Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    [Análise] Heroes of Ruin

    Compartilhe
    avatar
    engrey
    Membro Nv.9
    Membro Nv.9

    Karma Karma : 6
    Posts Posts : 119

    [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por engrey em Dom 17 Mar 2013, 12:47



    Análise do jogo Heroes of Ruin da Square Enix para o 3DS.
    ------------------------------------------------------------------------
    Proposta
    Um dungeon crawler ao mais estilo Diablo e afins, com interação de outros players, possibilitando modos cooperativos online de até 4 pessoas (com desconhecidos ou apenas amigos) e local multiplayer.
    Bastante foco no modo online, com missões diárias que complementam com as missões do jogo, como matar certa quantidade de inimigos.
    ------------------------------------------------------------------------
    Spoiler:
    Caracterização
    Em Heroes of Ruin, a caracterização começa desde a escolha do personagem, porém percebe-se desde o inicio que as escolhas são bem limitadas.
    São 4 as classes disponíveis no jogo: Gunslinger, Vindicator, Alchitect e Savage, o sexo dos personagens já vem pré definidos, sendo 3 homens e apenas a Alchitect como mulher.
    A aparência pode ser alterada com: Cor de pele, Estilo do cabelo, Cor do Cabelo e Cor do jogador (é só algum detalhe na roupa da cor que escolher)
    Os atributos são outra limitação, existindo apenas 3: Might (Força - Atk), Vigor (Resistência - DEF - HP) e Soul (Magia - MP)
    Na Skill Tree é onde ocorre a maior caracterização nos personagens, dividas em 3 grupos, bastante skills e poucos pontos para gastar deixam os personagens mais únicos.
    Há bastante armas e armaduras no jogo, a maioria utilizam o mesmo sprite, mudando apenas algum detalhe na cor.
    ------------------------------------------------------------------------
    Jogabilidade
    Simples e funcional, utiliza o analógico para mover-se, os direcionais como atalhos, botões ABXY para ataques e skills, R para defesa e esquiva, L como interação. A tela de cima mostra o jogo enquanto a tátil mostra o mapa, quests e itens.
    A câmera travada fica em uma posição apenas, com a vista de cima, em alguns momentos do jogo muda apenas a direção o que as vezes confunde um pouco, pois movendo-se para cima, ao mudar a câmera automático num giro de 180º você tem que mudar a direção do analógico, se não tu irá para a direção contrária da que estava indo.
    Um jogo fácil, acesso a poções quase que infinitas e habilidades que recuperam HP ao bater nos inimigos, fazem com que você seja quase um imortal, para completar, os inimigos não mostram dificuldades, apenas alguns boss farão com que você gaste umas 5 poções de cura.
    Em menos 7 horas termina-se o jogo, jogando com as 4 classes dá pra ter mais ou menos 30 horas de jogo.
    ------------------------------------------------------------------------
    Gráficos
    Esse é um ponto muito delicado a se falar, os personagens principais são bonitos, bem trabalhados, porém todo o resto é "mal feito", as texturas não estão bem trabalhadas, chãos mal feitos, objetos que parecem que foram pintados no cenário, NPC's que vira e mexe estão com os rostos desconfigurados.
    Mesmo com tudo isso, não fica sendo um jogo feio, alguns inimigos são até bem feitos, pena que são muito repetitivos.
    O 3D não tem nada de mais, apenas usado para diferenciar a distância entre as coisas.
    ------------------------------------------------------------------------
    Áudio
    Uma das OST's menos notáveis em jogos da Square, se não fosse pelos barulhos de monstros se aproximando, daria pra dispensar o som do jogo e deixar rolando música enquanto joga.
    ------------------------------------------------------------------------
    História:
    A guerra durou décadas, até os poderosos líderes da humanidade entrarem no campo de batalha. Estes Lordes estabeleceram uma paz frágil, mantendo a ameaça de desarmonia sob um olhar atento. Quando Lord Atraxis, fundador da cidade de Nexus, adoece devido a uma maldição terrível, o equilíbrio precário parece prestes a desmoronar-se num banho de sangue. É enviado um apelo para além das muralhas da cidade, e do mundo, prometendo recompensas incomensuravelmente grandes a quem encontrar uma cura para a doença.

    Nos antros da cidade, onde habitam os mercenários e os assassinos a soldo, uma proposta como essa é algo que deve ser cuidadosamente considerado e destes recantos longínquos do mundo emergem quatro mercenários para formar uma aliança difícil e terrivelmente mortal. Eles vão aventurar-se além das muralhas arruinadas da cidade bastião, para o cruel mundo exterior, fértil em perigos e repleto de criaturas estranhas. Estes heróis mercenários vão perseguir o Mal que está por detrás da maldição e, juntos, vão acabar com ele para sempre.
    Classes:
    Gunslinger - É um criminoso reformado, com um passado particularmente obscuro. Não lhe faças muitas perguntas sobre a enorme dívida que ele tem ou sobre a quem é que ele deve. Ele prefere manter distância dos inimigos, combate evasivamente e domina a utilização de bombas e pistolas.
    Vindicator - Caído em desgraça aos olhos da sua ordem, o Vindicator é um cavaleiro que procura a redenção. Ele tem de fazer penitência, deseja apenas justiça e destrói os inimigos com uma poderosa espada. Os seus poderes de cura e o controlo no campo de batalha ajudam-no a proteger os seus aliados no fragor da batalha.
    Alchitect - Movida por um desejo ardente de tomar o seu lugar como a mais poderosa lançadora de feitiços da terra, esta estudante de magia de uma academia distante utiliza astúcia, estratégia e feitiços ruinosamente destrutivos para confundir e dizimar grupos de inimigos.
    Savage - Este enorme bárbaro com punhos com lâminas foi expulso da sua tribo, e procura ganhar poder suficiente para regressar ao seu povo envolto em glória irrefutável. A sua velocidade e o seu poder tornam-no o guerreiro perfeito para pôr na linha da frente de qualquer batalha.
    Screenshots:
    _______________________________________________________________
    Avaliação Final:
    Jogabilidade:
    9,0
    Gráficos: 7,0
    Áudio: 4,0
    Replay: 7,5
    Nota final: 6,8

    Prós:
    Divertido em seu estilo e não enjoa tão fácil;
    Jogabilidade muito funcional, controles muito bem adaptados para o console;
    Proporciona bastante horas de diversão;
    Possibilidade de jogar online e com os amigos.


    Contras:
    Pouca dificuldade;
    Não existir modo PVP;
    Poucas pessoas online nos servidores;
    Diminuta caracterização do personagem.

    PedroPVJ
    Membro Nv.15
    Membro Nv.15

    Karma Karma : 46
    Posts Posts : 173

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por PedroPVJ em Dom 17 Mar 2013, 14:04

    Joguei a demo desse jogo, e até que gostei. Quem sabe num futuro distante eu compre pela eShop...
    avatar
    gamersvidrados
    Veterano Nv.7
    Veterano Nv.7

    Karma Karma : 170
    Posts Posts : 551

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por gamersvidrados em Dom 17 Mar 2013, 14:50

    Esperava mais desse jogo...
    avatar
    AlexOk
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1233
    Posts Posts : 2998

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por AlexOk em Dom 17 Mar 2013, 16:26

    Jogo chato, mas sou suspeito pra criticar não curto esse tipo de jogo.

    ♫ É só uma questão de opinião ♪

    avatar
    Erhok
    Membro Nv.8
    Membro Nv.8

    Karma Karma : 8
    Posts Posts : 102

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por Erhok em Dom 17 Mar 2013, 18:49

    @gamersvidrados escreveu:Esperava mais desse jogo...
    Somos dois. Poderiam ter focado um pouco mais nas texturas, no ambiente, solo e etc, muito básico. Mas pelo gameplay parece ser um joguinho pra te distrair alguns momentos, mas só em versão digital, eu não teria ele em cópia física, acho que não vale o investimento.
    avatar
    djbereta
    Veterano Nv.3
    Veterano Nv.3

    Karma Karma : 191
    Posts Posts : 451

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por djbereta em Dom 17 Mar 2013, 20:20

    Jogo muito ruim. Não recomendo.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Análise] Heroes of Ruin

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg 18 Dez 2017, 05:17