Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Análise: Skyward Sword

    Compartilhe
    avatar
    Felipe Fabricio
    Great Revival
    Great Revival

    Karma Karma : 2182
    Posts Posts : 7565

    Re: Análise: Skyward Sword

    Mensagem por Felipe Fabricio em Sab 12 Jan 2013, 22:37

    @Lucasxarope escreveu:
    Ela, no entanto, acaba sendo prejudicada por muitas falas mal colocadas e óbvias, especialmente na primeira metade do jogo.

    "As baterias do seu Wii Remote estão acabando" Laughing

    Muitas notas eu discordo,outras concordo.A música,por exemplo.SS pra mim é o melhor da série.Ballad of the Goddess foi algo incrível pra mim,e eu achei o ritmo muito bom.Como você mesmo citou,a trilha de Groose é perfeita.E adiciono mais um que se encaixou perfeitamente - Scrapper.

    O Gráfico...Nada contra,pra mim.Talvez porquê eu nem ligue pra gráficos realistas.

    A História.Cara,eu gostei muito da história.Foi um ponto alto da narrativa pra mim,apesar de que,lendo a sua análise,encontrei alguns furos mesmo.Tipo Levias.Ele não podia ter sido apresentado antes?Não,foi jogado ali no meio sem explicação.A Thunderbolt foi algo meio desnecessário,meio que só feito para não entrar nela até ativar a Harpa.

    A Harpa,também,foi outro ponto decepcionante.Eu esperava algo incrível como a Ocarina ou as Máscaras,não uma Harpa de cinco músicas.Ela foi mais útil pra mim para encontrar Gossip Stones do que qualquer outra coisa.Foi útil na história?Sim,mas foi mal-aproveitada.

    Os personagens ganharam uma Inteligência Artificial incrível.Cada habitante de Skyloft é único.Mas,bem,eles poderiam interagir mais com os momentos do jogo."Ah,caramba,tem uma luz gigante saindo do Farol.Que seja,não estou nem aí".É algo desse tipo.

    Nenhum,pra mim, (Talvez tirando Levias),foi jogado no meio da história,e todos os principais tiveram seu papel.Impa,Groose,Zelda,Link,Ghirahim.E eu ri muito de essa de Ghirahim não saber o que fazer."Ah,cara,estou atrás da Deus Hylia.Ela está fugindo,eu posso posso pegá-la,tem um cara vindo me deter a quilômetros de distância.Ah,acho que vou esperar ele e deixar a Zelda escapar,mesmo"

    Jogabilidade nem tem o que falar,foi incrível.Os controles ficavam falhando os meus,ás vezes,mas acho que é meu Motion Plus que é ruim e.e
    avatar
    Lucasxarope
    Membro Nv.31
    Membro Nv.31

    Karma Karma : 60
    Posts Posts : 332

    Re: Análise: Skyward Sword

    Mensagem por Lucasxarope em Dom 13 Jan 2013, 15:26

    @PietroLB escreveu:Analíse completa e bem detalhada, porém acho as notas meio exageradas, 5 para gráficos? Cara, só pq o estilo é Cel-shading não significa que os gráficos sejam ruins a ponto de ganhar uma nota 5. Pelo menos uma nota 7.5
    Som 4? Meu amigo, as músicas de Skyward Sword são belíssimas, totalmente orquestradas, não se da uma nota dessas para um jogo com uma das trilha sonoras mais bonitas em Videogames. Reveja esses conceitos.

    Novamente, não dei a nota baixa pelos gráficos serem feios ou ruins, pelo contrário, são lindos.

    Achei eles fracos por conta de uma falta de direção, um sentido da própria arte do jogo, diferentemente de Twilight Pricess, Majora's Mask ou Wind Waker, por exemplo ficaram a deriva. Eram apenas para ilustrar o jogo, enquanto os outros citados trabalham com o visual e os gráficos dentro da proposta narrativa do jogo.

    Mas não apenas isso, exceto o Lanaryu Desert, todos os cenários de Skyward Sword são fracos - ainda que bonitos - e burocráticos. Não tem nada que diferencie eles de demais cenários da série Zelda ou de qualquer jogo que tenha um vulcão ou uma floresta. Faron Woods principalmente.

    Enquanto Skyloft, a única cidade ou aglomeração habitacional que aparece em todo o jogo, é exatamente igual a qualquer outra cidade já apresentada com a diferença do cenário ser rodeado por nuvens e você precisa ter o cuidado de não correr para uma mureta.

    Você interage com o fato de estar no céu apenas em alguns brevíssimos momentos pontuais no finalzinho do jogo.

    E sobre a Trilha Sonora, achei menos inspirada que todas de Zelda que já vi. E tenho o costume de escutar trilhas sonoras instrumentais (de jogos e filmes) como hábito, no celular, no ônibus, no carro, no trabalho... nenhuma de SS me fez tirá-la do Wii e colocar no celular.

    São de fato de alta qualidade técnica pelo "orquestramento", mas tirando a colocação do tema do Goose em determinados pontos das cutscenes, achei todas genéricas.

    Felipefabricio escreveu:A História.Cara,eu gostei muito da história.Foi um ponto alto da narrativa pra mim,apesar de que,lendo a sua análise,encontrei alguns furos mesmo.Tipo Levias.Ele não podia ter sido apresentado antes?Não,foi jogado ali no meio sem explicação.A Thunderbolt foi algo meio desnecessário,meio que só feito para não entrar nela até ativar a Harpa.

    Outra coisa que ficou mal explicada! Inicialmente estava pensando que a Thunderbolt seria um pedaço do céu propositalmente tempestuoso para proteger o local. Mas depois descobrimos que isso era decorrente do parasita no Levias, e após derrotá-lo, o pessoal já começa a entrar no local numa boa, o menino faz a Bug Island lá e tal, mas continuou separada do resto... aí fiquei sem entender nada.

    Acho que o problema dos céus é que eles funcionaram só como um Hyrule Field mais bacaninha. Claro, as quedas livres nas ilhas são demais, extremamente divertidas. Mas no final, é apenas um local onde você se desloca até o portal que te leva a outra região, inclusive a Thunderbolt. (e enche o saco com o tempo, assim como todos os Hyrule Field).

    Seria interessante, conforme você fosse ganhando acesso as áreas, todo o céu pudesse ser transpassado. E para chegar em determinada região seria necessário calcular ou memorizar onde seria o correto para cair, e caso você fizesse isso errado, cairia em outro local.

    (e fiquei sem entender também a restrição de voar a noite...)
    avatar
    PCM Yasser Arafat
    Membro Nv.11
    Membro Nv.11

    Karma Karma : 16
    Posts Posts : 130

    Re: Análise: Skyward Sword

    Mensagem por PCM Yasser Arafat em Sex 25 Jan 2013, 13:26

    Galera, agora que estou com o Wii U acho que vou comprar esse Zelda. Ele é bom mesmo?

    Conteúdo patrocinado

    Re: Análise: Skyward Sword

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex 15 Dez 2017, 14:09