemente a nota do quesito Gameplay (que aumentou), e acho que a nota está refletindo um pouco melhor o jogo.

    Angel Kenede escreveu:
    Lembro muito bem do quanto jogava esse game, realmente o fato dele "não salvar", até ajudava a criar um gameplay mais longo, por ser tão bom, ninguém ligava de recomeçar ele sempre e sempre até o terminar um dia. xD

    Realmente, a versão original, a do Nintendinho não salva. Porém você teria uma solução, que seria usar a Warp Zone para voltar ao mundo que vocÊ parou, porém não era tão efetivo como a versão do All Starts, que salvava.

    robertnunes3 escreveu:
    Putz tenho até hoje aqui no meu NES na caixa parece novo e liguei essa semana pra jogar, se me oferecessem 10 mil reais nao venderia.

    Cara, que legal! Realmente, a versão original, a da Playtronic, realmente é bem raro de se encontrar aqui no pais. Na realidade o próprio NES da Playtronic é meio raro. Realmente, se tivesse no mesmo caso de você não venderia por nada.

    Guto V.A escreveu:
    Na verdade Super Mario World é muito subestimado pelos nintendistas se for comparar com o Super Mario 3. Olha eu realmente prefiro o World, as músicas são melhores, o mapa é melhor, o multiplayer é melhor... Eu acho uma questão de gosto entre esses 2 jogos porquê ambos merecem um 10.

    Não que eu ache de Super Mario World ruim, pelo contrário, ele é excelente. Porém, creio que em relação ao Super Mario Bros. 3 ele se tratou de um retrocesso, e não uma evolução. Muitas coisas boas do Super Mario Bros. 3 foram retiradas em Super Mario World, apesar de que este último também introduziu ótimos novos itens, como o Yoshi e a Capa.

    Kokoro Kinoshi escreveu:
    Nossa, ótima análise, lembro que eu jogava muito com meu irmão quando pequena e morria de medo daquele peixão do mundo da água... T.T'

    Realmente, eu odiava aquele peixe. Geralmente utilizava aquela Nuvem, que permite pular de fase, naquele mundo. Realmente, odeio o mundo aquático.

    Por fim, novamente agradeço a todos que gostaram da análise! Até a próxima, que será de um clássico de Mega Drive. Aguardem Very Happy
    avatar
    Deejay!
    Veterano Nv.30
    Veterano Nv.30

    Karma Karma : 204
    Posts Posts : 1137

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Deejay! em Qui 09 Maio 2013, 14:13

    ... na verdade, vou voltar a jogar hoje. Isso se o trabalho me der um tempinho, claro.
    avatar
    prety peach
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 146
    Posts Posts : 2354

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por prety peach em Qui 09 Maio 2013, 16:00

    parabéns pelo tópico. até que achei esse jogo legalzinho e um pouco difícil, mas ele é divertido de se jogar, até consegui zera-lo na versão do super mario all-stars numa segunda-feira
    avatar
    pablogramazio
    Membro Nv.6
    Membro Nv.6

    Karma Karma : 17
    Posts Posts : 80

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por pablogramazio em Qui 09 Maio 2013, 16:55

    Grande análise, e apesar de eu não ser fã de avaliar games no estilo escola de samba (gráfico nota tal, música nota tal e etc.), gostei do texto, parabéns.

    Agora, sobre o jogo... sem palavras... é meu Mario preferido ao lado do primeiro Yoshi's Island, obra-prima, sem mais.
    avatar
    KoopaGamer
    Veterano Nv.6
    Veterano Nv.6

    Karma Karma : 142
    Posts Posts : 538

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por KoopaGamer em Qui 09 Maio 2013, 19:56

    Muito boa análise!

    Já viram o video do AVGN dele?



    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Abomineve Homem das Naves em Qui 09 Maio 2013, 20:26

    pablogramazio escreveu:Agora, sobre o jogo... sem palavras... é meu Mario preferido ao lado do primeiro Yoshi's Island, obra-prima, sem mais.

    Yoshi Island do SNES é um jogo próximo da perfeição!

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Análise] Super Mario Bros. 3

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 23 Out 2017, 18:29