Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Compartilhe
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Convidad em Sex 01 Mar 2013, 12:40

    A história tem que fazer sentido. Mais que tudo.

    Mas é importante que ela seja conveniente, depois de tudo. Em um RPG, a história é um elemento importante, portanto necessário. Ainda assim, deve ser destacada no momento certo e na hora certa. Entretanto, nos Marios de Plataforma, eu não me sentiria bem se estivesse jogando e de repente aparecesse uma Cutscene sem poder ser pulada, mostrando o que se passa no Castelo do Bowser...
    avatar
    R.O.B.
    Veterano Nv.10
    Veterano Nv.10

    Karma Karma : 271
    Posts Posts : 647

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por R.O.B. em Sex 01 Mar 2013, 16:56

    Antigamente não tinha tanta importância.
    Porém hoje, tem, sim.
    Mas isso diverge opiniões e depende das formas em que a história é apresentada ao jogador.
    Há jogos com muitas cutscenes. Há outros em que você simplesmente joga conforme a história vai desabrochando. E há outros com história tão ínfima e clichê mas prendem por serem divertidos.

    Gosto de Metal Gear Solid. E gosto de Kirby e Mario. Portanto, depende do conjunto, não só de um dos fatores.
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Convidad em Sex 01 Mar 2013, 16:59

    Eu não acho que as histórias dos jogos tão ruins, mas utilmamente eles tão um pouco "clichê" e "fáceis"
    avatar
    LiveinRiot
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 950
    Posts Posts : 2206

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por LiveinRiot em Sex 01 Mar 2013, 17:26

    Para mim ele falou uma m*** das grandes. Jogos como RE não seriam épicos se não fosse pela grande e rica história.
    avatar
    Athos
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 910
    Posts Posts : 2634

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Athos em Sex 01 Mar 2013, 18:12

    Pelo visto esse cara nunca jogou The Walking dead the game, Journey e Fire Emblem.

    Abençoai
    avatar
    Ritzy
    Membro Nv.17
    Membro Nv.17

    Karma Karma : 33
    Posts Posts : 199

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Ritzy em Sex 01 Mar 2013, 18:37

    Eu jogo um jogo pela história assim como leio um livro ou assisto um filme. Cada jogo tem seu estilo de passar essa história. Claro que se isso influencia de forma prejudicial ao gameplay faltou harmonia entre esses dois importantes itens.

    Professor Layton mandou abraços.
    avatar
    Convidad
    Convidado

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Convidad em Sex 01 Mar 2013, 18:37

    Esse é o exato motivo de eu não ter jogado muitos JRPGs recentemente.

    Os últimos que realmente me atraíram por sua história e gameplay foram SMT:Strange Journey, que tem textos/conversações ''bíblicas'', mas MUITO interessantes, e Final Fantasy: The 4 Heroes of the Light que, curiosamente, é o único dessa série que me cativou de verdade(não gosto do resto dos FF pelos mesmos motivos do Sakurai+parágrafo abaixo).

    Poucas tramas realmente me interessam e na maioria das vezes tenho que passar por cutscenes longas, chatas e sem possibilidade de Skip...also, os personagens costumam à encorporar todos os clichês possíveis: Pai/Mãe/Família morta, Amnésia, Moleque de cabelo espetado, personalidades manjadas, chororô por causa do primeiro clichê, ''O escolhido'', etc, etc.

    Usa-los até que não é uma coisa má, mas imo, ultimamente eles tem sido muito mal utilizados pelo pessoal envolvido com o ramo. Parece que sempre vejo os mesmos personagens/histórias de sempre, mas em jogos diferentes.
    avatar
    Hadan
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 861
    Posts Posts : 2757

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Hadan em Sex 01 Mar 2013, 18:43

    @©0nFu$£-KüN escreveu:Não acho que ele quis dizer que os jogos NÃO DEVEM, ter história.

    Em parte foi o que Masahiro falou, mesmo. Mas em relação ao lance de personagens desenvolvidos que morrem me remeteu, de cara, Aerith (FF VII) mas podemos também utilizar como exemplo Zero (MM X).

    Acho que, se bem colocado, mesmo a perda de uma personagem carismático (dá prá não gostar da Aerith?), se bem colocado, só envolve você ainda mais com a estória. Por exemplo, quando joguei FF VII e Aerith morreu de forma tão covarde eu fui pego totalmente de surpresa e desejei com todas as forças matar Sephiroth - e acho que é justamente esse o sentimento que os produtores esperavam inspirar nos jogadores.

    Quando a morte de uma personagem é utilizada para incrementar a narrativa e, não, como um tapa-buracos ou forçar uma situação, embora frustrante de início, é bem vinda porque envolve toda uma gama de sentimentos e os games, como arte, devem proporcionar isso.


    @Klown escreveu:Eu discordo. Enquanto existem alguns jogos que são realmente melhores deixando a história de lado e se focando em aspectos de jogabilidade, é muito satisfatório imergir em uma ambientação tangível, com história bem construída, personagens bem desenvolvidos e com um enredo cativante, com suas surpresas e revelações. Uma grande parte dos RPGs - ou mesmo outros gêneros de jogo - que eu joguei recentemente não seriam metade da experiência modificadora que são se abdicassem da história por uma jogabilidade talvez pouco mais dinâmica.

    De fato. Há coisas que vencem por sua simplicidade e outras por sua complexidade e, em casos especiais, pela mistura dos dois. FF, por exemplo, possui estórias épicas mas com enredos simples e, de certa forma, básicos: luta do "bem contra o mal"; cristais mágicos; dramas individuais que auxiliam ou atrapalham o grupo. De mesmo modo, GTA.

    No caso de Mario, com um enredo simplérrimo, Yoshi's Island (Snes/GBA) consegue transmitir uma estória linda que valeria um filme (só que não, embora o jogo seja épico). Donkey Kong, Doom e Quake a mesma coisa.


    @Klown escreveu:Acho que são questões de prioridade e perfil do jogador; tem alguns que gostam de deixar a história de lado em um Super Mario World e aproveitar as mecânicas e outros que gostam de apreciar uma obra bem escrita ao assistir às otimamente feitas cutscenes de um Metal Gear Solid.

    @Fabbrini20 escreveu:Eu acho que varia de jogador pra jogador. Eu sou um cara bem paciente, por exemplo, então nunca perco o pique de jogar após longas cutscenes, até muito pelo contrário, ganho mais ânimo. Parece que eu fico sentimentalmente ligado com o jogo.

    Mas, obviamente, jogos mais frenéticos não podem ter cutscenes chatas e paradas, precisam acompanhar o ritmo da história E dar um charme a mais ao game. Claramente que não é em todos os jogos que isso vai acontecer.

    Enfim, pra mim, varia de jogador pra jogador, contudo não dá pra fazer cutscenes totalmente desconexas com o ritmo do jogo.

    Ou de "vontade de jogo", mesmo, quando está afim de jogar algo mais light ao invés de um jogo que exija mais cuidado e atenção.

    Por isso que louvadas devem ser as empresas que possibilitam você "soltar" um "Start da vida" pra cortar uma cutscene.

    rafaeloz escreveu:¬¬ o cara cria esses jogos que nem tem história e vem falar disso^^
    Eu acho que é papinho de cara que tem preguiça de criar um enredo bom para seus jogos.

    É claro que possui estória, rafaeloz. O fato do enredo ser simples não quer dizer nada. Os jogos dele possuem enredos simples que cumprem, com louvor, a que se propõem. Nem todo jogo precisa de um enredo "épico" (e muitos, na verdade, viriam pra atrapalhar.
    avatar
    Convidado
    Convidado

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Convidado em Sex 01 Mar 2013, 18:47

    Eu acho chata a história dos jogos do Mario.Tiraria o sentimento de saturação dos jogos.

    E não venham me dizer:Mario é Mario.
    avatar
    Sheik
    Toilette Princess
    Toilette Princess

    Karma Karma : 524
    Posts Posts : 4340

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Sheik em Sex 01 Mar 2013, 19:03

    Doom e Arena estupram muito jogos até hoje....
    avatar
    crfleo
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 636
    Posts Posts : 1582

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por crfleo em Sab 02 Mar 2013, 02:34

    Tem jogos que sempre jogo novamente so pela historia

    gta san andreas, silent hill 2 , zelda oot e mc, resident evil 1, 2 e 4
    entre outros
    tem um desenrolar bacana

    sobre zelda,
    Zelda Skyward Sword acho que eh o zelda que tem mais dialogos, entretanto a link to the past eu senti bastante falta disso...

    Conteúdo patrocinado

    Re: Masahiro Sakurai diz que acha as histórias nos jogos atuais geralmente chatas e inconvenientes

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab 19 Ago 2017, 15:51